COMUNIDADE FAMILIA ASCENSAO
SAUDAÇÕES QUERIDA FAMILIA.
PARA CONHECER OS DEBATES E PARTILHAS ANTERIORES VISITE O LINK
http://nominato.com.br/forum/index.php

ATENÇÃO :
APÓS FAZER O REGISTRO, VÁ NA SUA CAIXA DE EMAIL E "ATIVE" SUA CONTA.
VOLTE AO FÓRUM E CLIQUE "LOGIN" NOME E SENHA "MANTER CONECTADO". PARA FUGIR DAS PROPAGANDAS.


A austeridade do Caminho Espiritual

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  E. E. Mitch Ham Ell em Dom Out 17, 2010 7:57 pm

A austeridade do Caminho Espiritual


Ser um interessado pela espiritualidade, um curioso, um pesquisador, e ser um
Caminhante são coisas distintas, o primeiro está começando a se aventurar
no tema, o segundo está caminhando no austero Caminho Espiritual.
No inicio a espiritualidade é bonitinha, até fácil, mas chega um momento
em que as exigências aumentam e a austeridade do Caminho
se revela, e nesse momento podemos não mais avançar.
Dar os primeiros passinhos é alguma coisa, mas quase nada, só
veremos a preserverança do discipulo mediante seu
comportamento e dedicação diante do Caminho austero.
Ser um Caminhante, um Pesquisador da Verdade, um Discípulo
da Luz, é algo duro, é a missão mais dificil para um ser
humano, nada é comparável em termos de dificuldade.
Este mundo em que vivemos é totalmente louco, semelhante ao umbral,
eu diria que é uma forma de umbral, sendo assim, Caminhar nele é
tarefa árdua, e o mundo nem sempre reagirá bem à nossa intenção.
Mas, antes demais, que é o Caminho? Veja bem, o Caminho é o processo
de sublimação, purificação, que leva ao despertar, é o processo de
desenvolvimento, que levará você a se ajudar e a ajudar seu semelhante, é o
processo de ascetismo absoluto, que o libertará e iluminará, esse é o Caminho.
Se você continua sendo um tolo sofredor, você está no começo do Caminho,
muito existe pela frente, a característica que o Caminho reflete em seus Caminhantes é
a purificação constante, assim voce saberá se voce está avançando no Caminho ou não.
O Caminho não é uma opção, voce não escolhe se quer seguir ele
ou não, você apenas escolhe quando o quer seguir.
O Caminho exige sacrificio, voce terá que se sacrificar diariamente,
mentalmente, emocionalmente e fisicamente, até superar seus desejos
desadequados, quando entao o sacrifício nao mais será necessário,
porque você terá eliminado os desejos que levam às ações.
O Caminho exige disciplina, a Hierarquia, Deus e você mesmo terão redea curta
sobre você, se nao quer ter disciplina pode desistir agora de sua Caminhada.
O ego sempre reclamará dessa disciplina e dessa austeridade, ele sempre
colocará o Caminho, a Luz, como os bandidos, e o Caminhante como a
vitima desses austeros vilões, essa é a artimanha do ego para retirar
você do Caminho e o fazer se voltar para a ilusão novamente.
O Caminho é um perder constante, mas em compensação você
receberá constantemente a Sabedoria do Amor, e o próprio Amor.
O Caminho irá matar você, aquilo que voce pensa ser você, assim como
matará aquilo que você pensa ser o mundo e seus semelhantes, ele matará
seus velhos significados, e você deve estar preparado para isso,
em compensação ele lhe dará os verdadeiros significados.
O Caminho nao é recheado de felicidade, voce sofrerá nele tambem, mas atingirá,
com o passar do tempo, um estado de felicidade e beatitude inalteráveis.
O Caminho exige muito trabalho, muita dedicação, se fará necessário tê-lo como prioridade.
O mundo simplesmente não o compreenderá, e o atacará. Voce será tentado
e atacado pelas forças negativas, e ridicularizado pelos seres humanos, ainda
assim Deus, a Hierarquia e o Amor serão a recompensa para tudo isso.
O Caminho nao é algo doce e suave, leve como uma pena, é uma pesada
cruz, um árduo trabalho, mas compensado pelo bálsamo curador do Amor, ele
realmente é doce e suave, mas não é um conto de "Alice no País das Maravilhas".
Apesar de tudo, fora do Caminho você jamais será feliz.
O Caminho é a maior e melhor benção que voce pode receber, mas também
é a mais pesada obrigação, portanto não se iluda, nao pense que espiritualidade
é brincadeira, e lembre que a quem muito é dado muito é exigido.
Não brinque nem se iluda, o Caminho é mais sério do que tudo em sua vida,
do que alguma outra coisa neste sonho alguma vez será, ficamos por aí
brincando de Caminhantes, mas nem sequer sabemos sobre o Caminho, tolos, cegos e
surdos somos, caminhando em direção ao abismo e levando um monte de outros tolos conosco.
O Caminho é então o mais doce beijo de Deus, é o aconchego de seu Amor, mas neste
mundo onde nada é possivel sem dor, é tambem um caminho árduo e difícil, o
mais difícil, cheio de austeridade, e necessidade de sacrificio e
ascetismo, não é tudo uma brincadeirinha fofa de Luz e Amor.
Amigo, se voce quer então calejar seus pés no pedregoso e irregular
Caminho do Amor pegue sua cruz e vamos todos juntos rumo à
Nova Terra, mas se você não está ainda pronto para isso,
não vejo chances de você Caminhar no momento atual.

Fiquemos na Luz


Espaço Espiritual Mitch Ham Ell- 17/10/10




__________________________________________________________________________________________

Os direitos autorais desta mensagem pertencem ao Espaço Espiritual Mitch Ham Ell (http://www.mitchhamell.com.br).
A publicação em websites é permitida, desde que as informações não sejam alteradas e os créditos do autor e seu site
sejam incluídos. Este material não pode ser publicado em jornais, revistas e nem re-impresso sem a permissão do autor.
Para pedir permissão, escreva para mitchhamell@mitchhamell.com.br

E. E. Mitch Ham Ell

Mensagens : 25
Data de inscrição : 26/09/2010

http://www.mitchhamell.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  Convidad em Dom Out 17, 2010 8:14 pm

Podemos escolher como nos Iluminar...

Buda fez isso numa sentada, AGORA, JÁ.
Não podemos ter dúvidas que QUEM SOMOS, portanto podemos pular etapas e etapas de forma imediata, basta ENTREGAR, o caminho BREVE.

Podemos escolher, se quezermos, o caminho LONGO, anos e anos de labuta, vidas e vidas, "que acontecem simultaneamente", para no final percebermos que era apenas uma questão de ENTREGA, simples assim.

O EGO sempre vai dizer, preciso fazer isso, aquilo, aquiloutro, sofre, etc...
É asism mesmo, o EGO sempre vai sabotar, e se permitirmos será por muitos e muitos ÈONS.

Eu escolho o caminho breve.

PAZ

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  fadinha em Qua Out 20, 2010 3:44 pm

Olá...


Eu acredito que em nossas vidas temos só dois caminhos:
O primeiro é não aceitar o que nos acontece e isto sim leva ao sofrimento...sacrifício...amargura.
O segundo caminho é aceitar da melhor forma possível e seguir em frente reconhecendo que a felicidade é uma conquista diária.
No caminho espiritual não pode ser diferente. Acredito na felicidade e realização.
Compreender o ego ou a personalidade é o primeiro passo para superá-lo. A primeira pessoa com quem devemos ser bons somos nos mesmos, esse ser que nos serve de amparo para que nosso espírito se expresse aqui na Terra.
Muitas pessoas se encantam com o caminho e não chegam ao objetivo. O caminho deve levar ao objetivo e o objetivo não deve ser perdido de vista.
Outras pessoas levam tudo racionalmente e a união espiritual do ser humano com Deus, a sua Presença Eu Sou, não tem nada a ver com a mente, com racionalidade, aliás, não é mental. Somente pode se dar na ausência da mente, algo a superar.
Creio em iluminação súbita mas não creio na manutenção do estado permanente de iluminação a não ser por grandes Seres que aqui vieram em alguma missão. O estado de união com Deus dura um tempo...o pêndulo nos levará ao refluxo da maré...ao estado em que chamamos de noite escura da alma.
Devo dizer também que a Hierarquia não é preocupada com minúcias da nossa vida. Eles deixam você ir vivendo e se estrepando como quizer a não ser que você esteja correndo risco de vida, daí eles podem alertar mas sem interferir no seu livre arbítrio que no meu entender é muito pequeno.
O único livre arbítrio que temos é o de acertar.
Se errar a Lei vai ser acionada e isso não tem a ver com nenhuma perseguição.
São leis como as da eletricidade...se colocar o dedo na tomada, leva choque.

fadinha

fadinha

Mensagens : 59
Data de inscrição : 09/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  Convidad em Qui Out 21, 2010 9:19 pm

Olá a todos!


Acho que o texto do Mitch contém muitas verdades, porém, os níveis exigíveis de disciplina, austeridade e ascetismo são relativos e dependem muito da fase em que se encontra o aluno da Luz. Muitos estão ainda na fase de aspirantes ao discipulado, outros são discípulos, outros são solicitantes à Iniciação, outros são iniciados de vários níveis até se graduarem como Mestres. Isso é bem explicado nos textos contidos no link abaixo, baseados nos ensinamentos do Mestre D.K (O Tibetano) e de Alice Bailey.

http://www.encontroespiritual.org/bcaminho.html


Boa leitura.


Abra
ços

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  E. E. Mitch Ham Ell em Sab Out 23, 2010 2:06 pm

Oi amigos, creio que toda esta questão da caminhada é realmente algo a ser estudado, espero que os mentores nos auxiliem nesse processo de estudo e reflexão.
Veja bem, quando falamos de iluminação estamos falando de um estado imutavel, voce evolui sim constantemente dentro de seu estado iluminado, mas você nao pode regredir, ou entao iluminação seria apenas um dos polos opostos da dualidade, e iluminação é precisamente se libertar de toda e qualquer dualidade, entao, o que pode ocorrer sao duas coisas, oscilar entre pobreza espiritual e alguma riqueza espiritual, que alguns considerariam iluminação, e alcançar por vezes pequenos flashs da consciencia iluminada, o que ainda assim nao é de modo algum iluminação, isto porque alguem iluminado nao pode regredir, ou entao a iluminação seria apenas uma farsa sem sentido.
Outro ponto, iluminação subita, acredito nela, é possivel, ainda assim em nosso mundo louco tudo é gradual, voce tem caminhado espiritualmente de forma gradual, porque se iluminaria entao na totalidade e subitamente? Chegará sim um momento em que você se iluminará, e esse será um momento divisor de águas em sua vida, mas será apenas o primeiro passo da iluminação, que prosseguirá eternamente, entao, se falamos de iluminação subita, embora a devamos considerar possivel, devemos no minimo considera-la uma tarefa dificil, pois para nós a iluminação é gradual, e sucede o caminho espiritual pre-ascensivo igualmente gradual.
Agora, em relação aos diferentes niveis de austeridade respetivos aos diferentes niveis do caminhante isso é muito relativo, e nao podemos nos apegar a ele, isto porque, um excessivo apego a niveis poderá nos afastar de uma realização que poderia ser mais proxima caso não a considerassemos, devido a nossa esquema mental de niveis, algo ainda distante, pelo que considero que a austeridade é necessaria para qualquer Caminhante de igual forma, mas vejam que falo de Caminhantes, não de curiosos pela espiritualidade.
Creio que este é um assunto sobre o qual devemos refletir,
Um forte abraço

E. E. Mitch Ham Ell

Mensagens : 25
Data de inscrição : 26/09/2010

http://www.mitchhamell.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  Convidad em Sab Out 23, 2010 5:40 pm

Caro amigo,

Rspeito sua opinião, mas absolutamente não endosso.

Podemos escolher:

Ou deixar o EGO achar que está evoluindo (ele é traissoeiro), como suas justificativas e blá blá blá, ou fazer isso já.

A esolcolha é de cada UM.

Eu escolho a LUZ agora e já SOU A LUZ DO MUNDO.
Quero que voce sinat a mesma coisa, que sejas A LUZ DO MUNDO.

Isso tudo que é escrito é puro entretenimento, creia-me.

PAZ
mmartins

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  E. E. Mitch Ham Ell em Sab Out 23, 2010 6:21 pm

Amigo, eu faço apenas uma pergunta, você optou por ser aqui e agora alguem iluminado, eu entao pergunto, voce se iluminou? Superou o sofrimento integralmente e atingiu a plena consciencia?
Se atingiu eu aceitarei seu argumento, se nao atingiu me comprovou o meu.
Analisemos amigos...

E. E. Mitch Ham Ell

Mensagens : 25
Data de inscrição : 26/09/2010

http://www.mitchhamell.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  Convidad em Sab Out 23, 2010 6:37 pm

Assim como EU, muitos estão prontos, creia-me.

PAZ

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  fadinha em Sab Out 23, 2010 6:45 pm

Mitch

Olha só, você ser aberto a conversa, estudo e reflexões é um grande começo. Normalmente as pessoas são arraigadas em suas crenças esquecendo que nós temos origens variadas no Universo, experiências espirituais variadas e cada um tem um tipo de aprendizado aqui. Portanto, caminhos variados.
Isso sem falar que até a inteligência é carmica.
Os Grandes Seres que por aqui passaram - ou passam - dizem que vieram para um determinado povo. Como Jesus que nem queria atender pessoas de outros povos.
Então o normal é trocarmos experiências e informações a respeito do caminho.
Como o MMartins acredito que é bom não traçar algo longo porque, para mim, já somos tudo... o que acontece é que não recordamos porque foi necessário esquecer para entrar aqui.
Na história de alguns Seres de Grande Luz vemos que muitos vieram sem a lembrança e que em determinada hora ela se restaurou. Os Seres que construiram Shamballah passaram por isso e muitos se enredaram no carma por estarem aqui, encarnados.
Acredito que não conseguimos "segurar por longo tempo" a iluminação estando encarnados porque para continuarmos encarnados temos que ter algum defeito por causa da atração e repulsão da Terra.
Quanto à iluminação súbita pode ocorrer quando a pessoa contempla a natureza, por exemplo...é só você estar em estado de contemplação.
Tivemos muitas histórias nos séculos passados de pastorzinhos que viram e falaram com a Virgem ou com seres não visualizados pelos pessoas "comuns". Mas, pensa, o que esses pastorzinhos tinham de especial? nada.
Simplesmente uma vida de solidão no campo onde a contemplação pode ocorrer e você encontrar, até sem querer ( não é bem assim, há um carma) uma "saída" no corpo e estando fora dele contemplar o que quizer. Normalmente, se a pessoa tem uma religião, vai contemplar por aí e os seres de luz se aproximam. Em Fátima, por exemplo, onde houve a aparição da "Virgem" havia antigamente no lugar um Templo Druida. Podemos dizer que aqueles pastorzinhos estavam em um lugar conhecido há muito tempo pela concentração de energias terrestres e essas energias podem induzir em pessoas predispostas a ter visões extremamente espirituais e verdadeiras.
Eu mesma já tive momentos onde consegui encontrar um "espaço", um chacra, uma saída...sei lá...um tunel...viagem astral...em que vi momentos de minhas vidas passadas (aqui na Terra o tempo existe) e pude perceber claramente que fui muito mais evoluida antes que hoje. Mas... como percebi, não é bem isso...é o esquecimento que provoca essa impressão, a impressão que você ainda tem muito a evoluir. Eu poderia dizer que é até uma involução porque no passado privei de companhia de pessoas muito importantes (são anônimas, não sei o nome delas) e portanto eu era importante e hoje nem me recordo...ou melhor, não me recordava até ver. Deve ter sido uma necessidade...uma "sacudida"...por isso pude ver.
Então, de repente involui? até pode ser...mas parece que não é bem assim. Parece que tudo está gravado em algum lugar da minha aura porque tem pessoas que conseguem ler essas gravações. Mas no caso, não foi o que me contaram, eu vi.
Então, por isso acredito que a iluminação pode ocorrer de forma intermitente e em uma vida seguinte, por alguma queda, algum motivo, voce nem se lembrar que é um ser espiritual.
Talvez porque acredito que somos todos completos, prontos, iluminados e desenvolvidos espiritualmente e estamos apenas revestidos de corpos materiais para vivermos a experiência material.
Pode um Ser iluminado cair?
Acredito que sim, como os que vieram de Vênus para construir Shamballah.
Eu não sou uma curiosa espiritual, mas acredito que as coisas vem até mim e as coisas vem, não preciso correr atrás, ocorrem naturalmente e só depois percebo que houve uma condução para eu estar em tal e tal lugar...porque sabe, são situações que tem tudo para não acontecer e acontecem.
Não sei se me fiz entender mas nossos motivos e caminhos nem sempre são claros e objetivos, quem dera que fossem!

Um abraço,


fadinha

fadinha

Mensagens : 59
Data de inscrição : 09/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  E. E. Mitch Ham Ell em Sab Out 23, 2010 7:21 pm

"Olha só, você ser aberto a conversa, estudo e reflexões é um grande começo. Normalmente as pessoas são arraigadas em suas crenças esquecendo que nós temos origens variadas no Universo, experiências espirituais variadas e cada um tem um tipo de aprendizado aqui. Portanto, caminhos variados.
Isso sem falar que até a inteligência é carmica."


- Naturalmente estou aberto ao debate que leve ao esclarecimento, isso sem dúvida.

"Os Grandes Seres que por aqui passaram - ou passam - dizem que vieram para um determinado povo. Como Jesus que nem queria atender pessoas de outros povos.
Então o normal é trocarmos experiências e informações a respeito do caminho."


- Gente, aqui tenhamos cabeça, um ser pode até encarnar com uma missão especifica para um povo, mas daí a rejeitar os restantes? Como podemos nós afirmar que Jesus fez isto ou aquilo? Vamos ter mais cuidado em certas afirmações. Quais sao nossas fontes?


Agora o comentario sobre a restante postagem de fadinha:

Novamente se coloca a questão de diferenciar entre flashs de estados iluminados ou proximos à iluminação da propria iluminação.
Iluminação é voce se tornar na Terra um mestre ascensionado, mas essa consciencia, enquanto voce estiver aqui, sempre será filtrada por suas limitações humanas, mas nao por seus defeitos, a teoria de que voce tem que ter defeitos para estar aqui é no minimo impensada, assim como a suposição de que um iluminado pode cair, pois isso denotaria a fragilidade da condição espiritual do iluminado.
Que seres possam ter despertado do nada, acredito, mas esse despertar foi uma iluminação ou os primordios da mesma? Se foram os primordios eu posso até acreditar, mas crer que um tolo ignorante em um piscar de olhos tenha virado um sábio novamente desafia minha compreensao, nao minha razao, mas inclusive meu coração, nao porque seja impossivel, mas sim porque, assim como muitas outras situações anormais de nosso mundo, é algo absolutamente improvavel.
Agora tem mais uma coisa, se voce considera um estado de defeitos e imperfeições, mas com uma certa paz, como iluminação, eu não posso contestar, isso realmente pode se adquirir e se perder em seguida, mas meu conceito de iluminação refere-se a um estado de beatitude e perfeição relativa ininterruptas, sem chance de queda precisamente devido a esse estado totalmente desprovido de ilusoes, o que tornaria o ser humano inatacável por estas, mas novamente é uma questão de conceitos.
Se estamos falando de iluminaçao mas cada um possui um conceito diferente desta, bom, entao o consenso fica complicado, eu posso argumentar com plenitude para justificar meu conceito, e voce pode fazer exatamente a mesma coisa, qual a solução então? A experimentação direta, que fica sobre a responsabilidade de cada um.

Abraço




E. E. Mitch Ham Ell

Mensagens : 25
Data de inscrição : 26/09/2010

http://www.mitchhamell.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  Convidad em Sab Out 23, 2010 7:48 pm

Amigo,

Voce disse:

- Gente, aqui tenhamos cabeça, um ser pode até encarnar com uma missão especifica para um povo, mas daí a rejeitar os restantes? Como podemos nós afirmar que Jesus fez isto ou aquilo? Vamos ter mais cuidado em certas afirmações. Quais sao nossas fontes?


Ninguém aqui está rejeitando, pelo contrário, quando chegamos a LUZ, finalmente estamos preparados para AMAR a DEUS e ao próximo.
A fonte? chama-se FONTE.

Seja bem vindo ao fórum ascenção, a decisão de escolher é sua, ou ficar em PAZ e na LUZ ou está CERTO. Qual voce escolhe?

Eu li sua contribuição sobre Tomé, lá no seu site, tem muita coisa que voce escreveu lá que são importantes e verdadeiros segredos, basta que voce leia aquilo que foi escrito para voce mesmo.

O EGO é assim, gosta de ficar conversando, achar, tentar descobrir, e tantas outras coisas que acabam atrasando o ILUMINAR e quando percebemos que já somos a LUZ, olhamos para trás, e dizemos, nossa que dificuldade para fazer algo tão simples.
Simples assim amigo, a escolha sempre será SUA.


PAZ
mmartins

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Iluminação

Mensagem  clever em Dom Out 24, 2010 1:06 am

Nossa que legal!
Ontem estava eu pensando exatamente nisso: o que seria a tão decantada iluminação?


Penso que há dois tipos de iluminação:
a) pode ser um estado de espírito, onde o Pai (O Eu Sou), por um instante, assume o controle da máquina humana. Isso já é um grande feito porque a maioria dos seres humanos nunca passaram por este estado. É um instante mágico, uma felicidade indescritível, um estado de gozo... Eu já tive essa experiência. Como gostaria de repeti-la várias vezes e quando quisesse!
b) a iluminação permanente, ou seja, o estado de sublimação, de gozo, de felicidade permanente.

O segundo estado, neste plano tridimensional e de corpo físico, não creio que se possa atingir porque é muito desgastante. O corpo não resiste... Por alguns momentos sim, mas permanentemente não.

A natureza não dá saltos. Isso se aplica tanto à terceira dimensão, como na quarta ou na quinta. OU seja, tanto para o corpo físico quanto para o espírito. Portanto, tudo tem a ver com o trabalho. É como dizem: a Deus rogando e com o malho dando...

Um Mestre de Mistérios Maiores não se considera um iluminado, embora tenha eliminado o ego. Ele tem consciência do que se passa ao ser redor. Ele não pode sentir, por exemplo, felicidade, vendo que ocorre com seu irmão...

Uma coisa é certa: sem a eliminação do ego nada se consegue...

É o que penso!




clever

Mensagens : 23
Data de inscrição : 12/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  Martelo em Dom Out 24, 2010 2:18 am

clever escreveu:Um Mestre de Mistérios Maiores não se considera um iluminado, embora tenha eliminado o ego. Ele tem consciência do que se passa ao ser redor. Ele não pode sentir, por exemplo, felicidade, vendo que ocorre com seu irmão...

Uma coisa é certa: sem a eliminação do ego nada se consegue...

Penso eu que manter a humildade é a base de tudo. Se você não é humilde, você não consegue nem perceber o ego agindo dentro de você.

Afinal, mesmo que estejamos passando pela mesma estrada pela terceira ou pela quarta vez, sempre vai haver uma árvore caída, um buraco que foi aberto recentemente... O andar do peregrino é vigilante e humilde, para que ele sempre esteja crescendo mesmo com as lições que ele já aprendeu.

Abs,

Martelo
avatar
Martelo

Mensagens : 198
Data de inscrição : 11/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  fadinha em Dom Out 24, 2010 5:37 am

Mitch...


"Os Grandes Seres que por aqui passaram - ou passam - dizem que vieram para um determinado povo. Como Jesus que nem queria atender pessoas de outros povos.
Então o normal é trocarmos experiências e informações a respeito do caminho."

- Gente, aqui tenhamos cabeça, um ser pode até encarnar com uma missão especifica para um povo, mas daí a rejeitar os restantes? Como podemos nós afirmar que Jesus fez isto ou aquilo? Vamos ter mais cuidado em certas afirmações. Quais sao nossas fontes?"

Vê se reconhece a minha fonte:

Fé manifestada por uma pagã

Mateus - cap. 15
Mateus 15:21 Partindo Jesus dali, retirou-se para os lados de Tiro e Sidom.

Mateus 15:22 E eis que uma mulher cananéia, que viera daquelas regiões, clamava: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada.

Mateus 15:23 Ele, porém, não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, aproximando-se, rogaram-lhe: Despede-a, pois vem clamando atrás de nós.

Mateus 15:24 Mas Jesus respondeu: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.

Mateus 15:25 Ela, porém, veio e o adorou, dizendo: Senhor, socorre-me!

Mateus 15:26 Então, ele, respondendo, disse: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos.

Mateus 15:27 Ela, contudo, replicou: Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos.

Mateus 15:28 Então, lhe disse Jesus: Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se contigo como queres. E, desde aquele momento, sua filha ficou sã.


Capítulos: Mateus 14 | Este | Mateus 16

destaquei um comentario:

Gostaria de uma explicação sobre Marcos 7,24-30, a cura da filha de uma mulher pagã.

Pergunta enviada por Telma Alves - Campo Grande, em 13/02/2009

A narração de Marcos, sobre a qual você pergunta, conta a cura, por parte de Jesus, da filha de uma siro-fenícia (veja o texto abaixo), ou seja, de uma pessoa pagã, não pertencente à fé judaica. A mulher insiste para que Jesus cure a filha, endemoniada. Jesus, que está no território de Tiro (e de sidônia), atualmente cidades libaneses e que não estavam dentro dos confins da terra prometida, de Israel, responde à mulher: Deixa que primeiro se fartem os filhos; porque não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos. (Em Mateus, onde aparece o mesmo episódio, Jesus diz: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel (...) Não fica bem tirar o pão dos filhos e atirá-los aos cachorrinhos (Mateus 15,24.26). A mulher insiste com Jesus dizendo: Sim, Senhor; mas também os cachorrinhos debaixo da mesa comem das migalhas dos filhos. Diante da palavra desta mulher Jesus a manda para casa, dizendo que a filha estava curada. E de fato, voltando à casa, a mulher pagã encontrou a filha livre do demônio.

É um texto muito interessante. O aspecto fundamental deste episódio é a relação de Jesus – e do cristianismo – com os pagãos, ou seja, as pessoas que não pertenciam ao povo judeu e que, em princípio, não acreditavam em YHWH, o Deus de Israel. Os pagãos (goyim, em hebraico) eram vistos pelos judeus como pecadores, idólatras e que encarnavam a impureza (Esdras 6,21). Por isso eram considerados inimigos de Deus e do sue povo (Salmos 79,1-10; Jeremias 10,25). De fato é Israel que é o povo escolhido, o povo da revelação; a ele é dada a presença de Deus (Números 14,14).

Jesus, sendo filho do seu povo, da sua época, participava desta visão.

http://www.abiblia.org/perguntasView.asp?id=625






fadinha

Mensagens : 59
Data de inscrição : 09/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

EGO

Mensagem  Luiz em Dom Out 24, 2010 5:44 am

ALGUMA COISA ACONTECEU A BILHÕES DE ANOS ATRAZ PARA CARREGARMOS CONOSCO ESTE EGO, O GRANDE "CULPADO" PELA FALTA DE EVOLUÇÃO DA HUMANIDADE.

NÃO TIVEMOS PRINCÍPIO E NÃO TEREMOS FIM, MAS CERTAMENTE EM UM MOMENTO DISTANTE, A MUITO TEMPO ATRAZ, NÃO TÍNHAMOS NENHUM EGO, ALGUMA COISA ACONTECEU PARA NOS ENCONTRARMOS COMO ESTAMOS, TALVEZ NEM TENHA SIDO NOSSA "CULPA" OU "NOSSA ESCOLHA" , TALVEZ ISSO TENHA SIDO IMPLANTADO DENTRO DE NÓS ( HUMANIDADE) PARA NOS MANTERMOS NA "RODA DE SANSARA" SEM SAIR DO LUGAR.

O QUE ACONTECEU? CERTAMENTE ALGUMA COISA ACONTECEU E AGORA , DIANTE DESSE "ACONTECIMENTO" LÁ ATRAZ, ACABAMOS TENDO A NECESSIDADE DE NOS LIVRARMOS DO EGO, SOB PENA DE FICARMOS ESTACIONADOS SEM EVOLUIR, LAMENTÁVEL, MAS NECESSÁRIO.
.
avatar
Luiz

Sagitário Mensagens : 188
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 60
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  E. E. Mitch Ham Ell em Dom Out 24, 2010 1:54 pm

fadinha, mas veja bem, desde quando podemos nos guiar pela biblia?

E. E. Mitch Ham Ell

Mensagens : 25
Data de inscrição : 26/09/2010

http://www.mitchhamell.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  fadinha em Seg Out 25, 2010 6:06 pm

[quote="fadinha"]Mitch...


"Os Grandes Seres que por aqui passaram - ou passam - dizem que vieram para um determinado povo. Como Jesus que nem queria atender pessoas de outros povos.
Então o normal é trocarmos experiências e informações a respeito do caminho."

- Gente, aqui tenhamos cabeça, um ser pode até encarnar com uma missão especifica para um povo, mas daí a rejeitar os restantes? Como podemos nós afirmar que Jesus fez isto ou aquilo? Vamos ter mais cuidado em certas afirmações. Quais sao nossas fontes?"

Vê se reconhece a minha fonte:

Fé manifestada por uma pagã

Mateus - cap. 15
Mateus 15:21 Partindo Jesus dali, retirou-se para os lados de Tiro e Sidom.

Mateus 15:22 E eis que uma mulher cananéia, que viera daquelas regiões, clamava: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada.

Mateus 15:23 Ele, porém, não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, aproximando-se, rogaram-lhe: Despede-a, pois vem clamando atrás de nós.

Mateus 15:24 Mas Jesus respondeu: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.

Mateus 15:25 Ela, porém, veio e o adorou, dizendo: Senhor, socorre-me!

Mateus 15:26 Então, ele, respondendo, disse: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos.

Mateus 15:27 Ela, contudo, replicou: Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos.

Mateus 15:28 Então, lhe disse Jesus: Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se contigo como queres. E, desde aquele momento, sua filha ficou sã.


Capítulos: Mateus 14 | Este | Mateus 16

destaquei um comentario:

Gostaria de uma explicação sobre Marcos 7,24-30, a cura da filha de uma mulher pagã.

Pergunta enviada por Telma Alves - Campo Grande, em 13/02/2009

A narração de Marcos, sobre a qual você pergunta, conta a cura, por parte de Jesus, da filha de uma siro-fenícia (veja o texto abaixo), ou seja, de uma pessoa pagã, não pertencente à fé judaica. A mulher insiste para que Jesus cure a filha, endemoniada. Jesus, que está no território de Tiro (e de sidônia), atualmente cidades libaneses e que não estavam dentro dos confins da terra prometida, de Israel, responde à mulher: Deixa que primeiro se fartem os filhos; porque não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos. (Em Mateus, onde aparece o mesmo episódio, Jesus diz: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel (...) Não fica bem tirar o pão dos filhos e atirá-los aos cachorrinhos (Mateus 15,24.26). A mulher insiste com Jesus dizendo: Sim, Senhor; mas também os cachorrinhos debaixo da mesa comem das migalhas dos filhos. Diante da palavra desta mulher Jesus a manda para casa, dizendo que a filha estava curada. E de fato, voltando à casa, a mulher pagã encontrou a filha livre do demônio.

É um texto muito interessante. O aspecto fundamental deste episódio é a relação de Jesus – e do cristianismo – com os pagãos, ou seja, as pessoas que não pertenciam ao povo judeu e que, em princípio, não acreditavam em YHWH, o Deus de Israel. Os pagãos (goyim, em hebraico) eram vistos pelos judeus como pecadores, idólatras e que encarnavam a impureza (Esdras 6,21). Por isso eram considerados inimigos de Deus e do sue povo (Salmos 79,1-10; Jeremias 10,25). De fato é Israel que é o povo escolhido, o povo da revelação; a ele é dada a presença de Deus (Números 14,14).

Jesus, sendo filho do seu povo, da sua época, participava desta visão.

http://www.abiblia.org/perguntasView.asp?id=625



Mitch...
Esta é a minha fonte, a Bíblia é muito explícita.
Nem tudo foi manipulado, é importante usar o sentimento e a sabedoria para discernir.
Jesus nunca escondeu que veio para o povo judeu.
Também é algo notável o Deus judeu Yavé....notável pela sua parcialidade...
Porém não foi assim que eu e milhares de pessoas percebemos que cada povo aqui da Terra e de vários quadrantes do Universo tem seu Avatar, seu Salvador.
Citando alguns:
Buda,
Maomé
Krishna
Isis, Osíris e Hórus....
cada qual para um povo em uma determinada época exatamente quando a humanidade está decaindo.
O importante mesmo é que se a gente procurar conhecer as linhas filosóficas desses avatares ou dos manus ou condutores de povos, verificamos que apesar da roupagem que usam ou da linguagem, dos costumes exóticos ou não, todos dizem a mesma coisa no fundo. Todos.
Podemos dizer que todos os caminhos levam a Roma...ou ao AMOR?

maria elisa

fadinha

Mensagens : 59
Data de inscrição : 09/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A austeridade do Caminho Espiritual

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum