COMUNIDADE FAMILIA ASCENSAO
SAUDAÇÕES QUERIDA FAMILIA.
PARA CONHECER OS DEBATES E PARTILHAS ANTERIORES VISITE O LINK
http://nominato.com.br/forum/index.php

ATENÇÃO :
APÓS FAZER O REGISTRO, VÁ NA SUA CAIXA DE EMAIL E "ATIVE" SUA CONTA.
VOLTE AO FÓRUM E CLIQUE "LOGIN" NOME E SENHA "MANTER CONECTADO". PARA FUGIR DAS PROPAGANDAS.


Profetizar...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Profetizar...

Mensagem  caralegal em Ter Set 28, 2010 10:45 pm

Profetizar

Dons espirituais são variados. Envolvem processos mentais, físicos, noções de tempo passado e futuro. Paulo, em sua primeira epístola aos Coríntios, povo que habitava a Grécia, fala sobre os dons que existem e como são dados a cada um de acordo com o seu Espírito. O Espírito não é outro senão o denominado Espírito Santo, que pertence à trindade que a Igreja Católica transformou em divindade.

Se há mesmo uma trindade divina desconhecemos. Paulo ou Pedro nada deixou escrito sobre o assunto, pois que tal colocação divina foi criada mais tarde. Sabemos pelo Mestre Jesus que a verdadeira divindade habita dentro de cada um de nós, como a grande potência do Espírito.

Paulo começa dividindo em dois os homens que detêm a palavra: os de sabedoria e os de inteligência. Do primeiro grupo podemos crer que são os homens intuitivos, justos e sábios que deixaram o seu legado escrito no tempo e nas palavras bem utilizadas. O segundo grupo é formado pelos homens de ciência, dotados de logos, que deixam para o futuro o conhecimento necessário para a sua contínua evolução.

Mas falar a língua dos anjos ou dos homens seria insuficiente para Paulo se não houvesse o dom de amar. Em verdade, os que verdadeiramente almejam encontrar quais são afinal os seus dons, os seus talentos espirituais, saibam que o primeiro passo é o de amar. O de amar, principalmente, a justiça, mantendo apenas palavras e ações corretas. Para tanto, amar a si e amar ao outro é a forma de não obscurecer a mente. A mente obscurecida pela falta de amor não é capaz de encontrar o que há de secreto no Espírito.

Mas o dom mais importante de todos, de acordo com Paulo, é o de profetizar, isso é, o de pro-fere, fazer primeiro. Fazer primeiro significa expor em primeiro lugar uma ideia ou um pensamento para edificá-lo. Também podemos fazer primeiro para alertar os outros, exortando-os para o futuro. E também podemos fazer para consolar alguém que certamente disso necessita.

Portanto escrevo essa missiva para quem dela queira fazer isso muito mais para consolar do que para exortar e edificar. Os próximos fatos serão todos reais e seguem uma sequência específica, cujo destino já está lá, independe de nossas ações. No entanto as nossas ações certamente poderão definir o futuro, isso é, o que será de nós após tudo isso ocorrer.

Sabemos que há crises, mas a verdadeira crise ainda não apareceu. Num primeiro momento, construirão casas firmes, mas em terreno de areia. Esse terreno faria algumas das paredes ceder. Essas paredes serão então reerguidas com o poder do Estado, que reafirmará que apenas construir novas paredes será suficiente para manter o que há de valioso seguro. No entanto isso não bastará: o chão continuará sendo areia.

Essa areia irá voar: ventos muito fortes levarão a areia para todos os lados. Não será possível segurar nenhum grão de areia: nada será salvo. Com a areia voando, as paredes todas cairão. E haverá pessoas sem trabalho nas ruas, com fome, medo e doenças. O mundo perceberá que a riqueza real é a que nasce do solo, ou seja, a água, a comida, os animais e até mesmo o ar, que, afinal, brota das raízes e folhas das árvores. Por isso haverá gente saindo das cidades, partindo para uma vida mais simples.

A crise levará a uma nova guerra. Não será uma guerra mundial como antes, com vários países em conflito. Em vez disso, haverá vários conflitos diferentes. E haverá guerras e mais guerras, até um ponto em que o Homem, em Essência, não saberá mais porque tanta disputa. E haverá crises de consciência sobre o que é feito do mundo. E a dor não cessará, pois haverá cada vez mais mortes e tristezas.

O calor gerado por nós, associado a um pulso do Sol que vem alavancando cada vez mais energia para a Terra, promoverá uma mudança nos padrões de energia. Essa mudança, por fim, levará a uma mudança nas correntes marítimas, em grande parte por causa das mudanças magnéticas, gravitacionais e pelo calor. Muitas cidades ficarão submersas. As pessoas terão saudade de um tempo em que havia a areia. E o vento carregava a areia. Agora o vento levará apenas ondas às pedras, e o homem perderá a noção do que é praia.

O trabalho será intenso. Os que vivem no mundo dividido, por um lado sofrem. Os que mais sofriam antes, no entanto, encontrarão a redenção. O modo de vida simples dos simples provará ser mais útil e sábio do que o modo de vida falso e ineficaz de outrora. Antigos homens tidos como sábios terão pouco o que fazer. Antigos poderosos do Escudo Vermelho verão seus escudos todos debaixo d´água. Acreditarão ser como Atlantes, mas verão que são tão homens quanto o resto da humanidade, e terão de aprender como lidar com isso para evitar a autodestruição.

A fome de uma lado do mundo será intensa, enquanto do outro lado haverá equilíbrio. Pessoas grandes e pequenas não haverá mais, pois a mesa será farta de quantidades certas, e as pessoase estarão fartas de desequilíbrio. Haverá maior controle do que é consumido e do que é dado de volta à natureza. O lixo será integralmente reaproveitado. As pessoas terão consciência de que tudo se transforma. E transformarão tudo.

A grande rede que une o mundo persistirá longe do que outrora era o seu centro. Um novo centro será feito e, a partir dele, sepultar-se-á antigos ideais, para que não mais voltem à vida. Um mundo feliz será reconhecido como impossível enquanto houvesse injustiça. A noção de justiça será diferente, pois as pessoas terão maior consciência das coisas, maior noção dos valores reais das coisas, e não a partir de valores abstratos como o dinheiro.

O dinheiro, aliás, perderá valor. Voltará a ser papel, fibra de celulose que sequer deveria deixado de ser árvore. As pessoas valorizarão mais as árvores, pois o ar dependerá delas. Os antigos automóveis todos serão destruídos e reconstruídos. E o mundo verá uma certa mudança.

As áreas tropicais de outrora se tornarão temperadas. Grande parte dos homens migrarão para o Sul. O mundo vai se desenvolver em torno de uma nova geografia. O conhecimento vai se acumular no lugar que será um novo Éden na Terra. A vida da grande floresta ignorará os acontecimentos e os impactos sobre os humanos.

Por fim, haverá um líder que inspirará as pessoas a encontrar o que há de secreto em cada um de nós. Esse líder saberá corresponder aos anseios de cada um e levará todos a atingir a plenitude de seus dons. Com isso cumprir-se-á a profecia dos sábios para que os homens saibam o que fazer na hora da grande renovação.

O fogo da natureza a tudo renova. Uma cruz que diz isso será consumida no mesmo fogo. E o fogo queimará tudo o que existe e renovará tudo. Novos vegetais e animais surgirão, para dar lugar ao vazio que será gerado. E o homem não será mais o mesmo homem, pois descobrirá todas as suas potencialidades. E haverá harmonia entre homem e animal, e todos viverão em harmonia e paz por mais uns milênios. Até a destruição deste lugar e a ocupação de um novo lugar com a ajuda de velhos irmãos, tidos como Anjos. No entanto até lá ainda temos muito o que decidir.

"Escolha com sabedoria seus próximos passos e evitarás os transtornos de que vos digo."

caralegal

Mensagens : 6
Data de inscrição : 14/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Profetizar

Mensagem  clever em Ter Set 28, 2010 11:37 pm

Realmente o Espírito a que se refere Paulo não deve ser o Espírito Santo, Criado pela Igreja Católica. Para ganhar o dom da profecia é preciso desenvolver os centros espirituais energéticos do ser humano. E a melhor forma de fazer isso é eliminar o ego. Com a morte do Ego, prevalece a Essência, o Eu Sou, o Deus interior. Eliminando o ego, nasce o amor incondicional...

Interessante a lembrança que pelo fogo a natureza a tudo renova. Aliás, essa é a tradução esotérica para a expressão INRI, traduzida exotericamente por Iesus Nazareno Rex Iudeus. De acordo com os esotéricos a tradução correta seria: Igne natura Renovatur Integrat, ou seja, pelo Fogo a Natureza se Renova Constantemente.


clever

Mensagens : 23
Data de inscrição : 12/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum