COMUNIDADE FAMILIA ASCENSAO
SAUDAÇÕES QUERIDA FAMILIA.
PARA CONHECER OS DEBATES E PARTILHAS ANTERIORES VISITE O LINK
http://nominato.com.br/forum/index.php

ATENÇÃO :
APÓS FAZER O REGISTRO, VÁ NA SUA CAIXA DE EMAIL E "ATIVE" SUA CONTA.
VOLTE AO FÓRUM E CLIQUE "LOGIN" NOME E SENHA "MANTER CONECTADO". PARA FUGIR DAS PROPAGANDAS.


LIVRO DE URÂNTIA

Página 2 de 13 Anterior  1, 2, 3, ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Ago 16, 2010 1:49 am







Última edição por W.A.M. em Ter Ago 17, 2010 5:06 am, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Antonio(Mago) em Seg Ago 16, 2010 2:30 am

Caro amigo W.A.M., para vc eu vou revelar algo de muito estranho que aconteceu comigo e estou dando o testemunho de verdade.
Não vou relatar aqui outras coisas de quando eu tinha apenas entre quatro a sete anos, tudo é uma convergência...
Lá pelos idos de 81 ou mesmo de 82 não me lembro bem o ano.
Eu estava ja deitado junto com meu irmão, ele num colchão e eu em outro mas com uma distância de apenas uns dois metros um do outro; eu jamais acreditava nessas coisas de espiritismo, como até hoje não acredito pois um espírito ja formado jamais precisa de decer num corpo de carnes e baixar como fazem, mas eu sei que existe outras formas de criaturas ainda não constituídas em almas e isso é uma verdade, mas se tem tudo isso como espíritos e não são, são meros agregados que buscam sobreviver e influenciar alguém.
Mas como eu estava dizendo estava ja quase dormindo era mais ou menos meia noite e eis que de repente eu estava deitado olhando o teto que era de concreto, de lage, não dava para ver materialmente o que vi e o que veio até mim, de repente eu estava olhando o céu todo estrelado e eu sabia que era o céu, mas ao mesmo tempo eu sabia que não dava pra ver o céu por causa da lage, do concreto e, lá em cima ardia um fogo que descia e descia numa extrema velocidade e de repente esse fogo adentrou no recinto onde estávamos e mais do que de repente aquílo penetrou na minha cabeça pela pineal, mas eu a princípio oferecí resistência, eu estava consciente e disse à criatura que ela não podia se utilizar de meu corpo e nós nos debatemos durante uns minutos ou segundos, não me lembro; sei que pelos meus entendimentos não aceitava que um espírito viesse e tomasse um corpo, mas no meu caso algo mais sério aconteceu!
Após alguns debates e duas falas a minha e a dele ao mesmo tempo, eu findei por desmaiar e dormí; no outro dia meu irmão teria relatado todo diálogo entre eu e ele e ele se dizia um ser superior que fazia parte de mim e que tudo aquilo não poderia ser diferente e após aqueles dias eu sentí muitas forças e corágens para todos os tipos de estudos e me abrí mais para compreender as coisas do mundo.

Por isso eu encontrei muito lenitivo no Livro de Urãntia que tem os escirtos sobre o residente e eu penso que deve ser um residente que está como meu guardião e ajustador e sei que isso é em possível.
Atualmente não mais deixo me levar pelas crenças, me foi ensinado algo muito maior e mais eficaz; o conhecimento de causa é o grande ensinamento nessa base de ensino jamais existe erros e enganos.
Por isso que não ignoro muitas coisas estranhas que são relatadas aqui mesmo no forum, sei que isso tudo depende dos raios e das nossas obrigações contratuais com os nossos superiores e nem sempre é como podemos entender mentalmente e intelectualmente.
Sempre estou aberto ao novo, ao desconhecido, mas não aro mão da dignidade de sempre uscar a verdade em todos os sentidos.

Com relação a sua experiência direta eu sei que vai ter logo logo, penso que ja está maduro, aguarde. Vc tem muitos conhecimentos intelectuais e não são inferiores, são superiores. Com um pouco mais de calma e de paciência algo vai aperecer e vc vai galgar os caminhos da experiência direta nos conformes com o raio que vc deve fazer parte.

Muita paz, luz e vida em todo nosso Ser.
avatar
Antonio(Mago)

Sagitário Mensagens : 276
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 61
Localização : Recife - Pernambuco

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Ago 16, 2010 2:58 am

retirado


Última edição por W.A.M. em Ter Ago 17, 2010 5:07 am, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Ago 16, 2010 3:35 am

Olá Pessoal!

Estamos falando sobre seres que habitam o sol, la no tópico Portal para Jesus.

O Livro fala mais nos aspectos físicos do nosso sol, mas achei interessante o que está escrito abaixo.

41:4:5 460¶2 Os sóis na sua maioria, contudo, não são tão densos.
Um dos vossos vizinhos mais próximos tem uma densidade exatamente igual à da vossa atmosfera no nível do mar.
Se estivésseis no interior desse sol, não seríeis capazes de discernir nada.
E, se a temperatura permitisse, vós poderíeis penetrar na maioria dos sóis que cintilam no céu à noite
e não perceber mais matéria do que vós percebeis no ar das vossas salas de estar na Terra.

Aproveitando e falando sobre o sol, vejam esta parte interessante, tendo em vista que muita gente está ficando
doente porque não toma mais sol, até inclusive pelo excesso de medo e proteção intensa contra os raios solares,
mesmo nas horas mais próprias para o banho de sol.

Documento 41

Aspectos Físicos do Universo Local

6. CÁLCIO – O VIANDANTE DO ESPAÇO

41:6:1 461¶5 Ao decifrar os fenômenos espectrais, deveria ser lembrado que o espaço não é vazio;
que a luz, ao atravessar o espaço, é algumas vezes ligeiramente modificada pelas várias formas de energia
e matéria que circulam em todo o espaço organizado. Algumas das linhas que indicam matéria desconhecida
que aparecem nos espectros do vosso sol são decorrentes das modificações em elementos bem conhecidos
flutuando no espaço sob formas desintegradas, perdas atômicas dos choques violentos entre os elementos solares.
O espaço está cheio desses dejetos ambulantes, especialmente de sódio e de cálcio.

41:6:2 461¶6 O cálcio é, de fato, o elemento principal que permeia a matéria do espaço em todo o Orvonton.
Todo o nosso superuniverso está cheio de pedra altamente pulverizada. E pedra é literalmente a matéria básica
de construção para os planetas e as esferas do espaço. A nuvem cósmica, o grande manto espacial, consiste,
na sua maior parte, de átomos modificados de cálcio. O átomo da pedra é um dos elementos mais prevalecentes
e persistentes. Não apenas resiste à ionização solar – à fragmentação –, mas perdura em uma identidade associativa,
mesmo depois de haver sido bombardeado pelos destrutivos raios X e abalado pelas altas temperaturas solares.
O cálcio possui uma individualidade e uma longevidade que superam todas as formas mais comuns de matéria.

41:6:3 462¶1 Como os vossos físicos suspeitaram, esses restos mutilados de cálcio solar literalmente cavalgam
os raios de luz por distâncias variadas, facilitando, assim, tremendamente a sua ampla disseminação pelo espaço.
O átomo de sódio, sob certas modificações, é também capaz de locomover-se por meio da luz e da energia.
Ainda mais notável é o feito do cálcio, pois esse elemento tem quase duas vezes a massa do sódio.
A permeação do espaço local pelo cálcio se deve ao fato de que ele escapa da fotosfera solar sob uma forma modificada,
literalmente cavalgando os raios de sol em expansão. De todos os elementos solares, o cálcio,
não obstante ter uma massa relativamente alta – posto que contém vinte elétrons em órbita –,
é o que tem mais êxito ao escapar do interior solar para os reinos do espaço. Isso explica por
que há uma camada de cálcio no sol, uma superfície de pedra gasosa, de quase dez mil quilômetros de espessura;
e isso a despeito do fato de haver dezenove elementos mais leves e numerosos, mais pesados, debaixo dessa camada.

41:6:4 462¶2 O cálcio é um elemento ativo e versátil às temperaturas solares. O átomo dessa pedra tem dois elétrons
ágeis e soltamente agregados nos dois circuitos eletrônicos externos, que estão muito próximos um do outro. Na luta atômica,
ele perde muito cedo o seu elétron mais externo; a partir daí, ele executa um ato de mestria em malabarismo, fazendo o décimo
nono elétron ir e voltar do décimo nono circuito de órbita eletrônica para o vigésimo. Projetando esse décimo nono elétron entre
a sua própria órbita e a do companheiro perdido mais de vinte e cinco mil vezes por segundo, um átomo de pedra mutilada torna-se
parcialmente capaz de desafiar a gravidade e de assim cavalgar com sucesso as correntes emergentes de luz e energia, os raios de sol,
até a liberdade e a aventura. Esse átomo de cálcio move-se para fora em saltos alternados de propulsão para frente,
agarrando-se e soltando-se dos raios de sol cerca de vinte e cinco mil vezes a cada segundo.
E essa é a razão pela qual essa pedra é a componente principal dos mundos do espaço.
O cálcio é o fugitivo mais habilidoso na escapada da prisão solar.

41:6:5 462¶3 A agilidade desse elétron acrobático de cálcio é indicada pelo fato de que,
quando ele é arrojado, pela força da temperatura dos raios X solares, para o círculo da órbita mais elevada,
ele apenas permanece naquela órbita por cerca de um milionésimo de segundo; mas antes que a força da gravidade
elétrica do núcleo atômico o puxe de volta para a sua velha órbita, ele é capaz de completar um milhão de revoluções
em torno do centro atômico.

41:6:6 462¶4 O vosso sol perdeu uma enorme quantidade do seu cálcio, tendo perdido quantidades imensas durante
os tempos das suas erupções convulsivas ligadas à formação do sistema solar. Grande parte do cálcio solar está agora
na crosta exterior do sol.

41:6:7 462¶5 Deveria ser lembrado que a análise espectral mostra apenas as composições à superfície do sol.
Por exemplo: os espectros solares mostram muitas linhas de ferro, mas o ferro não é o elemento principal no sol.
Esse fenômeno é quase totalmente devido à temperatura atual da superfície do sol, pouco menos do que 3 300 graus (C),
sendo essa temperatura muito favorável ao registro do espectro do ferro.


Um ótima semana a todos!


Última edição por W.A.M. em Seg Ago 30, 2010 4:21 am, editado 2 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Olá

Mensagem  Convidad em Seg Ago 16, 2010 6:11 am

Olá meus irmãos grata por mais essa bagagem que absorvo juntamente com vocês sobre o livro de Urântia, e também para dizer que desde pequena via muita coisa, como vejo até hoje, sem contar dos vários lugares astrais que estive, eu também sempre estudei de tudo um pouco e sou grata ao espiritismo porque foi nele que iniciei minha caminhada, eu não o sigo pois acho que há uma insuficiência em seu método.
O que ocorre tanto com o espiritismo como as demais religiões são suas limitações , ou seja sempre falta mais bagagens concretas, ampliar, ir mais além do convencional.
Mas defendo as religiões porque elas são o principio da busca do ser, e sempre falo que todas as religiões estão certas porque todas nos falam do amor de Jesus, porém em nenhuma está a verdade absoluta e Deus é infinito e se é infinito ele não tem fim e são inúmeros os seus mist
érios .
Namastê.






W.A.M. escreveu:Olá Mago!

Não digo que não tenha tido algumas experiências, algumas vem em formas de visões, mas duram
pouco tempo e outras por sonhos.

Por sonhos tenho mais lembrança, são nítidos, tem cheiro, sabor, cor, tudo mais perfeito do que
aqui.

Fiz alguns desdobramentos astrais, cheguei a fazer um mental, mas não duram muito.

Me lembro de quase todos os sonhos, nos detalhes, tais como um resgate planetário com
seres e naves, a desintegração do mundo, o centro da Bíblia, o bem e mal e outros mais,
cada um e muitos outros dariam uma pequena história.

Aprendi com os gnósticos a técnica do pulinho, a prática começa durante o dia, sempre
que a gente vai descer um degrau ou em casa treina dar um pulinho, pois se está no
astral logo flutua, porque lá não tem gravidade.

As vezes estou sonhando e não tenho noção onde estou porque é muito real, ai me
dou por conta e dou um pulinho e fico flutuando e ai tenho certeza que estou no
astral e sei que posso fazer muitas coisas que aqui não posso, inclusive voar e a
ir a lugares mais distantes.

Tem sonhos que são em lugares mais elevados ou estranhos como o mundo
onde tudo é vibração, até uma madeira morta vibra, tipo um mundo eletrônico.

Aprendi muito com eles (gnósticos), aprendi técnicas de se defender no astral, tal como
a conjuração "Te vigos cosilin", a gente usa esta técnica ensinada por eles,
e todo que é mal se desintegra.

Enfim estive em muitos lugares (crenças) e recebi muitos convites para participar de
muitos outros, mas não gosto quando limitam meu conhecimento, vou
procurar em outro lugar, não aceito muito este negócio de limitar o ser
quando ele está procurando.

Por isso passei por muitas crenças!

Fique na Luz!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Experiências diretas...

Mensagem  Antonio(Mago) em Seg Ago 16, 2010 9:49 pm


Tá vendo caro e nobre amigo W.A.M.!
Vc está tendo algumas experiências diretas e não sabe distinguir elas das simples fantasias e modelos criativos da mente e do intelecto.
Eles nos provam até nesse sentido, não devemos imaginar que tudo seja fantasias e modelos mentais criados ao longo dos tempos.
Algumas experiências que vc relatou não podem ser entendidas como simples sonhos e nem compreendidas pelos crivos da mente e do intelecto embasados na ciência e na psicologia comum e corrente; as experiências supra intelectuais e supra mentais alinhadas ao poder da real imaginação criativa e do fluente amor que brota do coração das pessoas têm suas linguagens que não se pode explicar e ou se investigar pela ciência meramente humana, aí ja se vai outros mais de 80% de todo Ice berg escondido dentro das águas do incompreensível pela materialidade e tudo isso, como vc escreveu lá em cima é muito mais real do que o que vivemos aquí, porque aquí tudo se passa com o pouco tempo de vida e de experiência que temos na carne e lá as coisas e experimentos são eternos, por isso tanta diferenças entre essas duas páginas dos nossos experimentos, um carnal outro moroncial e ou espiritual concomitantemente e viver essas duas realidades ao mesmo tempo requer a importante ajuda dos nossos aliados atemporais, que são os Anjos guardiães, Refletores, Ajustadores e ou Residentes e tudo isso, de algum modo é relatado no Livro de Urântia.
Sem se falar dos Kronaldeques e Frandalanques que podem contrurir com ajudas imediatas, são diretores de energias e de potência. São reais e vivos puros, potência e energia vivos.

Muita paz, luz e vida em todo nosso ser.
avatar
Antonio(Mago)

Sagitário Mensagens : 276
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 61
Localização : Recife - Pernambuco

Voltar ao Topo Ir em baixo

Publicações de W.A.M em 2010 no Forum bloqueado.

Mensagem  Antonio(Mago) em Seg Ago 16, 2010 10:09 pm

http://nominato.com.br/forum/viewtopic.php?t=21035
avatar
Antonio(Mago)

Sagitário Mensagens : 276
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 61
Localização : Recife - Pernambuco

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Ter Ago 17, 2010 3:01 am

Documento 36 - 5. Os Sete Espíritos Ajudantes da Mente

http://encyclopediaurantia.org/images/mindspi.jpg

(402.2) 36:5.5 Eles ministram aos níveis mais baixos da mente experiencial e podem ser descritos,
na seqüência das realizações evolucionárias, do modo seguinte:

(402.3) 36:5.6 1. O espírito da intuição — a percepção rápida, os instintos físicos primitivos e reflexos inerentes;
o dom da direção e outros dons autopreservadores ativos de todas as criações possuidoras de mente;
o único dos ajudantes a funcionar tão amplamente nas ordens mais baixas da vida animal e o único a fazer
um contato funcional amplo com os níveis não-ensináveis da mente mecânica.

(402.4) 36:5.7 2. O espírito da compreensão — o impulso da coordenação, a associação de idéias espontânea
e aparentemente automática. Essa é a dádiva da coordenação do conhecimento adquirido, o fenômeno do raciocínio rápido,
do julgamento rápido e decisão pronta.

(402.5) 36:5.8 3. O espírito da coragem — o dom da fidelidade — nos seres pessoais, a base da aquisição
do caráter e raiz intelectual da fibra moral e da bravura espiritual. Quando iluminado pelos fatos e inspirado pela verdade,
torna-se o segredo do impulso de ascensão evolucionária pelos canais do autodirecionamento inteligente e consciente.

(402.6) 36:5.9 4. O espírito do conhecimento — a curiosidade — a mãe da aventura e da descoberta, o espírito científico;
o guia e colaborador fiel dos espíritos da coragem e do conselho; o impulso de direcionar os dons da coragem para
os caminhos úteis e progressivos de crescimento.

(402.7) 36:5.10 5. O espírito do conselho — o impulso social, o dom da cooperação com a espécie;
a capacidade das criaturas volitivas de se harmonizar com os seus companheiros;
a origem do instinto gregário entre as criaturas inferiores.

(402.Cool 36:5.11 6. O espírito da adoração — o impulso religioso, o primeiro anseio diferencial a separar
as criaturas dotadas de mente em duas classes básicas de existência mortal.
O espírito da adoração distingue para sempre o animal, ao qual está associado, das criaturas sem alma,
no entanto com dotação mental. A adoração é a insígnia da candidatura à ascensão espiritual.

(402.9) 36:5.12 7. O espírito da sabedoria — a tendência inerente de todas as criaturas morais para o avanço
evolucionário ordenado e progressivo. Este é o mais elevado dos ajudantes, o espírito coordenador e articulador
do trabalho de todos os outros. Este espírito é o segredo daquele impulso inato das criaturas de mente,
o qual inicia e mantém o programa prático efetivo da escala ascendente da existência;
aquela dádiva das coisas vivas que responde pela sua capacidade inexplicável de sobreviver e, na sobrevivência,
de utilizar-se da coordenação em toda a sua experiência passada e oportunidades presentes para a conquista da totalidade,
em tudo o que todos os outros seis ministros mentais possam mobilizar na mente do organismo em questão.
A sabedoria é o apogeu da atuação intelectual. A sabedoria é a meta de uma existência puramente mental e moral.

(403.1) 36:5.13 Os espíritos ajudantes da mente crescem por meio da experiência, no entanto nunca se tornam pessoais.
Eles evoluem em função; e as funções dos cinco primeiros, atuando nas ordens animais, em uma certa medida,
se fazem essenciais para que todos sete funcionem no intelecto humano. Essa relação com os animais
faz com que os ajudantes passem a ser mais eficazes na sua prática junto à mente humana;
assim é que os animais tornam-se, de uma certa forma, indispensáveis à evolução intelectual do homem,
bem como à sua evolução física.

(403.2) 36:5.14 Esses ajudantes da mente de um Espírito Materno do universo local estão relacionados
à vida da criatura com status de inteligência, de uma maneira análoga à ligação que os centros de potência
e os controladores físicos têm com as forças não viventes do universo.
Prestam um serviço inestimável aos circuitos da mente nos mundos habitados e são colaboradores
eficazes dos Mestres Controladores Físicos, os quais também servem como controladores e diretores
dos níveis pré-ajudantes da mente, níveis mentais estes que são não-ensináveis ou mecânicos.

(403.3) 36:5.15 A mente viva, antes do aparecimento da capacidade de aprender pela experiência,
é domínio da ministração dos Mestres Controladores Físicos. A mente da criatura, antes de adquirir
a capacidade de reconhecer a divindade e de adorar a Deidade, é domínio exclusivo dos espíritos ajudantes.
Com o surgimento da sensibilidade espiritual, no intelecto da criatura, tais mentes criadas tornam-se
imediatamente supramentais, sendo incorporadas instantaneamente ao circuito dos ciclos espirituais
do Espírito Materno do universo local.

(403.5) 36:5.17 A mente não-espiritual ou é uma manifestação da energia do espírito ou um fenômeno
de energia física. Mesmo a mente humana, a mente pessoal, não tem qualidades de sobrevivência fora
da identificação com o espírito. A mente é uma outorga da divindade, mas não é imortal quando funciona
sem o discernimento espiritual interno e quando é desprovida da capacidade de adorar e aspirar à sobrevivência.

(405.1) 36:6.8 [Ditado por um Filho Vorondadeque estacionado em Urântia, como observador;
e funcionando como tal a pedido do Dirigente Melquisedeque do Corpo de Supervisão da Revelação.]


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Ago 18, 2010 2:32 am

Documento 36 - 6. As Forças Vivas

(404.3) 36:6.5 A vida conferida às plantas e animais, pelos Portadores da Vida,
não retorna para os Portadores da Vida, quando da morte da planta ou animal.
A vida que abandona uma coisa viva não possui nem identidade, nem personalidade;
ela não sobrevive individualmente à morte. Durante a sua existência,
e no tempo da sua permanência no corpo de matéria, ela passou por uma mudança;
ela passou por uma evolução de energia e sobrevive apenas como uma parte das forças cósmicas do universo;
não sobrevive como vida individual. A sobrevivência das criaturas mortais é totalmente baseada
na evolução de uma alma imortal dentro da mente mortal.

(405.1) 36:6.8 [Ditado por um Filho Vorondadeque estacionado em Urântia, como observador;
e funcionando como tal a pedido do Dirigente Melquisedeque do Corpo de Supervisão da Revelação.]


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Ago 18, 2010 9:47 pm

O Livro de Urântia

Documento 12 - O Universo dos Universos



(128.1) 12:0.1 A VASTIDÃO da criação imensa do Pai Universal está totalmente fora do alcance da imaginação finita;
a enormidade do universo-mestre assombra até mesmo as noções da minha ordem de seres.
À mente mortal, contudo, muito pode ser ensinado sobre o plano e os arranjos dos universos;
vós podeis conhecer algo da organização física deles e da sua maravilhosa administração;
podeis aprender muito acerca dos vários grupos de seres inteligentes que habitam os sete superuniversos do tempo
e o universo central da eternidade.

(128.2) 12:0.2 Em princípio, quer dizer, em potencial de eternidade, nós concebemos a criação material como sendo infinita,
porque o Pai Universal na realidade é infinito; mas, à medida que estudamos e observamos a criação material total,
sabemos que em qualquer dado momento no tempo ela é limitada, embora para as vossas mentes finitas
ela seja relativamente sem limites, virtualmente sem fronteiras.

(128.3) 12:0.3 Pelo estudo das leis físicas e pela observação dos reinos estelares,
estamos convencidos de que o Criador infinito ainda não está manifestado em finalidade de expressão
cósmica e que muito do potencial cósmico do Infinito encontra-se autocontido e não revelado ainda.
Para os seres criados, o universo-mestre poderia parecer quase infinito, mas está longe de terminado;
há ainda limites físicos à criação material, e a revelação experiencial do propósito eterno ainda está em progresso.

(142.2) 12:9.7 [Apresentado por um Perfeccionador da Sabedoria, atuando por mandado dos Anciães dos Dias.]


15:0.2 No começo da materialização da criação universal, o esquema sétuplo da organização e governo
dos superuniversos foi formulado. A primeira criação pós-Havona foi dividida em sete segmentos colossais,
e os mundos-sedes dos governos desses superuniversos foram projetados e construídos.
O esquema atual de administração tem existido praticamente por toda a eternidade,
e os governantes desses sete superuniversos são apropriadamente chamados Anciães dos Dias.

15:10.3 Cada superuniverso é presidido por três Anciães dos Dias, os principais executivos conjuntos do supergoverno.
No seu ramo executivo, o pessoal do governo do superuniverso consiste em sete grupos diferentes:

1. Os Anciães dos Dias.
2. Os Perfeccionadores da Sabedoria.
3. Os Conselheiros Divinos.
4. Os Censores Universais.
5. Os Mensageiros Poderosos.
6. Aqueles Elevados Em Autoridade.
7. Aqueles Sem Nome Nem Número

15:10.4 Os três Anciães dos Dias têm a assistência direta de um corpo de um bilhão de Perfeccionadores da Sabedoria,
aos quais estão associados três bilhões de Conselheiros Divinos. Um bilhão de Censores Universais estão designados
para a administração de cada superuniverso. Esses três grupos são Personalidades Coordenadas da Trindade,
tendo direta e divinamente a sua origem na Trindade do Paraíso.

19:2.3 Onde quer que um Perfeccionador da Sabedoria funcione, e sempre quando ele funcionar,
lá funcionará então a sabedoria divina. Há realidade de presença e perfeição de manifestação no
conhecimento e sabedoria representados pelos feitos dessas personalidades poderosas e majestosas
.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

É imaginavel

Mensagem  Convidad em Qua Ago 18, 2010 10:25 pm

Esse texto eu amei mas é imaginavel pensar que possa ser finito porque iremos precisar de muito estudo mesmo, para chegar no finito.
Enquanto isso prefiro pensar no infinito porque me sinto confortada em saber que sempre teremos que descobrir mais mistérios do nosso Pai.
E dessa forma estarei sempre estudando é muito bom ir pra faculdade e tirar nota 10 rsrsrsrs.
Namastê.



W.A.M. escreveu:O Livro de Urântia

Documento 12 - O Universo dos Universos



(128.1) 12:0.1 A VASTIDÃO da criação imensa do Pai Universal está totalmente fora do alcance da imaginação finita;
a enormidade do universo-mestre assombra até mesmo as noções da minha ordem de seres.
À mente mortal, contudo, muito pode ser ensinado sobre o plano e os arranjos dos universos;
vós podeis conhecer algo da organização física deles e da sua maravilhosa administração;
podeis aprender muito acerca dos vários grupos de seres inteligentes que habitam os sete superuniversos do tempo
e o universo central da eternidade.

(128.2) 12:0.2 Em princípio, quer dizer, em potencial de eternidade, nós concebemos a criação material como sendo infinita,
porque o Pai Universal na realidade é infinito; mas, à medida que estudamos e observamos a criação material total,
sabemos que em qualquer dado momento no tempo ela é limitada, embora para as vossas mentes finitas
ela seja relativamente sem limites, virtualmente sem fronteiras.

(128.3) 12:0.3 Pelo estudo das leis físicas e pela observação dos reinos estelares,
estamos convencidos de que o Criador infinito ainda não está manifestado em finalidade de expressão
cósmica e que muito do potencial cósmico do Infinito encontra-se autocontido e não revelado ainda.
Para os seres criados, o universo-mestre poderia parecer quase infinito, mas está longe de terminado;
há ainda limites físicos à criação material, e a revelação experiencial do propósito eterno ainda está em progresso.

(142.2) 12:9.7 [Apresentado por um Perfeccionador da Sabedoria, atuando por mandado dos Anciães dos Dias.]


19:2.3 Onde quer que um Perfeccionador da Sabedoria funcione, e sempre quando ele funcionar,
lá funcionará então a sabedoria divina. Há realidade de presença e perfeição de manifestação no
conhecimento e sabedoria representados pelos feitos dessas personalidades poderosas e majestosas.

15:0.2 No começo da materialização da criação universal, o esquema sétuplo da organização e governo
dos superuniversos foi formulado. A primeira criação pós-Havona foi dividida em sete segmentos colossais,
e os mundos-sedes dos governos desses superuniversos foram projetados e construídos.
O esquema atual de administração tem existido praticamente por toda a eternidade,
e os governantes desses sete superuniversos são apropriadamente chamados Anciães dos Dias.
[i][b]

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qua Ago 18, 2010 10:41 pm

Olá Raio de Luar!

Sou um apaixonado por astronomia e é com grande prazer que falo e repasso
estas coisas.

Quanto ao mundo físico ser finito atualmente não quer dizer que existam limites
para as criações do "EU SOU", acredito que só não estão manifestados ainda.

Pelo que vi no Livro os 7 Superuniversos ainda não estão prontos e estabelecidos
em luz, depois destes 7 superuniversos há os quatro níveis do espaço exterior,
que são áreas gigantescas em relação aos 7 superuniversos, mundos que estão em fase de criação,
e nestes mundos ainda não presença de vida seja física ou espiritual, lá só existe uma máteria que ancentral
da máteria que forma os mundos, estes mundos no futuro abrigarão seres ainda estão por serem criados, que pelo
entendo será uma mistura de ser que foi criado perfeito (Mundos de Havona), com seres
que adquiriram a perfeição pelas experiência nos 7 superuniversos.

O objetivo de cada superuniverso é conter um trilhão de mundos habitados, totalizando
7 trilhões no total.

No sistema atual que fazemos parte é Satânia e tem pouco mais de 600 mundos habitados,
sendo que o nosso planeta (Urântia) é o de 606 e está previsto que cada sistema deva conter 1.000
mundos habitados.

666 é final do numero catalogado no grande universo, por isso dizem que é o número da besta.

Fique na Luz!


(182.4) 15:14.5 O vosso mundo é chamado de Urântia, e o seu número é 606, no grupo planetário,
ou sistema, que é o de Satânia. Esse sistema tem, presentemente, 619 mundos habitados
e mais de duzentos outros planetas que estão evoluindo favoravelmente no sentido de tornarem-se
mundos habitados em algum tempo futuro

(182.7) 15:14.8 O número do vosso mundo, Urântia, no grande universo é 5 342 482 337 666.
Esse é o número do registro em Uversa e no Paraíso, é o vosso número no catálogo dos mundos habitados.
Eu conheço o seu número de registro na esfera física, mas é de um tamanho tão extraordinário que seria
de pouco significado prático para a mente mortal.

[Apresentado por um Censor Universal proveniente de Uversa.]




Última edição por W.A.M. em Seg Ago 30, 2010 4:13 am, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 1:12 am

O Livro de Urântia

Documento 14 - O Universo Central e Divino

http://encyclopediaurantia.org/images/sideview3.gif

(152.1) 14:0.1 O UNIVERSO divino e perfeito ocupa o centro de toda a criação;
é o núcleo eterno em redor do qual giram as vastas criações do tempo e do espaço.
O Paraíso é a gigantesca Ilha-núcleo que permanece em absoluta estabilidade e imóvel
no coração mesmo do magnífico universo eterno. Essa família planetária central é chamada
de Havona e está extremamente distante do universo local de Nébadon.
Tem dimensões enormes, uma massa quase inacreditável e consiste em um bilhão de esferas
de beleza inimaginável e de grandeza majestosa; no entanto, a verdadeira magnitude dessa vasta criação está,
realmente, bem além do alcance de compreensão da mente humana.

(152.2) 14:0.2 Esse é o único conjunto consolidado, perfeito e estabilizado de mundos.
É um universo criado em plenitude e perfeição; não se trata de um desenvolvimento evolucionário.
É o núcleo eterno da perfeição; e em torno dele gira a procissão interminável de universos que constituem
os experimentos evolucionários formidáveis, a aventura audaciosa dos Filhos Criadores de Deus,
os quais aspiram a duplicar, no tempo, e reproduzir, no espaço, o universo arquetípico,
o ideal de plenitude divina, suprema finalidade, realidade última e perfeição eterna.

(163.4) 14:6.42 [Apresentado por um Perfeccionador de Sabedoria,
incumbido de funcionar como tal, pelos Anciães dos Dias em Uversa.]


Última edição por W.A.M. em Seg Ago 23, 2010 1:41 am, editado 3 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  ALGOL em Qui Ago 19, 2010 1:28 am


Interessante vídeo sobre Jerusem falado em português de Portugal, mas dá para entender...


avatar
ALGOL

Aquário Mensagens : 101
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 47
Localização : RIO DE JANEIRO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 2:31 am

Muito obrigado Algol!

Gostei muito do vídeo, imagine que depois de Jerusém (Capital do Sistema Local de Satânia), tem
Edentia (Capital da Constelação Local de Norlatiadeque), depois Salvington (Capital do Universo
Local de Nebadon), depois U Menor (Capital do Nosso Setor Menor de Ensa), depois U Maior
(Capital do Sistema Maior Local de Esplandon) e depois Uversa (Capital do Superuniverso Local
de Orvonton - Sétimo Superuniverso) sendo todas elas rodeadas de esferas maiores que a terra.

15:2.9 7. O Grande Universo. Sete superuniversos formam o grande universo,
como está organizado atualmente, consistindo em aproximadamente sete trilhões de mundos habitáveis,
mais as esferas arquitetônicas e ainda um bilhão de esferas habitadas de Havona.
Os superuniversos são governados e administrados indireta e refletivamente, do Paraíso, pelos Sete Espíritos Mestres.
O bilhão de mundos de Havona é diretamente administrado pelos Eternos dos Dias,
cada uma dessas Personalidades Supremas da Trindade presidindo a uma dessas esferas perfeitas.


Um Abraço!


Última edição por W.A.M. em Seg Ago 30, 2010 4:16 am, editado 5 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 3:00 am

Aproveitando a dica do Algol!

Este está em espanhol, mas quem lê o Livro pode entender melhor o que falei
acima, de Jerusém ao Paraíso.

Ascensão ao Paraíso
http://www.youtube.com/v/sDz0XaMd4_w


Última edição por W.A.M. em Seg Ago 30, 2010 4:17 am, editado 3 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 3:31 am

(174.6) 15:7.6 Edêntia, a sede-central da vossa constelação de Norlatiadeque,
tem os seus setenta satélites de cultura socializante e de aprendizado,
nos quais os seres ascendentes permanecem, depois de completarem, em Jerusém,
o regime de mobilização, de unificação e de realização da personalidade.

Edêntia - Capital da Constelação Local de Norlatiadeque


http://www.youtube.com/v/vFYTo4jR2Nk


Última edição por W.A.M. em Qua Ago 25, 2010 9:15 pm, editado 6 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 3:43 am

Depois de Edêntia (Capital da Constelação Local de Norlatiadeque), vem salvington
(Capital do Univarso Local de Nebadon).

(174.7) 15:7.7 Sálvington, a capital de Nébadon, o vosso universo local,
é rodeada por dez grupos de universidades de quarenta e nove esferas cada.
Ali o homem é espiritualizado depois da sua socialização na constelação.

Salvington - Capital do Universo Local de Nebadon

http://www.youtube.com/v/JzgGK8QI11Q



Última edição por W.A.M. em Seg Ago 30, 2010 4:18 am, editado 2 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 7:30 am

Localização de Urântia (Terra) no 7º Superuniverso de Orvonton.

]http://www.youtube.com/v/JIJZjzLUj9A

http://www.youtube.com/v/S8Xoez6UbO0



Última edição por W.A.M. em Qua Ago 25, 2010 9:11 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 4:32 pm

(559.5) 49:0.5 O mundo habitado mais antigo de Satânia,
o mundo de número um, Anova, é um dos quarenta e quatro satélites
que giram em torno de um planeta escuro enorme, mas exposto à luz diferencial de três sóis vizinhos.
Anova está em um estágio avançado de civilização progressiva.

Anova - Livro de Urântia


http://www.youtube.com/v/wp8Lthv9Gz8


Última edição por W.A.M. em Qua Ago 25, 2010 9:10 pm, editado 2 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Sex Ago 20, 2010 1:42 am

A evolucão da vida em Urântia - I Parte

http://www.youtube.com/v/rrG42NEb-cE


Última edição por W.A.M. em Qua Ago 25, 2010 9:09 pm, editado 3 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Sex Ago 20, 2010 2:52 am

A evolução da vida em Urântia - II Parte

http://www.youtube.com/v/7KdfPTr96po


Última edição por W.A.M. em Qua Ago 25, 2010 9:08 pm, editado 2 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Sex Ago 20, 2010 4:38 am

No endereço abaixo na parte "Download The Virtual Urântia Boock" (com gráficos),
tem um programa virtual de Urântia até o Paraíso:


http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.virtualurantia.com/&ei=xtxtTMnCFYKclgeesKiSDQ&sa=X&oi=translate&ct=result&resnum=1&ved=0CBkQ7gEwAA&prev=/search%3Fq%3Dhttp://www.virtualurantia.com/%26hl%3Dpt-BR%26sa%3DG


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Sex Ago 20, 2010 9:11 pm

Jesus nasceu aos 21 de agosto, ao meio-dia do ano 7 a.C.

A obra pública de Jesus de Nazaré


http://www.youtube.com/v/iGVRNwM9FIU

Documento 122 - 8. O Nascimento de Jesus

(1351.5) 122:8.1 Durante toda essa noite Maria estivera inquieta, de forma que nenhum dos dois dormiu muito.
Ao amanhecer, as pontadas do parto já estavam bem evidentes e, no dia 21 de agosto do ano 7 a.C., ao meio-dia,
com a ajuda e as ministrações carinhosas de mulheres viajantes amigas, Maria deu à luz um pequeno varão.
Jesus de Nazaré havia nascido para o mundo; encontrava-se enrolado nas roupas que Maria tinha trazido consigo,
para essa contingência possível, e deitado em uma manjedoura próxima.

(1351.6) 122:8.2 Da mesma forma que todos os bebês tinham vindo ao mundo até então e viriam desde então,
nasceu o menino prometido e, ao oitavo dia, conforme a prática judaica, foi circuncidado e formalmente denominado
Joshua (Jesus).

(1351.7) 122:8.3 No dia seguinte ao nascimento de Jesus, José fez o seu registro. Encontrando- se
então com um homem com quem haviam conversado duas noites atrás, em Jericó, foi levado por ele até um amigo
abastado que possuía um quarto na pousada e este homem se dispôs, com prazer, a trocar de quartos com o casal de Nazaré.
Naquela tarde eles se mudaram para a pousada, onde ficaram por quase três semanas,
até que encontraram hospedagem na casa de um parente distante de José.

(1351.Cool 122:8.4 Ao segundo dia após o nascimento de Jesus, Maria enviou uma mensagem a Isabel
dizendo que o seu filho havia chegado e recebeu em resposta um convite feito a José, para ir a Jerusalém,
a fim de falar de todos os assuntos com Zacarias. Na semana seguinte, José foi a Jerusalém para conversar
com Zacarias. Zacarias e Isabel achavam-se ambos sinceramente convencidos de que Jesus estava destinado
a se tornar o libertador judeu, o Messias; e que João, o filho deles, seria o seu principal colaborador,
o braço direito no seu destino. E, já que Maria compartilhava dessas mesmas idéias,
não foi difícil convencer José a permanecer em Belém, a cidade de Davi,
para que Jesus pudesse crescer e se tornar o sucessor de Davi no trono de todo o Israel.
Desse modo, permaneceram eles em Belém por mais de um ano, tendo José se dedicado ao seu ofício
de carpinteiro durante esse tempo.

(1352.1) 122:8.5 No dia do nascimento de Jesus, ao meio-dia, os serafins de Urântia,
reunidos com os seus diretores, cantaram hinos de glória sobre a manjedoura de Belém,
mas esses cânticos de glória não foram escutados por ouvidos humanos. Nenhum pastor,
nem quaisquer outras criaturas mortais vieram prestar a sua homenagem ao menino de Belém,
até o dia da chegada de certos sacerdotes de Ur, que haviam sido enviados de Jerusalém por Zacarias.

(1352.2) 122:8.6 A esses sacerdotes da Mesopotâmia havia sido contado, há algum tempo,
por um estranho professor religioso, do país deles, o qual em um sonho havia sido informado de que a “luz da vida”
estava a ponto de aparecer sobre a Terra, na forma de um menino, entre os judeus. E os três sacerdotes partiram,
pois, em busca dessa “luz da vida”. Após muitas semanas de infrutífera procura em Jerusalém, estavam para voltar a Ur,
quando conheceram Zacarias que lhes confiou sobre a sua crença de que Jesus era o objeto da procura deles e os enviou a Belém,
onde encontraram o menino e deixaram as suas oferendas com Maria, a sua mãe terrena.
A criança estava então com quase três semanas de idade à época da visita deles.

(1352.3) 122:8.7 Esses sábios homens não tiveram nenhuma estrela a guiá-los para Belém.
A belíssima lenda da estrela de Belém originou-se da seguinte forma: Jesus nasceu aos 21 de agosto,
ao meio-dia do ano 7 a.C. Em 29 de maio do mesmo ano houve uma extraordinária conjunção entre Júpiter,
Saturno e a constelação de Peixes. E é um acontecimento astronômico marcante que conjunções semelhantes
hajam ocorrido aos 29 de setembro e aos 5 de dezembro do mesmo ano. Com base nesses acontecimentos extraordinários,
mas inteiramente naturais, os bem- intencionados zelotes, das gerações que sucederam,
elaboraram a lenda atraente da estrela de Belém e dos Reis Magos adoradores, conduzidos pela estrela,
até a manjedoura, para contemplar e adorar o recém-ascido. As mentes orientais e do Oriente-Próximo
deleitam-se com fábulas e inventam constantemente belos mitos sobre a vida dos seus dirigentes religiosos
e dos seus heróis políticos. Na falta de uma imprensa, quando a maior parte do conhecimento humano se transmitia,
de uma geração a outra pela palavra saída da boca, era muito fácil que os mitos se tornassem tradição e que as tradições
finalmente acabassem aceitas como fatos.


Última edição por W.A.M. em Qua Ago 25, 2010 9:05 pm, editado 3 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Convidad em Seg Ago 23, 2010 1:36 am

Deus, O Sétuplo

http://www.youtube.com/v/U-bbtrj09yY

Documento 116 - O Supremo Todo-Poderoso

http://encyclopediaurantia.org/images/supremeb0.jpg

(1268.1) 116:0.1 SE O HOMEM reconhecesse que, conquanto os seus Criadores — os Seus supervisores imediatos
— sejam divinos, são também finitos, e que o Deus do tempo e do espaço é uma Deidade em evolução e não absoluta,
então as inconsistências das desigualdades temporais cessariam de ser paradoxos religiosos profundos.
Não mais a fé religiosa se prostituiria na auto-suficiência social dos afortunados, ao mesmo tempo em que serviria
apenas para encorajar a resignação estóica das vítimas desafortunadas da privação social.

(1268.2) 116:0.2 Ao visualizar as esferas primorosamente perfeitas de Havona, não apenas é lógico,
mas razoável, acreditar que elas foram feitas por um criador perfeito, infinito e absoluto. Contudo,
essa mesma razão e essa mesma lógica compelem qualquer ser honesto, ao ver a confusão,
imperfeições e injustiças em Urântia, a concluir que o vosso mundo foi feito, e está sendo administrado por
Criadores subabsolutos, pré-infinitos e outros, que não os perfeitos.

(1268.3) 116:0.3 O crescimento experiencial implica uma co-participação criatura-Criador —
Deus e o homem em uma associação. O crescimento é a marca da Deidade experiencial: Havona não cresceu;
Havona é, e sempre tem sido; é existencial como os Deuses eternos, que são a sua fonte. O crescimento,
no entanto, é o que caracteriza o grande universo.

(1268.4) 116:0.4 O Supremo Todo-Poderoso é uma Deidade de poder e personalidade,
viva e em evolução. O seu domínio atual, o grande universo, é também um reino de poder e personalidade
em crescimento. O seu destino é a perfeição, mas a sua experiência presente abrange os elementos do crescimento
e do status incompleto do ser.

http://encyclopediaurantia.org/images/supremeb1.jpg

(1268.5) 116:0.5 O Ser Supremo funciona primariamente, no universo central, como uma personalidade espiritual;
e, secundariamente, no grande universo, como Deus, o Todo-Poderoso, uma personalidade de poder.
A função terciária do Supremo, no universo-mestre, é atualmente latente, existindo apenas como um potencial
desconhecido de mente.

(1277.1) 116:7.7 [Promovido por um Mensageiro Poderoso com permanência temporária em Urântia.]



Última edição por W.A.M. em Qua Ago 25, 2010 9:03 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LIVRO DE URÂNTIA

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 13 Anterior  1, 2, 3, ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum