COMUNIDADE FAMILIA ASCENSAO
SAUDAÇÕES QUERIDA FAMILIA.
PARA CONHECER OS DEBATES E PARTILHAS ANTERIORES VISITE O LINK
http://nominato.com.br/forum/index.php

ATENÇÃO :
APÓS FAZER O REGISTRO, VÁ NA SUA CAIXA DE EMAIL E "ATIVE" SUA CONTA.
VOLTE AO FÓRUM E CLIQUE "LOGIN" NOME E SENHA "MANTER CONECTADO". PARA FUGIR DAS PROPAGANDAS.


LIVRO DE URÂNTIA

Página 5 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 5:21 am

Documento 17 - Os Sete Grupos de Espíritos Supremos

4. Os Auxiliares Reflectivos da Imagem

(202.1) 17:4.1 Os quarenta e nove Auxiliares Refletivos da Imagem foram criados pelos Espíritos Refletivos;
e há apenas sete Auxiliares nas sedes-centrais de cada superuniverso.
Os primeiros atos criadores dos Sete Espíritos Refletivos de Uversa foram a produção dos seus sete Auxiliares
das Imagens, cada Espírito Refletivo criando o seu próprio Auxiliar. Os Auxiliares das Imagens são, considerando
certos atributos e características, reproduções perfeitas dos seus Espíritos Refletivos Maternos; são duplicações virtuais,
excetuando-se o atributo da refletividade. Eles são verdadeiras imagens e funcionam, constantemente,
como canal de comunicação entre os Espíritos Refletivos e as autoridades dos superuniversos.
Os Auxiliares das Imagens não são meramente assistentes; eles são as representações reais dos seus respectivos
Espíritos ancestrais; eles são imagens, e são fiéis ao seu nome.

(202.2) 17:4.2 Os Espíritos Refletivos, eles próprios, são verdadeiras personalidades, mas de uma ordem incompreensível
para os seres materiais.

(202.3) 17:4.3 Eles estão estreitamente interligados ao serviço de informação do esquema universal da progressão mortal;
mas vós não entrareis em contato pessoal com eles, quando estiverdes nas escolas de Uversa, porque esses seres,
aparentemente pessoais, são desprovidos de vontade; eles não exercem o poder de escolha.

(206.5) 17:8.10 [Apresentado por um Conselheiro Divino de Uversa.]

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 6:26 am

Resumindo: O pai (primeira fonte) criou o Filho (Segunda Fonte) e conjuntamente criaram o Espírito (Terceira Fonte).

A trindade criou os 7 Espíritos Mestres que a combinação das 3 pessoas da trindade conforme abaixo.

(184.2) 16:0.2 Os Sete Espíritos Mestres têm, assim, a sua origem à semelhança das sete combinações seguintes,
derivando delas as suas características individuais:

(184.3) 16:0.3 1. O Pai Universal.
(184.4) 16:0.4 2. O Filho Eterno.
(184.5) 16:0.5 3. O Espírito Infinito.
(184.6) 16:0.6 4. O Pai e o Filho.
(184.7) 16:0.7 5. O Pai e o Espírito.
(184.Cool 16:0.8 6. O Filho e o Espírito.
(184.9) 16:0.9 7. O Pai, o Filho e o Espírito.


Após foram criados os 7 Executivos Supremos, que são os auxiliares dos 7 Espíritos Mestres conforme explica abaixo:

(198.1) 17:1.1 ...Executivos Supremos: um grupo de sete que foi trinitarizado pelo Pai, pelo Filho e pelo Espírito,
segundo as especificações dos Sete Espíritos Mestres, para seres do tipo que possa funcionar como os seus representantes
universais.


Num enlace com a Trindade e os 7 Espíritos Mestres surgiu os 49 Espíritos Refletivos que é a combinação matemática
máxima possível entre (3 e 7) = 49 e da soma dos 49 entre si surgiu Majeston o Espírito Refletivo nº 50.

(199.6) 17:2.2 Essas operações memoráveis, que ocorreram na aurora dos tempos,
demonstram o esforço inicial das Personalidades Criadoras Supremas, representadas pelos Espíritos Mestres,
para atuarem como co-criadoras com a Trindade do Paraíso. Essa união do poder criador dos Criadores Supremos
com os potenciais criadores da Trindade é a fonte mesma da realidade do Ser Supremo.
É por isso que, após o ciclo da criação refletiva haver percorrido todo o seu curso, quando cada um dos Sete
Espíritos Mestres já havia encontrado a sincronia perfeita de criação com a Trindade do Paraíso,
e quando o quadragésimo nono Espírito Refletivo estava já personalizado, só então ocorreu uma nova e abrangente reação,
no âmbito do Absoluto da Deidade, que conferiu novas prerrogativas de personalidade ao Ser Supremo,
e isso culminou na personalização de Majeston, o dirigente da refletividade e o centralizador,
no Paraíso, de todo o trabalho dos quarenta e nove Espíritos Refletivos e dos seus colaboradores em todo o universo
dos universos.


Após os 49 auxiliares refletivos da imagem criaram os seus 49 auxiliares, conforme explica abaixo.

(202.1) 17:4.1 Os quarenta e nove Auxiliares Refletivos da Imagem foram criados pelos Espíritos Refletivos;
e há apenas sete Auxiliares nas sedes-centrais de cada superuniverso. Os primeiros atos criadores dos Sete Espíritos
Refletivos de Uversa foram a produção dos seus sete Auxiliares das Imagens, cada Espírito Refletivo criando o seu
próprio Auxiliar. Os Auxiliares das Imagens são, considerando certos atributos e características,
reproduções perfeitas dos seus Espíritos Refletivos Maternos; são duplicações virtuais,
excetuando-se o atributo da refletividade. Eles são verdadeiras imagens e funcionam,
constantemente, como canal de comunicação entre os Espíritos Refletivos e as autoridades dos superuniversos.
Os Auxiliares das Imagens não são meramente assistentes; eles são as representações reais dos seus respectivos
Espíritos ancestrais; eles são imagens, e são fiéis ao seu nome.


Lendo os textos acima, percebe-se que a matemática também está presente e que pela leitura do livro,
acredito que um exemplo que podemos dar disto são as cores, tem as primárias, as secundárias, terciárias, etc.

Também pela leitura entendo que como no exemplo dos 49 espíritos refletivos, que esgotado a combinação matemática,
depois surge o total como uma nova personalidade com poderes totais que nem um dos outros sozinhos possuia.

Me parece também que o Supremo seria uma 4ª pessoa, o Supremo seria a soma de todos os 7 Superuniversos.

Também lendo o Livro, a criação dos seres parece como a montagem de automóvel, onde as partes são construídas
em lugares diferentes e depois são montados num outro lugar e ainda por cima vão ganhando acessórios, as personalidades
vão se agregando formando novas personalidades.

Segundo o Livro, que para o ser entender algo ele tem que desmembrar o todo em partes o que me faz lembrar da matemática,
das derivadas e integrais, sendo uma a inversa da outra.

Um professor de matemática no segundo grau deu um exemplo que nunca me esqueci, ele pegou um giz e disse isto é uma integral,
esfarelou o giz e disse, estes fragmentos são as derivadas, a integral é o inverso, é o agrupamento dos fragmentos.

Enfim algumas coisas estão no livro, outras são minhas conclusões sujeitas a ajustes.

Uma ótima quarta a todos!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URANTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 7:17 pm

Olá amigos esses textos do livro de Urântia, como essas expressões de dirigentes do Universos Criadores, me faz lembrar um texto que li sobre Demiurgo.
Ou seja temos a fonte que podemos considerar como o arquiteto do Universo, e os engenheiros que sãos os que co-criam o que foi designado pelo arquiteto só que as vezes esses engenheiros se perdem no caminho que é o caso de Lucifer, então postarei aqui o texto sobre Demiurgo para os irmãos analisar e fazermos considerações dess
e texto.
Namastê.


O Demiurgo, o Artífice ou Criador, em alguns sistemas de crenças, é a deidade responsável pela criação do universo físico. Originalmente, o demiurgo era descrito como uma entidade divina nos trabalhos de Platão, cerca de 360ac, porém mais tarde no Gnosticismo o termo refere-se ao maligno deus criador do mundo material.
O demiurgo aparece em diferentes sistemas religiosos e filosóficos, mas notavelmente no Platonismo e mais tarde no Gnosticismo. No platonismo, o demiurgo é uma divindade ou força criativa que deu forma ao mundo material. Platão usa o termo para significar a criação omni-benevolente. Para Platão, o demiurgo é uma criador (de leis ou do céu) ou o criador (do Mundo) em Timaeus. Já no Gnosticismo, uma divindade subordinada à Divindade suprema, algumas vezes considerada como o criador do mal. Uma força que governa ou poder criativo.
O neoplatonista Plotinus identificou o demiurgo como nous (divino propósito), a primeira emanação do "Único" (veja mônada). Neoplatonistas personificaram o demiurgo como Zeus. No Gnosticimo, o universo material é visto como mal e o demiurgo é o criador mal do mundo físico. Nomes Gnosticos alternativos para o Demiurgo, incluem Yaldabaoth, Yao ou Iao, Ialdabaoth e várias outras variantes. Os Gnósticos identificaram o Demiurgo com Yahweh (veja os Setianos e Ophitas). Ele é conhecimento como Ptahil no Mandaeanismo.
Ele é o formador do Mundo inferior (ou material). Considerado como o chefe dos Arcontes e de sabedoria limitada e imperfeita. Segundo os Gnósticos, esta entidade seria o Deus do Velho Testamento da Biblia. Este ente tem a arrogância típica dos que se acham onipotentes, contudo não é mau. Criador de tudo que conhecemos, porém acha que todos devem curvar-se a sua divindade. Entretanto questionado por Sophia que quer que as Almas do Mundo sejam livres, rebela-se e envia aos homens o seu filho mais querido, o Cristo. Assim as Almas tenham consciência de sua parcela divina e partam para o Pleroma. Para impedir isso, o Demiurgo cria inúmeras ilusões para afastar as Almas de sua legítima parcela divina e sejam escravos da roda do Mundo, a Reencarnação. Portanto, a entidade poderá continuar a ser governante desta pequena Esfera de Vida onde é absoluto.
Origem da Palavra
A palavra demiurgo é derivada do Grego antigo δημιουργός (dēmiourgós, latinizado demiurgus). No Grego Clássico, a palavra Demiourgos significa "artesão" ou "artífice", literalmente "aquele que trabalha a para o povo", trabalhador especializado, criador; dēmios (δήμιος) que pertence ao povo;
mos, “o povo”.


Última edição por Raio de luar em Qua Set 01, 2010 7:21 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 7:19 pm

Documento 17 - Os Sete Grupos de Espíritos Supremos

5. Os Sete Espíritos dos Circuitos

http://encyclopediaurantia.org/images/cspirit0.jpg

(202.4) 17:5.1 Os Sete Espíritos dos Circuitos de Havona são a representação impessoal conjunta do Espírito Infinito
e dos Sete Espíritos Mestres perante os sete circuitos do universo central. Eles são os servidores dos Espíritos Mestres,
de quem são progênie coletiva. Os Espíritos Mestres suprem os sete superuniversos com uma individualidade
administrativa distinta e diversificada. Por intermédio desses Espíritos uniformes dos Circuitos de Havona,
os Espíritos Mestres tornam-se capazes de prover o universo central de uma supervisão espiritual unificada,
uniforme e coordenada.

http://encyclopediaurantia.org/images/cspirit.jpg

(202.5) 17:5.2 Os Sete Espíritos dos Circuitos estão limitados, cada um deles, a permear apenas um circuito de Havona.

(203.3) 17:5.5 Os Espíritos dos Circuitos estão relacionados aos habitantes nativos de Havona, tanto quanto os
Ajustadores do Pensamento estão relacionados às criaturas mortais que habitam os mundos dos universos evolucionários.
Como os Ajustadores do Pensamento, os Espíritos dos Circuitos são impessoais; e eles consorciam-se às mentes perfeitas
dos seres de Havona, de um modo muito semelhante àquele pelo qual os espíritos impessoais do Pai Universal residem
nas mentes finitas dos homens mortais. Entretanto, os Espíritos dos Circuitos nunca se tornam uma parte permanente
das personalidades de Havona.

(206.5) 17:8.10 [Apresentado por um Conselheiro Divino de Uversa.]

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URANTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 7:34 pm

Lembrando aos irmãos que não quero que fujamos do foco que é o estudo do Livro... é que essas expressões todas me lembrou esse texto que estudei de Demirgo.
Por isso postei pela semelhança dessas exp
ressões e das histórias da queda de Lucifer.
Namastê.



Raio de luar escreveu:Olá amigos esses textos do livro de Urântia, como essas expressões de dirigentes do Universos Criadores, me faz lembrar um texto que li sobre Demiurgo.
Ou seja temos a fonte que podemos considerar como o arquiteto do Universo, e os engenheiros que sãos os que co-criam o que foi designado pelo arquiteto só que as vezes esses engenheiros se perdem no caminho que é o caso de Lucifer, então postarei aqui o texto sobre Demiurgo para os irmãos analisar e fazermos considerações dess
e texto.
Namastê.


O Demiurgo, o Artífice ou Criador, em alguns sistemas de crenças, é a deidade responsável pela criação do universo físico. Originalmente, o demiurgo era descrito como uma entidade divina nos trabalhos de Platão, cerca de 360ac, porém mais tarde no Gnosticismo o termo refere-se ao maligno deus criador do mundo material.
O demiurgo aparece em diferentes sistemas religiosos e filosóficos, mas notavelmente no Platonismo e mais tarde no Gnosticismo. No platonismo, o demiurgo é uma divindade ou força criativa que deu forma ao mundo material. Platão usa o termo para significar a criação omni-benevolente. Para Platão, o demiurgo é uma criador (de leis ou do céu) ou o criador (do Mundo) em Timaeus. Já no Gnosticismo, uma divindade subordinada à Divindade suprema, algumas vezes considerada como o criador do mal. Uma força que governa ou poder criativo.
O neoplatonista Plotinus identificou o demiurgo como nous (divino propósito), a primeira emanação do "Único" (veja mônada). Neoplatonistas personificaram o demiurgo como Zeus. No Gnosticimo, o universo material é visto como mal e o demiurgo é o criador mal do mundo físico. Nomes Gnosticos alternativos para o Demiurgo, incluem Yaldabaoth, Yao ou Iao, Ialdabaoth e várias outras variantes. Os Gnósticos identificaram o Demiurgo com Yahweh (veja os Setianos e Ophitas). Ele é conhecimento como Ptahil no Mandaeanismo.
Ele é o formador do Mundo inferior (ou material). Considerado como o chefe dos Arcontes e de sabedoria limitada e imperfeita. Segundo os Gnósticos, esta entidade seria o Deus do Velho Testamento da Biblia. Este ente tem a arrogância típica dos que se acham onipotentes, contudo não é mau. Criador de tudo que conhecemos, porém acha que todos devem curvar-se a sua divindade. Entretanto questionado por Sophia que quer que as Almas do Mundo sejam livres, rebela-se e envia aos homens o seu filho mais querido, o Cristo. Assim as Almas tenham consciência de sua parcela divina e partam para o Pleroma. Para impedir isso, o Demiurgo cria inúmeras ilusões para afastar as Almas de sua legítima parcela divina e sejam escravos da roda do Mundo, a Reencarnação. Portanto, a entidade poderá continuar a ser governante desta pequena Esfera de Vida onde é absoluto.
Origem da Palavra
A palavra demiurgo é derivada do Grego antigo δημιουργός (dēmiourgós, latinizado demiurgus). No Grego Clássico, a palavra Demiourgos significa "artesão" ou "artífice", literalmente "aquele que trabalha a para o povo", trabalhador especializado, criador; dēmios (δήμιος) que pertence ao povo;
mos, “o povo”.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 8:11 pm

Olá Raio de Luar!

Postamos quase juntos as mensagens, estava trabalhando na minha quando vi estava a tua antes.

Mas tudo faz parte para os estudos, baseado no que tu postou, estava pensando e procurando alguma
coisa para esclarecer certas coisas que ainda acontecem aqui no mundo.

Pelo Livro, sabe-se que o criador deste universo local foi Michael e que Lúcifer não era um criador,
Lúcifer era um filho do Universo Local da ordem dos Lanonandeques.

Andei lendo algo a respeito da criação de uma dimensão e de um DNA artificial.

Mas segundo o Livro o príncipe planetário continuou por aqui:

(610.2) 53:8.6 O último ato de Michael antes de deixar Urântia foi o de oferecer misericórdia a Caligástia
e Daligástia, mas estes desdenharam a afetuosa oferta.

Caligástia, o vosso Príncipe Planetário apóstata, ainda está em Urântia, livre para continuar os seus desígnios nefandos,
mas não tem absolutamente nenhum poder para entrar nas mentes dos homens, nem pode aproximar-se das suas almas
para tentá-las ou corrompê-las, a menos que realmente desejem ser amaldiçoadas pela sua presença perversa.


Uma ótima quarta a todos!



Última edição por W.A.M. em Seg Set 06, 2010 4:36 am, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 8:20 pm

Olá Raio de Luar!

Continuando o assunto, retirei uma pequena parte da postagem da neferis8, do tópico "Portal para Jesus",
nesta e muitas outras mensagens nota-se que algo ruim ainda está no mundo em oposição ao Criador.

neferis8 escreveu: Sê-de todos fiéis a primeira LUZ DO MUNDO como eu sempre procurei ser, ainda que tropeçando e batendo meus pés nas guias erradas estou podendo antever a promessa daquilo que foi feito em seu sacrifício.

Cada um de nós ofertará sua vida ao PAI que nos criou, essa é a entrega, não precisamos nem ser queimados, muito menos crucificados nessa geração, a menos que o opositor, o FILHO DA PERDIÇÃO que todos vocês escutaram falar assim o determine.

Muita das confusões que você percebem na Terra vem das idealizações maquiavélicas dessa natureza que não deseja que os filhos da LUZ retornem ao PARAÍSO de onde vieram e para qual os libertos irão se encaminhar.

A salvação está chegando. O Cristo virá buscar o que é SEU.


Última edição por W.A.M. em Qua Set 01, 2010 8:27 pm, editado 3 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Olá Irmão

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 8:23 pm

[b][i]Sim irmão! é que pela semelhança de algumas coisas contendo no Livro eu me lembrei disso, concordo que Demirgo ou seja lá que nome ele tiver não pode entrar nas mentes dos homens, mas com certeza ele cria essas ilusões todas para que todos fiquem em uma mesma vibração negativa colaborando com o caos e medo que é a onde ele pega as pessoas despreparadas.
E isso esse ser sabe fazer muito bem.
Mas do outro lado estamos nós trabalhando para elevarmos nossas conciencias, trazendo assim paz a terra, levando todos nossos irmãos de volta a casa
de Nosso Pai.
Namastê!



W.A.M. escreveu:Olá Raio de Luar!

Postamos quase juntos as mensagens, estava trabalhando na minha quando vi estava a tua antes.

Mas tudo faz parte para os estudos, baseado no que tu postou, estava pensando e procurando alguma
coisa para esclarecer certas coisas que ainda acontecem aqui no mundo.

Pelo Livro, sabe-se que o criador deste universo local foi Michael e que Lúcifer não era um criador,
Lúcifer era um filho do Universo Local da ordem do Lanonandeques.

Andei lendo algo a respeito da criação de uma dimensão e de um DNA artificial.

Mas segundo o Livro o príncipe planetário continuou por aqui:

(610.2) 53:8.6 O último ato de Michael antes de deixar Urântia foi o de oferecer misericórdia a Caligástia e Daligástia,
mas estes desdenharam a afetuosa oferta. Caligástia, o vosso Príncipe Planetário apóstata, ainda está em Urântia,
livre para continuar os seus desígnios nefandos, mas não tem absolutamente nenhum poder para entrar nas mentes dos homens,
nem pode aproximar-se das suas almas para tentá-las ou corrompê-las, a menos que realmente desejem ser amaldiçoadas
pela sua presença perversa.


Uma ótima quarta a todos!

cheers flower


Última edição por Raio de luar em Qua Set 01, 2010 8:25 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 8:28 pm

W.A.M. escreveu:Olá Raio de Luar! De novo postamos juntos, aqui vai de novo.

Continuando o assunto, retirei uma pequena parte da postagem da neferis8, do tópico "Portal para Jesus",
nesta e muitas outras mensagens nota-se que algo ruim ainda está no mundo em oposição ao Criador.

neferis8 escreveu: Sê-de todos fiéis a primeira LUZ DO MUNDO como eu sempre procurei ser, ainda que tropeçando e batendo meus pés nas guias erradas estou podendo antever a promessa daquilo que foi feito em seu sacrifício.

Cada um de nós ofertará sua vida ao PAI que nos criou, essa é a entrega, não precisamos nem ser queimados, muito menos crucificados nessa geração, a menos que o opositor, o FILHO DA PERDIÇÃO que todos vocês escutaram falar assim o determine.

Muita das confusões que você percebem na Terra vem das idealizações maquiavélicas dessa natureza que não deseja que os filhos da LUZ retornem ao PARAÍSO de onde vieram e para qual os libertos irão se encaminhar.

A salvação está chegando. O Cristo virá buscar o que é SEU.


Última edição por W.A.M. em Qua Set 01, 2010 8:38 pm, editado 2 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URANTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 8:37 pm

Tem mais textos falando sobre ele, que ele é aquele Deus falado na Bíblia no velho testamento, quer sempre que todos estejam aos seus pés é vingativo, e favorece a uns e desmerece a outros é interessante que se analisarmos o Deus pregado no velho testamento faz todo sentido desse Demirgo.
Assim como faz sentido até hoje as apologias dirigidas
a ele.
Namastê.



W.A.M. escreveu:Olá Raio de Luar!

Continuando o assunto, retirei uma pequena parte da postagem da neferis8, do tópico "Portal para Jesus",
nesta e muitas outras mensagens nota-se que algo ruim ainda está no mundo em oposição ao Criador.

neferis8 escreveu: Sê-de todos fiéis a primeira LUZ DO MUNDO como eu sempre procurei ser, ainda que tropeçando e batendo meus pés nas guias erradas estou podendo antever a promessa daquilo que foi feito em seu sacrifício.

Cada um de nós ofertará sua vida ao PAI que nos criou, essa é a entrega, não precisamos nem ser queimados, muito menos crucificados nessa geração, a menos que o opositor, o FILHO DA PERDIÇÃO que todos vocês escutaram falar assim o determine.

Muita das confusões que você percebem na Terra vem das idealizações maquiavélicas dessa natureza que não deseja que os filhos da LUZ retornem ao PARAÍSO de onde vieram e para qual os libertos irão se encaminhar.

A salvação está chegando. O Cristo virá buscar o que é SEU.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URANTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 8:52 pm

Mas uma coisinha para encerrar... Jesus veio nos ensinar o amor exatamente para isso, para nos tirar das garras dessa entidade segundo o que li.
E por isso Jesus sempre está em nosso corações porque o objetivo de Jesus é nos conduzir ao nosso verdadeiro lar... ao nosso verdadeiro Pai.
Porque todos os seus filhos ainda que criem... sempre serão co-criadores porque a fonte sempre será de nosso Pai, sempre e etern
amente.

Namastê.
flower cheers

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 9:03 pm

Aproveitando e continuanado o assunto de Lúcifer:

Documento 53 - A Rebelião de Lúcifer

9. O Status Atual da Rebelião

(610.6) 53:9.1 Nos primeiros dias da rebelião de Lúcifer, a salvação foi oferecida a todos os rebeldes, por Michael.
A todos aqueles que dessem prova de arrependimento sincero, ele ofereceu, quando chegasse a alcançar a sua soberania
completa no universo, o perdão e o restabelecimento em alguma forma de serviço no universo.
Nenhum dos líderes aceitou essa oferta misericordiosa.

(611.1) 53:9.2 O arquifarsante nunca mais esteve em Urântia, depois dos dias em que tentou desviar Michael do propósito
de completar a auto-outorga e estabelecer a si próprio, final e seguramente, como o governante irrestrito de Nébadon.
Quando Michael tornou-se o soberano estabelecido do universo de Nébadon, Lúcifer foi levado em custódia pelos agentes
dos Anciães dos Dias de Uversa e, desde então, tem estado prisioneiro, no satélite de número um, do grupo do Pai,
nas esferas de transição de Jerusém. E, ali, os governantes de outros mundos e sistemas podem contemplar o fim do infiel
Soberano de Satânia. Paulo sabia do status desses líderes rebeldes, depois da auto-outorga de Michael, pois escreveu sobre
os chefes de Caligástia como as “hostes espirituais da maldade, nas regiões celestes”.

(611.2) 53:9.3 Michael, ao assumir a soberania suprema de Nébadon, solicitou aos Anciães dos Dias a autorização para
internar todas as personalidades que participaram da rebelião de Lúcifer...

(611.3) 53:9.4 Machiventa Melquisedeque, desde então, foi proclamado Príncipe Planetário vice-regente de Urântia;
e a abertura do caso Gabriel versus Lúcifer assinalou a inauguração de regimes planetários temporários,
em todos os mundos isolados.

{611.4) 53:9.5 Desde a auto-outorga final de Michael, ninguém, em todo o Satânia, desejou ir aos mundos de prisão
para ministrar aos rebeldes internados. E nenhum outro ser foi conquistado pela causa dos enganadores.
Por mil e novecentos anos, tal status não sofreu alteração.

(611.5) 53:9.6 Nós não antecipamos uma eliminação das restrições atuais feitas a Satânia, antes que os Anciães dos Dias
hajam tomado uma decisão final sobre os líderes rebeldes. Os circuitos do sistema não serão reinstalados enquanto Lúcifer
estiver vivo. Nesse meio tempo, ele está totalmente inativo.

(611.6) 53:9.7 A rebelião terminou em Jerusém. Ela cessa, nos mundos caídos, tão logo os Filhos divinos cheguem até eles.
Acreditamos que os rebeldes que algum dia iriam aceitar a misericórdia já o fizeram, todos. Aguardamos pela teletransmissão
que, em um clarão de relâmpago, irá privar tais traidores da existência da sua personalidade. Antecipamos que o veredicto de Uversa,
a ser anunciado nessa transmissão, indicará a ordem de execução que irá efetivar a aniquilação desses rebeldes aprisionados.
E então vós ireis procurá-los nos lugares deles, mas eles não serão encontrados. “E aqueles que vos conhecem, entre os mundos,
espantar-se-ão convosco; pois fostes um terror, mas nunca mais o sereis novamente”. E assim todos esses traidores indignos
“serão como se nunca houvessem existido”. Todos aguardam o decreto de Uversa.

(611.7) 53:9.8 Contudo, durante idades, os sete mundos de prisão, de escuridão espiritual em Satânia,
constituíram um solene aviso para todo o Nébadon, proclamando eloqüente e efetivamente a grande verdade
“de que o caminho do transgressor é duro”; “pois dentro de cada pecado está oculta a semente da sua própria destruição”;
e que “a recompensa do pecado é a morte”.

(612.1) 53:9.9 [Apresentado por Manovandet Melquisedeque, anteriormente vinculado à administração provisória de Urântia.]

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URANTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 9:15 pm

Bom se Lucifer foi aprisionado, enviou seu secretário porque o que vemos e o que sentimos é uma energia densa que está sobre a terra,e sempre tenta corromper a todos que caminham dormindo por meio das ilusões, e dessa forma essa força tenta dominar o mundo isso não podemos negar... é por isso que se faz urgente a ascensão de mais Arcanjos de Deus, porque é sempre pelo amor que acabaremos com total desequilíbrio na face da terra.
Namastê amor e luz aos corações. :f
lower: cheers flower

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 9:36 pm

Pelo que está escrito no Livro, Urântia só voltará a ser estabelecida nos circuítos mais
elevados quando houver um julgamento final desta rebelião.

Segundo os gnósticos, cada ser humano herdou uma partícula de Lúcifer e segundo
sabemos, a sua queda se deu por problemas no ego, e segundo os mesmos gnósticos
cabe a cada um transmutar esta partícula.

Quantas vezes não nós revoltamos até contra o Criador, certamente carregamos
na nossa genética algo desta rebelião, ou quem sabe muitos de nós até fizemos
parte desta rebelião e se não estamos aqui por miserecórdia, para um resgate e
clamamos por salvação.

Porque uma coisa eu pensei, se eu fosse Michael ira oferecer alternativas, até
para Lúcifer, e Michal fez isto para todos, principalmente os lideres não aceitaram,
mas muitos anjos e outros seres aceitaram e claro que acredito que uma forma de
resgate seria o trabalho.

No Livro diz que muitos estão trabalhandos nos mundos do Pai, mas muitos quem
sabe não estão aqui em Urântia.

Boa tarde!


Última edição por W.A.M. em Qui Set 02, 2010 4:04 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URANTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 9:46 pm

Concordo com certeza estão, pois nenhum Pai abandona seus filhos.
Se fizemos parte dessa rebelião pode ser! me recordei agora dos exilados de Capela, e tenho a certeza que fomos nós os expulsos.
Assim como muitos estão, e ainda serão expulsos de um novo mundo.
O importante é saber que agora estamos trabalhando para a nossa ascensão, e a ascensão de muitos irmãos que querem nos acompanhar nessa jornada de volta.
J
esus é por nós.
Namastê.


W.A.M. escreveu:Pelo que está escrito no Livro, Urântia só voltará a ser estabelecida nos circuítos mais
elevados quando houver um julgamento final desta rebelião.

Segundo os gnósticos, cada ser humano herdou uma partícula de Lúcifer e segundo
sabemos, a sua queda se deu por problemas no ego, e segundo os mesmos gnósticos
cabe a cada um transmutar esta partícula.

Quantas vezes não nós revoltamos até contra o Criador, certamente carregamos
na nossa genética algo desta rebelião, ou quem sabe muitos de nós até fizemos
parte desta rebelião e se não estamos aqui por miserecórdia, para um resgate e
clamamos por salvação.

Porque uma coisa eu pensei, se eu fosse Michael ira oferecer alternativas, até
para Lúcifer, e Michal fez isto para todos, principalmente os lideres não aceitaram,
mas muitos anjos e outros seres aceitaram e claro que acredito que uma forma de
resgate seria o trabalho.

No Livro diz que muitos estão trabalhandos nos mundos do Pai, mas muitos quem
sabe não estão aqui em Urântia.

Boa tarde!




flower cheers

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Set 01, 2010 11:27 pm

Documento 17 - 6. Os Espíritos Criativos do Universo Local

(203.5) 17:6.2 Estamos familiarizados com seis fases da carreira de um Espírito Materno de um universo
local e temos muitas cogitações a fazer sobre a probabilidade de um sétimo estágio de atividade.

Esses diferentes estágios de existência são:

(203.6) 17:6.3 1. A Diferenciação Inicial no Paraíso.

(203.7) 17:6.4 2. O Aperfeiçoamento Preliminar das Faculdades de Criador.

(204.1) 17:6.5 3. A Etapa da Criação Física.

(204.5) 17:6.9 6. As Idades de Luz e Vida.

(204.6) 17:6.10 7. A Carreira Não Revelada.

(206.5) 17:8.10 [Apresentado por um Conselheiro Divino de Uversa.]


7. Os Espíritos Ajudantes da Mente - Já foi comentado anteriormente neste tópico!


Última edição por W.A.M. em Seg Set 06, 2010 4:39 am, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qui Set 02, 2010 12:05 am

Olá Pessoal!

Um assunto muito interessante no Livro é sobre a Ministra Divina, que pode ser lido alguma coisa nesta última postagem,
mas no livro tem muito mais.

A ministra divina é nossa mãe, ela é um com Michael, Criador do universo local de Nebadon e goza de todas as prerrogativas
e poderes juntamente com ele.

Há entre eles uma união, com juramento de eterna fidelidade e abençoado pelo alto.

Em muitas religiões sempre teve uma parte feminina, era assim no Egito e em muitas outras crenças e atualmente na religião
católica é chamada de Maria.

Não importa o nome que a chamem, que acreditem até mesmo que ela Maria, mãe de Jesus, mas pelo que sei, a Ministra Divina
é mãe de Maria e de Jesus, mas não é mãe de Michael.

O que importa é saber que existe uma mãe e esta mãe é a Ministra Divina, que juntamente com nosso Pai
Michael, são os criadores de todos os filhos das mais diversas ordens do nosso universo local.

Michael é o nosso Pai, ele é filho do Filho Eterno, a Segunda Fonte da Trindade e a Ministra Divina é Filha
do Espírito Infinito, Terceira Fonte.

Como falei anteriormente, Gabriel é o filho único aqui no nosso universo local, assim como o Filho Eterno na
Trindade do Paraíso é único.

Somos todos filhos de Deus, porque embora sejamos filhos de Michael e da Ministra Divina, reside em nós um
fragmento do Pai, Primeira Fonte.

Depois da sétima auto-outorga de Michael, o Espírito deste Filho foi vertido sobre toda a humanidade e o chamam
de Espírito da Verdade e o Espírito Santo é o Espírito da Ministra Divina.

Posso entender porque Jesus valorizava e entendia tanto as mulheres, naqueles tempos que o machismo predominava
em larga escala.

Quando Jesus foi batizado não desceu o Espírito Santo sobre ele e nem tinha uma forma de pomba,
inclusive a pomba vem duma representação pagã, assim como tantos outros símbolos que foram incorporados ao cristianismo,
na verdade ele ouviu a voz do fragmento do Pai que estava nele.

Toda a ordem angélica, direta ou indiretamente são considerados filhas do Espírito Infinito e os seres da ordem dos
criadores são considerados como filhos de Deus.

Pelo livro, o Anjo pertence a uma outra ordem de evolução, embora os seres humanos se tornem como anjos, não serão
anjos e nem os anjos seres humanos, não digo que não seja possível, mas pertencem a ordem que evoluem paralelamente,
anjos não possuem asas e nem sexo, seriam mais parecidos como o ser humano feminino.

Boa tarde!


Documento 34 - O Espírito Materno do Universo Local

(374.1) 34:0.1 Quando um Filho Criador é personalizado pelo Pai Universal e o Filho Eterno,
o Espírito Infinito individualiza uma nova e única representação dele próprio para acompanhar esse
Filho Criador aos reinos do espaço, e ali ser a sua companheira, inicialmente na organização física e,
mais tarde, na criação e no ministério às criaturas do universo recém-projetado.

(383.3) 34:7.9 [Apresentado por um Mensageiro Poderoso temporariamente designado para o serviço
em Urântia.]


Última edição por W.A.M. em Seg Set 06, 2010 4:40 am, editado 5 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qui Set 02, 2010 4:17 pm

Documento 34 - 1. A Personalização do Espírito Criativo

http://encyclopediaurantia.org/images/michael1.jpg

(374.4) 34:1.1 Após o completar da organização física de um conjunto de estrelas e planetas,
e após o estabelecimento dos circuitos de energia efetuado pelos centros de potência do superuniverso,
após esse trabalho preliminar de criação, feito por intermédio das agências do Espírito Infinito operando
sob a direção da sua focalização criativa, no universo local, segue-se a proclamação do Filho Michael,
de que a vida está próxima de ser projetada no universo recém-organizado.

http://encyclopediaurantia.org/images/michael2.jpg

Quando o Paraíso reconhece essa declaração de intenção, ocorre uma reação de aprovação da parte da
Trindade do Paraíso, que é seguida do desaparecimento, no brilho das Deidades, do Espírito Mestre em
cujo superuniverso essa nova criação está sendo organizada.

http://encyclopediaurantia.org/images/michael3.jpg

Nesse meio tempo, os outros Espíritos Mestres se aproximam desse espaço central das Deidades do Paraíso e,
em seguida, quando o Espírito Mestre, abraçado pela Deidade, emerge para fazer o reconhecimento dos seus iguais,
ocorre aquilo que é conhecido como a “erupção primária”.

http://encyclopediaurantia.org/images/michael4.jpg

Esta se dá como um clarão espiritual extraordinário, um fenômeno claramente discernível até tão longinquamente
quanto estiver a sede-central do superuniverso em questão; e, simultaneamente a essa manifestação,
que pouco pode ser compreendida, da Trindade, ocorre uma mudança marcante na natureza da presença e no poder
do espírito criativo do Espírito Infinito residente no universo local em questão.

http://encyclopediaurantia.org/images/michael5.jpg

Em resposta a esses fenômenos do Paraíso, é personalizada imediatamente, na própria presença do Filho Criador,
uma nova representação pessoal do Espírito Infinito.

E esta é a Ministra Divina, ou Espírito Criativo, a ajudante individualizada do Filho Criador,
que se torna a sua coligada criativa pessoal, o Espírito Materno do universo local.

(383.3) 34:7.9 [Apresentado por um Mensageiro Poderoso temporariamente designado para o serviço em Urântia.]


Última edição por W.A.M. em Seg Set 06, 2010 4:30 am, editado 3 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Set 06, 2010 1:53 am

Documento 34 - 2. A Natureza da Ministra Divina

(375.4) 34:2.1 Havendo-se submetido a metamorfoses marcantes de personalidade no tempo da criação da vida,
a Ministra Divina, depois disso, funciona como uma pessoa e coopera de um modo muito pessoal com o Filho Criador,
no planejamento e direção dos assuntos extensos da criação local de ambos.

(375.5) 34:2.2 Ao atingir o status pessoal, o Espírito do Universo exerce um controle tão pleno e completo da gravidade
da mente, no universo local, quanto exerceria o Espírito Infinito, se estivesse pessoalmente presente.

(375.6) 34:2.3 Em cada universo local, a Ministra Divina funciona de acordo com a natureza e características inerentes
do Espírito Infinito, como corporificado em um dos Sete Espíritos Mestres do Paraíso.

(376.3) 34:2.6 Ainda que, sob muitos pontos de vista, o sétimo segmento do grande universo possa estar atrasado no seu
desenvolvimento, os estudantes que se aprofundam nos nossos problemas antecipam a evolução de uma criação
extraordinariamente bem equilibrada, nas idades que estão por vir.

Podemos antever esse alto grau de simetria em Orvônton, porque o Espírito que preside a este superuniverso é quem dirige
os Espíritos Mestres, nas alturas, sendo uma inteligência espiritual que incorpora a união equilibrada e a perfeita coordenação
de traços e caráter de todas as Três Deidades eternas.

(383.3) 34:7.9 [Apresentado por um Mensageiro Poderoso temporariamente designado para o serviço em Urântia.]




Última edição por W.A.M. em Seg Set 06, 2010 4:29 am, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Set 06, 2010 3:19 am

Documento 34 - 3. O Filho e o Espírito no Tempo e no Espaço

(376.4) 34:3.1 Nem o Filho Eterno, nem o Espírito Infinito são limitados ou condicionados,
seja pelo tempo, seja pelo espaço, no entanto a maior parte da sua descendência o é.

(376.6) 34:3.3 Nas suas prerrogativas pessoais, um Espírito Criativo é, total e completamente,
independente do espaço, mas não do tempo.

(377.1) 34:3.5 Um Filho Criador não é limitado pelo tempo, mas é condicionado pelo espaço;
ele não pode pessoalmente estar em dois lugares em um mesmo momento.

(377.2) 34:3.6 Portanto, como é observado na prática, em todo um universo local,
o Filho Criador e o Espírito Criativo em geral atuam independentemente tanto do tempo quanto do espaço;
posto que há sempre, à disposição de um, a liberação do tempo ou do espaço, para o outro.

(377.3) 34:3.7 Apenas os seres absolutos são independentes do tempo e do espaço, no sentido absoluto.

A maioria das pessoas subordinadas ao Filho Eterno, ou ao Espírito Infinito, estão sujeitas tanto ao tempo
quanto ao espaço.

(383.3) 34:7.9 [Apresentado por um Mensageiro Poderoso temporariamente designado
para o serviço em Urântia.]


Última edição por W.A.M. em Seg Set 06, 2010 4:41 am, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Set 06, 2010 4:24 am

Documento 34 - 4. Os Circuitos do Universo Local

(377.5) 34:4.1 Há três circuitos distintos espirituais no universo local de Nébadon:

(377.6) 34:4.2 1. O circuito do espírito efundido do Filho Criador, o Confortador, o Espírito da Verdade.

(377.7) 34:4.3 2. O circuito do espírito da Ministra Divina, o Espírito Santo.

(377.Cool 34:4.4 3. O circuito da ministração da inteligência, que inclui as atividades mais ou menos unificadas,
porém com funções diferentes, dos sete espíritos ajudantes da mente.

5. A Ministração do Espírito

(380.1) 34:5.7 A presença do Espírito Santo, vindo da Filha do Universo do Espírito Infinito,
a presença do Espírito da Verdade, do Filho do Filho Eterno, no Universo, e a presença do espírito-Ajustador
do Pai do Paraíso, em um mortal evolucionário ou com ele, denotam a simetria de dom espiritual e de ministração,
e qualificam esse mortal a compreender, e conscientemente transformar em realidade, o fato-fé da filiação a Deus.

6. O Espírito no Homem

(381.3) 34:6.9 Em cada mortal existe uma natureza dual: a herança das tendências animais e o elevado impulso
do dom do espírito.

Durante o curto período em que viverdes em Urântia, esses dois impulsos diversos e opostos raramente poderão
ser conciliados por completo, dificilmente poderão ser harmonizados e unificados; contudo, durante o vosso tempo de vida,
o Espírito solidário e combinado está sempre ministrando, no sentido de ajudar-vos a submeter, mais e mais,
a carne ao guiamento deste Espírito.

Ainda que devais viver a vossa vida material até o fim, ainda que não possais escapar do corpo nem das necessidades
dele, não obstante, estareis, em propósito e ideais, cada vez mais fortalecidos em poder para submeter a natureza
animal ao domínio do Espírito.

Existe, realmente, dentro de vós uma conspiração de forças espirituais, uma confederação de poderes divinos,
cujo propósito exclusivo é efetivar a vossa libertação final da escravidão material e das limitações finitas.

(383.3) 34:7.9 [Apresentado por um Mensageiro Poderoso temporariamente designado para o serviço em Urântia.]

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Set 06, 2010 6:35 pm

Luiz escreveu:OI GENTE

O Ego é um dos grandes impecilhos, uma coisa eu não entendo, por que o Ego existe?
O que aconteceu de errado conosco ( humanidade) para que ele existisse? Onde foi que erramos para
carregarmos dentro de nós este inimigo terrível que se chama Ego? São perguntas as quais ainda não
encontrei resposta e talvez nunca encontre.

Obrigado a todos.

Continuando e explicando um pouquinho mais sobre o ego que comentei com o Luiz no tópico
"A Sexualidade e a Ascensão":


Documento 34 - 7. O Espírito e a Carne

(382.4) 34:7.4 Na sua tarefa de realização planetária espiritual progressiva, os povos de Urântia sofrem
as conseqüências de estarem duplamente privados de ajuda.

A insurreição de Caligástia precipitou uma confusão de amplitude mundial e roubou de todas as gerações
subseqüentes a assistência moral que uma sociedade bem ordenada lhes haveria proporcionado.

E, ainda mais desastrosa foi a falta Adâmica, pois impediu às raças que alcançassem um tipo superior de
natureza física o qual teria sido mais adequado às suas aspirações espirituais.

(382.5) 34:7.5 Os mortais de Urântia estão obrigados a passar por tais lutas pronunciadas entre o espírito
e a carne, pelo fato de os seus ancestrais remotos não haverem sido mais completamente adamizados pela
outorga Edênica.

De acordo com o plano divino as raças mortais de Urântia deveriam ter tido naturezas físicas mais
naturalmente sensíveis ao espírito.

(382.6) 34:7.6 Apesar desse duplo desastre, para a natureza do homem e para o seu ambiente,
os mortais dos dias presentes, poderiam experimentar menos dessas lutas aparentes entre a carne e o espírito
caso eles quisessem entrar no Reino do espírito, no qual os filhos de Deus, pela fé, desfrutam de uma relativa
libertação da servidão da carne, por meio da iluminação do serviço sincero liberador e por meio da devoção,
de todo o coração, ao cumprimento da vontade do Pai nos céus.

Jesus mostrou à humanidade o novo caminho da vida mortal, por meio do qual os seres humanos podem escapar,
quase totalmente, das espantosas conseqüências da rebelião de Caligástia e compensarem-se mais efetivamente
das privações resultantes da falta Adâmica.

“O espírito da vida de Cristo Jesus tornou nos livres da lei do viver animal e das tentações do mal e do pecado.”
“Essa é a vitória sobre a carne; e é uma vitória da vossa própria fé.”

(383.1) 34:7.7 Aqueles homens e mulheres que são conscientes de Deus e que nasceram da experiência do Espírito
não entram em conflito com as suas naturezas mortais mais do que o fazem os habitantes dos mais normais dos
mundos, planetas que nunca foram maculados pelo pecado nem atingidos pela rebelião.

Os filhos da fé trabalham em níveis intelectuais e vivem em planos espirituais muito acima dos conflitos produzidos
pelos desejos físicos desenfreados ou pouco naturais.

As necessidades normais dos seres animais, os apetites e os impulsos naturais de ordem física não estão em conflito,
nem mesmo com as realizações espirituais mais elevadas, exceto nas mentes de pessoas ignorantes, mal instruídas
ou infelizmente tomadas por escrúpulos extremados.

(383.2) 34:7.8 Havendo começado o caminho da vida eterna, aceitado tal compromisso e recebido as vossas ordens
de avançar, não temais os perigos do esquecimento humano e da inconstância mortal, não vos perturbeis pela dúvida
e o temor ao fracasso, nem pela confusão da perplexidade; não hesiteis, nem questioneis sobre a vossa situação
e posição, pois em todas as horas escuras,em todas as encruzilhadas da luta para ir à frente, o Espírito da Verdade
alará sempre, declarando:“Este é o caminho”.

(383.3) 34:7.9 [Apresentado por um Mensageiro Poderoso temporariamente designado para o serviço em
Urântia.]


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Set 06, 2010 7:41 pm

Just escreveu:Estamos imersos em DEUS, que por sua vez não pode ser MENSURADO,
não tem características e não é algo palpável, tampouco compreendido inteiramente por nós...
imaginar que existe um criador com formas ou características é simplesmente colocar o egoísmo em prática...
particularmente enxergo DEUS em cada centímetro do UNIVERSO... em cada forma de vida macroscópica
e microscópica que habita esse planeta e fora dele... desde a partícula de Bóson-Higgs,
mais conhecido como elemento de Deus ou partícula de Deus ("No espaço vazio, o campo de Higgs adquire um valor
diferente de zero, que permeia a cada lugar no universo todo o tempo."),
até sistemas complexos de vida, tais como o nosso!!

A idéia de 1 criador seria uma idéia um tanto quanto inadequada pensando em um universo infinito com
inimagináveis formas de vidas e realidades paralelas completamente diferentes...
isso é algo que não podemos compreender ainda, e sim ter uma vaga idéia! Como podemos ter certeza de que não fomos
"criados" por "raças" semelhantes à nossa, que nos introduziram nesse habitat afim de proliferar a VIDA pelo UNIVERSO...
nesse caso esses "seres" seriam nossos DEUSES??!! Pois a idéia de Adão e Eva não me entra na cabeça...
mais uma vez que me perdões os que crêem!!
á diria Stephen Hawking... "...como poderiam mentes finitas compreender um UNIVERSO/DEUS infinito..."

Talvez, com a chegada do clímax da transição planetária, esses "deuses", que são seres mais evoluídos de outras orbes,
venham nos ajudar... assim como em outras civilizações passadas o fizeram, vide Atântida ou o próprio Egito...

Acredito que o próprio Cristo seja um desses nossos "irmãos maiores"... claro que com um nível espiritual muitíssimo elevado!!
E não me assustaria se o próprio viesse em alguma nave interestelar como suposta SEGUNDA VINDA...

Quero deixar bem claro que essa é apenas minha opinião... por favor não quero ofender ninguém aqui...
mesmo porque ofensas NÃO EXISTEM!! Wink

fiquem com Deus...
um grande abraço a todos...

Nota: "No espaço vazio, o campo de Higgs adquire um valor diferente de zero,
que permeia a cada lugar no universo todo o tempo."

http://pt.wikipedia.org/wiki/B%C3%B3son_de_Higgs

Sendo assim a partícula de Bóson-Highs, para a física, seria o próprio DEUS...
já que essa mesma seria ONIPRESENTE e formaria o MANTO ENERGÉTICO,
sendo a origem do ÁTOMO, formador de TUDO!! O experimento do Grande Colisor de Hádrons,
o famoso LHC, é exatamente para a pesquisa dessa partícula!!


Olá Just e demais participantes do Fórum!

Perdoem minha insistência em divulgar o Livro de Urântia, mas fico até admirado, como pode um livro
ter tantas respostas e ter tantas pessoas que nem sequer o conhecem ou simplesmente o ignoram pelos
os mais diversos motivos, acredito que alguns sejam por apego a certas crenças,
outros por orgulho, enfim como disse pelos mais diversos motivos.

Um leitor do Livro, teria uma idéia de como realmente é Deus, ao mesmo tempo que é onipresente e infinito, é
também uma pessoa que pode ser vista, que pode amar e se amado.

Saber quem são os criadores, a partícula de Deus e tantas outras respostas, respostas estas que
responderam a questionamentos que fazia desde criança sobre a Trindade, sobre a criação do mundo,
sobre Adão e Eva, sobre Lúcifer, sobre nossa localização no universo seja físico ou espiritual, sobre
Anjos e enfim sobre os mais variados assuntos.

Como pode uma obra desta envergadura ser ignorada por tantos.

Uma ótima semana a todos!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Set 06, 2010 10:58 pm

(27.3) 1:5.1 “Ele, que planejou o ouvido, não escutará? Ele, que formou o olho, não verá?”.
Deus é tanto infinito, quanto pessoal; Ele é uma personalidade infinita.


Documento 1 - 5. A Personalidade do Pai Universal

(27.3) 1:5.1 Não permitais que a magnitude e a infinitude de Deus obscureçam ou eclipsem
a vossa visão da personalidade Dele.

“Ele, que planejou o ouvido, não escutará? Ele, que formou o olho, não verá?”.
Deus é tanto infinito, quanto pessoal; Ele é uma personalidade infinita.

(27.4) 1:5.2 Ele é mais ainda do que qualquer conceito possível de uma superpersonalidade.

(27.5) 1:5.3 Ele é inabordável, para tantas ordens de seres, apenas porque ele “reside em uma luz da qual
nenhuma criatura material pode aproximar-se”.

(28.1) 1:5.4 Ainda que os mortais materiais não possam ver a pessoa de Deus, eles deveriam regozijar-se
com a certeza de que Ele é uma pessoa; pela fé deveriam aceitar a verdade que afirma que o Pai Universal
amou tanto o mundo, que proporcionou o crescimento espiritual eterno dos seus mais humildes habitantes;
que Ele “Se regozija com os Seus filhos”. Deus não carece de nenhum dos atributos supra-humanos e divinos
que constituem uma personalidade Criadora perfeita, eterna, plena de amor e infinita.

(28.2) 1:5.5 Nas criações locais (com exceção do pessoal dos superuniversos) Deus não tem manifestações
pessoais ou residenciais, além dos Filhos Criadores do Paraíso, que são os pais dos mundos habitados e os
soberanos dos universos locais.

O homem mortal simplesmente não pode ver Deus; não antes de atingir a completa transformação espiritual e,
de fato, não antes de alcançar o Paraíso.

(28.5) 1:5.8 Não obstante Deus ser um poder eterno, uma presença majestosa, um ideal transcendente,
um espírito glorioso; embora Ele seja tudo isso e infinitamente mais, ainda assim, Ele é, verdadeiramente
e para sempre, uma personalidade perfeita de Criador, uma pessoa que pode “conhecer e ser conhecida”,
que pode “amar e ser amada”, e que pode demonstrar amizade por nós; e assim vós podeis ser reconhecidos,
como outros seres humanos o foram, como amigos de Deus. Ele é um espírito real e uma realidade espiritual.

(28.6) 1:5.9 Por vermos o Pai Universal revelando-Se em todo o Seu universo; por discerni-Lo residindo no
interior das Suas miríades de criaturas; por contemplá-Lo nas pessoas dos Seus Filhos Soberanos;
por continuarmos a sentir a Sua divina presença aqui e ali, mais perto ou longe, não duvidemos nem
questionemos a primazia da Sua personalidade. Não obstante todas as vastas distribuições de Si próprio,
Ele permanece sendo uma pessoa verdadeira e mantém eternamente uma conexão pessoal com as hostes
incontáveis das Suas criaturas espalhadas nos universos dos universos.

(29.2) 1:5.12 Para a contemplação da Deidade, o conceito da personalidade deve ser desprovido da idéia de
corporalidade. Um corpo material não é indispensável à personalidade, seja no homem, seja em Deus.

(29.4) 1:5.14 Deus não adquire experiência, como o homem finito poderia conjecturar ou entender; no entanto,
Ele desfruta, dentro do âmbito da Sua própria personalidade eterna, de contínuas expansões de auto-realização,
as quais, de um certo modo, podem ser comparáveis e análogas à aquisição de novas experiências conforme são
feitas pelas criaturas finitas dos mundos evolucionários.

(29.6) 1:5.16 É literalmente verdade que: “Com todas as vossas aflições Ele aflige-Se”. “Em todos os vossos
triunfos, Ele triunfa em vós e convosco”. O Seu espírito divino pré-pessoal é uma parte real de vós.

O Pai Universal tem, em plena consciência divina, toda a experiência individual das lutas progressivas das mentes
em expansão e dos espíritos em ascensão, de cada entidade, ser e personalidade em toda a criação evolucionária
do tempo e do espaço. E tudo isso é absolutamente verdadeiro, pois “Nele todos nós vivemos, nos movemos e
temos nosso ser”.

(32.1) 1:7.9 [Apresentado por um Conselheiro Divino, membro de um grupo de personalidades celestes,
designado pelos Anciães dos Dias, em Uversa, sede do governo do sétimo superuniverso, para supervisionar
os trechos seguintes, desta revelação vindoura, que têm a ver com os assuntos de além das fronteiras do universo
local de Nébadon. Eu fui incumbido de responder pelos documentos que descrevem a natureza e os atributos de Deus,
porque eu represento a mais alta fonte de informação disponível para tal propósito, em qualquer mundo habitado.
Tenho servido como Conselheiro Divino, em todos os sete superuniversos, e por muito tempo residi no centro de todas
as coisas, no Paraíso. Muitas vezes tenho eu desfrutado do prazer supremo de uma estada na presença direta do Pai
Universal. Eu retrato a realidade e a verdade da natureza e dos atributos do Pai, com autoridade indiscutível;
eu conheço aquilo de que falo.]

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Ter Set 07, 2010 2:00 am

Olá Pessoal!

Seriam os ultimatons, a partícula de Deus, que os cientistas estão procurando descobrir?

Boa noite!


Documento 42 - 6. Ultímatons, Elétrons e Átomos

(476.4) 42:6.2 A gravidade local ou linear torna-se plenamente operativa com o surgimento da organização
atômica da matéria. A matéria pré-atômica torna-se ligeiramente sensível à gravidade quando ativada por raios X
e outras energias similares, mas nenhum empuxo de atração da gravidade linear mensurável é exercido sobre
as partículas livres, desagregadas e sem carga de energia-eletrônica, ou sobre os ultímatons não agrupados.

http://encyclopediaurantia.org/images/puissant.jpg

(476.5) 42:6.3 Os ultímatons funcionam por atração mútua, respondendo apenas à atração circular da gravidade
do Paraíso. Sem a reação à gravidade linear, eles mantêm-se vagando assim em um espaço universal.
Os ultímatons são capazes de acelerar a sua velocidade de revolução, a ponto de atingir o comportamento de uma
antigravidade parcial, mas não podem, independentemente dos diretores organizadores da força ou poder,
atingir a velocidade crítica, na qual escapam para a desindividualização, e retornam ao estado de energia potencial.
Na natureza, os ultímatons escapam do status de existência física apenas quando participam da ruptura terminal de
um sol resfriado que se extingue.

(476.6) 42:6.4 Os ultímatons, ainda desconhecidos em Urântia, desaceleram-se passando por muitas atividades
físicas antes de atingirem os pré-requisitos da energia de revolução para a organização eletrônica. Os ultímatons
têm três variedades de movimentos: a resistência mútua à força cósmica, as rotações individuais de potencial
antigravitacional e, no interior do elétron, as posições intraeletônicas daquela centena de ultímatons mutuamente
interassociados.

(476.7) 42:6.5 A atração mútua mantém cem ultímatons juntos na constituição do elétron; e nunca há mais nem
menos do que cem ultímatons em um elétron típico. A perda de um ou mais ultímatons destrói a identidade eletrônica
típica, trazendo à existência, desse modo, uma das dez formas modificadas do elétron.

(476.Cool 42:6.6 Os ultímatons não descrevem órbitas ou giros em torno dos circuitos dentro dos elétrons,
mas espalham-se ou agrupam-se, de acordo com as suas velocidades de rotação axial, determinando assim as
dimensões diferenciais eletrônicas. Essa mesma velocidade ultimatômica, de rotação axial, também determina
as reações negativas ou positivas dos vários tipos de unidades eletrônicas. A segregação total e o agrupamento
de matéria eletrônica, junto com a diferenciação elétrica, entre os corpos negativos e positivos de matéria-energia,
resultam dessas funções várias das interassociações dos ultímatons componentes.

(484.4) 42:12.16 [Apresentado por um Mensageiro Poderoso a serviço em Nébadon, e a pedido de Gabriel.]

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum