COMUNIDADE FAMILIA ASCENSAO
SAUDAÇÕES QUERIDA FAMILIA.
PARA CONHECER OS DEBATES E PARTILHAS ANTERIORES VISITE O LINK
http://nominato.com.br/forum/index.php

ATENÇÃO :
APÓS FAZER O REGISTRO, VÁ NA SUA CAIXA DE EMAIL E "ATIVE" SUA CONTA.
VOLTE AO FÓRUM E CLIQUE "LOGIN" NOME E SENHA "MANTER CONECTADO". PARA FUGIR DAS PROPAGANDAS.


MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Nominato em Ter Ago 10, 2010 2:54 pm

MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

ultima postagem no tópico no forum anterior

http://nominato.com.br/forum/viewtopic.php?t=158&start=1695

Smile

Nominato
Admin
Admin

Câncer Mensagens : 205
Data de inscrição : 09/08/2010
Idade : 60

http://nominato.asiafreeforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Nominato em Ter Ago 10, 2010 4:42 pm

sueli escreveu:09/08/2010 19h20 - Atualizado em 09/08/2010 19h37

Pinguins aparecem cobertos de óleo em praias da Região dos Lagos
Das cinco aves recolhidas, uma morreu.
Animais recebem cuidados de biólogos da Fiocruz.
Do RJTV


Cinco pinguins foram recolhidos nesta segunda-feira (9) em três praias de Búzios e Cabo Frio, na Região dos Lagos. Os animais apareceram na orla cobertos de óleo. A suspeita é que eles tenham sido atingidos pelas manchas de óleo que atingiram praias da região neste fim de semana.

Segundo o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), a principal hipótese é que o material tenha vazado de tanques de navios que estiveram na região.

Das cinco aves recolhidas, uma morreu. As outras foram acomodadas provisoriamente numa piscina, em Búzios, na sede do projeto Aves, Quilônios e Mamíferos Marinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e recebem cuidados de biólogos da fundação. Os pesquisadores avaliaram as condições de saúde dos pinguins.

Análise
Técnicos do Instituto Almirante Paulo Moreira, órgão de pesquisas da Marinha, recolheram amostras do óleo e encaminharam para a análise. A expectativa dos peritos é que o laudo fique pronto em 20 dias.


Vazamento de óleo na Região dos Lagos (Foto: Reprodução TV Globo)
As praias das Dunas e do Forte, em Cabo Frio, e Prainha, Pontal e Foguete, em Arraial do Cabo, um dos principais destinos turísticos do estado, foram algumas das contaminadas pelas pelotas de óleo. Segundo os agentes do Inea, não houve necessidade de colocar boias de contenção porque a maior quantidade de óleo está espalhada na areia das praias. Apesar dos transtornos, o Inea confirma que o óleo não chegou a Búzios, também na Região dos Lagos.

Marinha monitora tráfego de navios
O Inea recomenda aos banhistas que tiveram partes do corpo sujas pelo óleo que façam a limpeza com o óleo de cozinha e não com o solvente, já que a substância pode causar intoxicação.

A Marinha está desde o final de semana monitorando o tráfego marítimo dos últimos quatro dias dos navios que estiveram no Rio e nas áreas próximas às praias afetadas. O objetivo é coletar material dessas embarcações e comparar com o óleo encontrado nas areias. De acordo com o órgão, o infrator será notificado e autuado nos termos da Lei Federal Nº 9.966 de 28/04/2000, que pode aplicar multas de R$ 7 mil a R$ 50 milhões de acordo com as proporções do derramamento de óleo.


http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2010/08/pinguins-aparecem-cobertos-de-oleo-em-praias-da-regiao-dos-lagos.html

Nominato
Admin
Admin

Câncer Mensagens : 205
Data de inscrição : 09/08/2010
Idade : 60

http://nominato.asiafreeforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  jaba_sw em Qua Ago 11, 2010 2:03 pm

Onda de calor afeta crescimento russo e incêndios se espalham

Ter, 10 Ago, 06h55

Por Amie Ferris-Rotman e Steve Gutterman

MOSCOU (Reuters) - A letal onda de calor que atinge a Rússia pode privar o país de 14 bilhões de dólares em seu crescimento econômico, disseram economistas nesta terça-feira.

Enquanto incêndios se proliferam em várias províncias, os meteorologistas preveem pelo menos mais uma semana de temperaturas excepcionais.

O primeiro-ministro Vladimir Putin, mais uma vez lustrando sua imagem de "homem de ação", voou em um avião-bombeiro, jogando água sobre um incêndio a sudeste de Moscou. A TV estatal o mostrou com fones de ouvido em um cockpit, apertando botões num controle portátil.

Meteorologistas disseram na segunda-feira que a onda de calor já dura 50 dias seguidos em Moscou e no centro do país, com temperaturas durante o dia em torno de 32 graus Celsius ou acima.

Um agente do Ministério do Interior e um agente prisional morreram combatendo as chamas perto do centro de pesquisas nucleares de Sarov e na vizinha região da Mordóvia.

Agora já são 54 vítimas fatais por causa dos incêndios, mas médicos disseram que centenas de pessoas podem ter morrido devido aos efeitos do calor. A embaixada dos Estados Unidos em Moscou dispensou funcionários não essenciais.

A pior onda de calor já registrada no país pode resultar numa redução de até um ponto percentual do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, enfraquecendo a recuperação depois da queda de 7,9 por cento em 2009, resultado da crise financeira global.

A expectativa deste ano era de uma alta de 4 por cento, que será revista devido aos prejuízos com os incêndios e o efeito do calor sobre as lavouras.

Na noite de segunda-feira, o governo aprovou uma proposta do ministro das Emergências, Sergei Shoigu, de investir 54 bilhões de rublos (1,81 bilhão de dólares) nos próximos três anos na modernização dos serviços de combate a incêndios, cujas deficiências ficaram claras neste verão.

Críticos dizem que a verba é pouca, e chega tarde demais.

Stanislav Belkovsky, analista político crítico ao Kremlin, disse que os gastos "não vão resolver problema algum", pois, segundo ele, o país precisa de dezenas de milhares de caminhões de bombeiros e dezenas de aviões que não são mais fabricados internamente.

O ministério das Emergências disse que a área afetada pelos incêndios florestais manteve-se na terça-feira em 1.740 quilômetros quadrados, divididos em 557 focos. Uma porta-voz disse que 42 aeronaves e quase 166 mil pessoas participam do combate às chamas.

(Reportagem adicional de Alexei Anishchuk, Gleb Bryanski, Aleksandras Budrys, Toni Vorobyova, Ludmila Danilova, Guy Faulconbridge e Dmitry Solovyov)

http://br.noticias.yahoo.com/s/reuters/100810/mundo/mundo_russia_calor_afeta

jaba_sw

Mensagens : 4
Data de inscrição : 11/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Qua Ago 11, 2010 3:55 pm

FONTE --> http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI4616839-EI8147,00-Mudanca+climatica+pode+ser+responsavel+pelo+calor+na+Russia.html
11 de agosto de 2010 • 08h38 • atualizado às 09h12

Mudança climática pode ser responsável pelo calor na Rússia
As mudanças climáticas globais podem ser parcialmente responsáveis pelo clima quente e seco que vem causado incêndios na Rússia e feito com que a capital Moscou esteja há dias sob uma espessa camada de fumaça, afirmam cientistas ouvidos pela BBC.

De acordo com Jeff Knight, cientista especializado em variações climáticas do UK Met Office, o centro nacional de meteorologia da Grã-Bretanha, a situação vivida por Moscou pode ser atribuída a diversos fatores, entre eles, a concentração de gases causadores do efeito estufa, que vem aumentando de forma constante.

Segundo o pesquisador, o fenômeno El Niño, que consiste no aquecimento das águas do Oceano Pacífico e afeta o clima em várias partes do mundo, além de padrões climáticos locais, também podem estar contribuindo para as condições anormais registradas na Rússia neste verão.

"A onda de calor na Rússia está relacionada a um padrão persistente de circulação de ar do sul e do leste", diz. "Anomalias de circulação (de ar) tendem a criar anomalias de calor e frio. Enquanto está muito quente no oeste da Rússia, está mais frio que a média em partes da Sibéria".

"Isto faz com que recordes antigos de temperatura tenham sido quebrados, como, por exemplo, o de temperatura mais alta em Moscou. Nós esperamos mais temperaturas extremamente altas com as mudanças climáticas", diz Knight.

Calor
Há cerca de três semanas, a Rússia vem sofrendo com uma onda de calor que tem causado uma série de incêndios florestais, que fazem com que a capital Moscou esteja há dias sofrendo com uma intensa neblina.

Segundo autoridades médicas da cidade, as condições fizeram com que a taxa de mortalidade na capital dobrasse. Para cientistas ligados à ONG ambientalista WWF, o clima quente que vem causando os incêndios perto de Moscou também está relacionado às mudanças climáticas.

De acordo com o chefe do programa de clima e energia da WWF Rússia, Alexei Kokorin, as altas temperaturas que chegam a 40º C aumentaram a probabilidade de incêndios nas redondezas da capital.

Kokorin ainda afirma que, embora pessoas e animais já estejam sofrendo com as condições climáticas locais, é possível que as temperaturas aumentem ainda mais nos próximos anos.

"Nós precisamos estar prontos para combater estes incêndios, porque há uma grande possibilidade de este verão se repetir. Esta tendência não vai parar nos próximos 40 anos, até que as emissões de gases causadores de efeito estufa sejam reduzidas", afirmou. Segundo Kokorin, o aquecimento global cria outros problemas.

"Se ficar mais quente no inverno, na primavera e no verão, a fauna irá mudar". "Por exemplo, nunca tivemos tantas regiões na Rússia afetadas pela malária. Isto acontece porque os invernos estão se tornando mais quentes, e menos e menos desses organismos morrem durante os períodos de frio".

Há ainda informações sobre o aparecimento de águas-vivas, comuns em lagos e rios quentes da Europa, Ásia e América do Norte, no rio Moscou, cujas águas estão mais quentes que o normal.
--

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Qua Ago 11, 2010 6:42 pm

FONTE --> http://www.apolo11.com/mudancas_climaticas.php?posic=dat_20100810-091101.inc

Editoria: Clima e Meteorologia
Terça-feira, 10 ago 2010 - 09h06

Nasa divulga mapa com anomalias de temperatura na Rússia

O verão de 2010 já entrou para a história da Federação Russa como o mais quente dos últimos 130 anos. Imagens do satélite Terra da agência espacial americana, a Nasa, ajudam a compreender o calor recorde que o país tem enfrentado nas últimas semanas. Um mapa foi divulgado pela agência e mostra exatamente quais áreas registraram temperaturas bem acima do normal entre os dias 20 e 27 de julho de 2010.



Na imagem, a irregularidade das temperaturas pode ser vista na forma de cores. As áreas com temperatura acima da média aparecem em vermelho e laranja enquanto as áreas com temperaturas abaixo da média aparecem nos tons de azul. Os oceanos e o lagos estão na cor cinza.

Pelo gráfico é fácil compreender o motivo de tanto calor. Em algumas regiões a anomalia ultrapassa 10 graus acima da média, chegando a 12 graus em alguns pontos do interior russo.

A parte oeste do país, onde está localizada a capital Moscou, concentra o tom de vermelho mais escuro, representando a região mais quente. São as áreas ao norte e ao noroeste do Mar Cáspio. O calor atípico também predomina no leste. Segundo fontes locais, as temperaturas subiram para 42°C em algumas partes do país.

Nas áreas quentes da Rússia, oriental e ocidental, indicadas no mapa da Nasa, estão justamente as regiões mais secas e com intensa atividade de incêndios florestais. As autoridades falam em 558 focos de incêndio queimando a Federação Russa neste começo de agosto. A fumaça dos incêndios florestais já forçou restrições em aeroportos de Moscou, além de ser uma grande preocupação das autoridades de saúde.

Portugal
O calor intenso também se espalha por outras partes da Europa. Desde a última semana de julho, uma forte onda de incêndios florestais atinge Portugal. Sábado (7) foi o dia com mais focos de fogo desde o começo do ano. Mil bombeiros combateram cerca de 20 incêndios no norte e no centro do país. Doze pessoas da região de Viseu precisaram ser retiradas de casa.

Legenda: No topo, o mapa indica as anomalias de temperatura na Rússia entre os dias 20 e 27 de julho. As áreas com temperatura acima da média aparecem em vermelho e laranja e as áreas com temperaturas abaixo da média aparecem nos tons de azul. Segundo as autoridades, a seca e o calor extremo devem permanecer esta semana. Crédito: Nasa.
--


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Qua Ago 11, 2010 9:36 pm

FONTE --> http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI4617615-EI294,00.html

Especialista descarta que iceberg à deriva represente um perigo
11 de agosto de 2010 • 14h50

MONTREAL, 11 Ago 2010 (AFP) -O imenso bloco de gelo de mais de 250 Km2 que se desprendeu de uma geleira ártica não representa um perigo imediato para a navegação ou a exploração petroleira no Canadá, indicou nesta quarta-feira à AFP a meteorologista canadense que o descobriu em fotos de satélite.

Apesar de poder ameaçar barcos ou plataformas petroleiras e, inclusive, quebrar-se como está previsto em vários grandes pedaços, o perigo não é iminente: a ilha flutuante deverá demorar entre um e dois anos para alcançar o litoral do Canadá, segundo Trudy Wohlleben, que descobriu o bloco de gelo na semana passada.

Até lá, há grandes possibilidades de que as águas mais quentes e as ondas maiores das tempestades do Oceano Atlântico o dividam em vários pedaços.

O iceberg, de um tamanho quatro vezes superior à superfície da ilha de Manhattan, se desprendeu da geleira Petermann no noroeste da Groenlândia.

via/cn

--

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qui Ago 12, 2010 3:55 am

10 de agosto de 2010

Bem, bem, bem ...
Após a notícia de hoje no Urgente24.com, estão abertos a toda a cabeça

Rússia acusa E.U. o uso de HAARP para provocar incêndios na Sibéria
Um físico da Universidade de Moscou Lomonósv, Georgi Vasilyev, disse à imprensa russa que o programa HAARP, o E.U.A., elevaria as temperaturas acima de 40 °, na Sibéria, causando o incêndio que matou mais de 50 pessoas tempo. E.U. acusado do mesmo para a Rússia, quando Nova Orleans foi coberto pelo furacão Katrina em 2005.

A origem da onda de calor que assola a Rússia seria no Alasca, em uma sala fortemente guardada pela marinha e S. U. da Força Aérea, onde as linhas de antenas estão alinhadas.

Como um novo capítulo do tratado da Guerra Fria, a Rússia tem sido rápido em culpar o E.U.A. usar uma arma secreta para manipular o clima e desestabilizar o país.

Encontra-se 52 mortes pelo fogo e pelo Departamento de Moscou da Saúde dobrou mortalidade por altas temperaturas acima de 40 graus e não produzida a partir de 1.000 anos atrás.

Apesar das alegações, a Rússia também tem um programa semelhante ao E.U.A. desde 1981.

Em temperaturas incomuns aumento superior a 40 graus, os incêndios que arrasaram algumas 174 000 hectares e 52 mortes, agora, podemos acrescentar atmosfera aquecida sobre as alegações de que vários cientistas russos afirmam que esse fenômeno poderia ser causado por experimental de uma arma criada pelo clima E.U..

Georgi Vasilyev, Lomonósv físico da Universidade de Moscou, foi mais longe em suas declarações a um jornal russo e culpou o programa HAARP do S. U. Departamento de Defesa, porque todos os cataclismos que ocorreram no mundo desde 1997.

Segundo a acusação, o programa em questão, longe de ser um projeto científico para estudar o funcionamento da atmosfera e dos efeitos da mudança do clima, tal como definido pelo S. U. Departamento de Defesa, seria um aquecedor potente ionosféricas que iria alterar a eletricidade que paira sobre a atmosfera, causando efeitos climáticos que poderiam ser dirigidos para uma parte específica do mundo.

Assim, HAARP seria uma arma poderosa geofísicos, se verdadeiras as acusações que têm contribuído para o dobro da mortalidade, tal como foi anunciado ontem pelo chefe do Departamento de Saúde, em Moscou, Andrei Seltsovski em dois meses de altas temperaturas, leva o sofrimento do país.

Obscurantismo sempre apoiou as áreas de projeto guardados pelos israelitas e S. U. Marinha e escondido dos pesquisadores, mas a base das antenas Auroral Programa de Pesquisa de Alta Frequência Ativa (HAARP), localizado no Alasca, não é único.

A Rússia também tem uma base semelhante registrado sob o nome de Sura e sua origem remonta os estertores da URSS, criada em 1981, durante a Guerra Fria, apesar de alguns físicos acreditam que era obsoleto após o colapso do bloco comunista .

E.U.A. não penso assim, em 2005, quando militares russos acusados de usar a tecnologia para trazer o tempo do furacão Katrina, que devastou Nova Orleans.

A capacidade de manipular o tempo para causar catástrofes naturais, inundações ou secas têm se preocupado muito sobre os seus efeitos devastadores.

Já em 1995, a UE advertiu que HAARP foi emergentes ameaça militar para o ambiente e convocou um conselho global de pressão da Rússia e E.U.A. ao fim deste tipo de arma.

Em função da evolução recente entre as duas potências, em troca de espiões, inclusive alegações de armas secretas e parece que estamos diante de uma nova fase da Guerra Fria no século XXI.

Pelo menos é o que emerge das alegações russas, que vêm num momento em que as críticas são direcionadas para o presidente, Vladimir Putin, por sua má gestão dos incêndios.

FONTE: Urgente24.com



" el día después de mañana", es hoy

Kristen Neiling
Dirección y Producción
Agencia CPl.News ®
www.thecamino.com.ar

avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Luiz em Qui Ago 12, 2010 4:08 am

O QUE HA NA RUSSIA BUSCADOR?
avatar
Luiz

Sagitário Mensagens : 188
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 59
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Sex Ago 13, 2010 7:11 pm

Pois é Luiz, uma hora é mudança climática, outra hora é o haarp, está tudo mudando no mundo; mais CO2 para a atmosfera com todos esses incêndios, por isso cuidar de nossa saúde que no meu caso com a imunologia baixa abre campo para muita gripe nessa época de seca em Brasília e aí a acupuntura está me salvando.
Até mais!
Buscador Cool
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Sex Ago 13, 2010 7:30 pm

13/08/2010
Tempo seco e incêndios destroem plantações de cereal na Rússia


O tempo seco e os incêndios já destruíram quase 25% das plantações de cereal na Rússia. É uma das piores secas já enfrentadas pelo país, que também sofre com as queimadas causadas pelo tempo excessivamente quente. As perdas na safra levaram o presidente russo a suspender a exportação de trigo. O país, terceiro maior vendedor mundial do cereal, terá que usar os estoques para compensar as perdas deste ano. A quebra na safra de trigo está fazendo a cotação internacional do grão subir. Na quinta-feira, na Bolsa de Chigago, os contratos tiveram alta de 2,5%.

(Fonte: De olho no tempo, com informações Globo Rural)

http://www.deolhonotempo.com.br/?id=82-9413
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Nominato em Sex Ago 13, 2010 10:23 pm


_________________
.............................................

Para acesso ao site Ascensão : http://www.nominato.com.br/

SOBRE O PORTAL 11:11 -

"Um elemento importante do SER ÚNICO EM AÇÃO é o AMOR EM AÇÃO. Isso não é apenas sentar e enviar amor a todos. Trata-se de AMOR prático, AMOR verdadeiro, incorporar o AMOR PURO DO CORAÇÃO onde quer que nós formos e fazer com que ele seja sentido em todo o mundo! "


http://nominato.asiafreeforum.com/comunidade-familia-ascensao-http-nominatocombr-forum-index-f1/abertura-do-nono-portal-1111-em-25-de-outubro-em-bali-t74.htm#3751

Nominato
Admin
Admin

Câncer Mensagens : 205
Data de inscrição : 09/08/2010
Idade : 60

http://nominato.asiafreeforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Sab Ago 14, 2010 4:27 pm

Mortos no deslizamento na China já alcançam 1.239

LINK DIRETO --> http://www.google.com/hostednews/epa/article/ALeqM5h9cGjMt1EzyqKXon2DwUIH1H4jcg

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Céu agitado...

Mensagem  Convidad em Sab Ago 14, 2010 10:34 pm

E aeh, Dodge, vc viu essa aí no céu???

Internautas filmam 'nuvem estranha' em Vitória (ES) e Vila Velha (ES)
Quem observou o céu no final da tarde desta segunda-feira (09) deve ter notado uma cena um pouco diferente: uma enorme nuvem escura, em velocidade acima do comum, "passeava" na Grande Vitória. Relatos de internautas dão conta de que a cena foi vista em Vitória e Vila Velha.
Foto e vídeo da nuvem estranha no link:




E esta tempestade impressionante abaixo sei que é recente, deste mês acredito, mas não encontrei a data...

Stormfront caused panic at the beach in Hietaniemi
http://www.youtube.com/watch?v=kYc97WAAdWg

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Dom Ago 15, 2010 5:17 am

Vento de até 175 km/h no Sul do Brasil antecede fim de semana gelado e com chance de neve

Chuva forte, granizo, vento de até 175 km/h, possível tornado, chuva de fuligem, ciclone, calor pré-frontal e muito frio. O Rio Grande do Sul experimentou condições atmosféricas das mais variadas e extremas nas últimas 24 horas. A chegada de uma frente fria, ao encontrar o ar quente e a divergência de vento associada a uma corrente de jato em baixos níveis da atmosfera, provocou temporais no Norte gaúcho. Em Getúlio Vargas, três residências e uma escola foram destelhadas. Em Campinas do Sul, a zona rural foi a mais atingida. Uma fazenda foi destruída e o vento arrancou árvores de eucalipto. Moradores descreveram que o vento tinha a forma de um redemoinho, o que levanta, naturalmente, a suspeita da possibilidade de um tornado. Em Tapejara, pelo menos 50 casas foram parcialmente destruídas. A força do vento arrancou telhados e danificou estruturas. As rajadas foram acompanhadas de chuva forte e granizo. (foto de Cristian Posse/Correio do Povo)...

http://www.metsul.com/blog/
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Dom Ago 15, 2010 5:21 am

Rússia reluta em revelar número de vítimas da onda de calor

do UOL Notícias
http://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2010/08/13/russia-reluta-em-revelar\
-numero-de-vitimas-da-onda-de-calor.jhtm

MOSCOU, 13 Ago 2010 (AFP) -A imprensa russa e a internet transbordam em
depoimentos sobre a gestão calamitosa da onda de calor pelo governo, acusado de
minimizar as perdas humanas no relatório das seis semanas de calor excepcional
na Rússia.

O jornal popular Tvo¯ Den afirmou nesta sexta-feira, com foto de apoio, que o
departamento de Saúde de Moscou proibiu que médicos diagnosticassem "insolação"
para suavizar "as estatísticas de mortes relacionadas à onda de calor".

Inúmeros médicos, sob anonimato, entrevistados pela agência Interfax confirmaram
a informação.

"Explicaram para a gente que a estatística de insolação ultrapassava todos os
limites em Moscou", disse um médico. "Recebemos ordem oral. Mesmo que as
temperaturas baixem, essa instrução deve ser seguida até o dia 1º de setembro",
contou outro.

"Não houve qualquer ordem, isto é loucura", defendeu-se uma dirigente do
departamento de Saúde de Moscou questionada pela AFP.

O órgão, no entanto, não respondeu ao pedido da AFP, nesta sexta-feira, de
fornecer os relatórios demográficos da capital russa dos meses de julho e
agosto.

O chefe do departamento, Andre¯ Seltsovski, havia reconhecido no dia 9 de agosto
que a mortalidade tinha duplicado na capital, com 700 mortes registradas
diariamente, sem precisar de qual período era o número.

O Ministério da Saúde russo, em seguida, teria repreendido o dirigente,
garantindo que dados confiáveis para os meses de julho só estariam disponíveis
após o dia 20 de agosto.

Mas, segundo os números obtidos pela AFP, com a ajuda dos serviços do estado
civil moscovita, o número de mortos em Moscou saltou em julho 50%, o que pode
significar 5 mil mortes.

A chefe dos serviços sanitários de Moscou, Tatiana Popova, recusou-se a
estabelecer uma relação entre o calor e a alta na mortalidade, explicando que o
estado civil não diferenciava a causa das mortes, que eram, na verdade,
consequências de "acidentes nas estradas ou doenças".

Esse argumento foi ridicularizado por Anton Avdeyev, chefe do sindicato das
funerárias.

Segundo Avdeyev, "os corpos permaneciam nos apartamentos de 10 a 12 dias porque
não havia carros suficientes" para transportá-los até o necrotério.

"Meu avô, que morreu de insolação, há 24 horas, continua em seu apartamento e
faz 35°C nas ruas. Nós o cobrimos com um lençol molhado e fechamos as janelas
para retardar a decomposição", escreveu no dia 9 de agosto um blogueiro,
molitva_i_post.

Em um fórum de discussões de médicos legistas, sudmed.ru, um internauta
perguntava "como combater o mal cheiro de cadáver" em um apartamento.

Profissionais da saúde, por sua vez, descreviam em blogs as condições de
trabalho terríveis: 50°C no interior das ambulâncias, fumaça dentro dos
hospitais, falta de ar condicionado dentro das salas de operação e nos quartos e
corpoas no porão porque os necrotérios estavam lotados.

Com a volta do prefeito de Moscou, Yuri Luzhkov, de suas férias no domingo, foi
possível que algumas medidas emergenciais fossem postas em prática, tais como
adaptação de carros comuns para carros fúnebres e a abertura de um novo
necrotério.
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Dom Ago 15, 2010 5:24 am

Paquistão e China pedem socorro

Bruna Cavalcanti . Distantes na geografia, próximos na tragédia: China e Paquistão. Mais de 1,2 mil chineses já morreram por causa das enchentes e dos deslizamentos de terra que assolam algumas regiões do país. Já os paquistaneses contabilizam cerca de duas mil vítimas fatais da chuva, e mais de 13,8 milhões de pessoas desabrigadas – número que é bastante superior ao dos afetados pelo tsunami em 2004. Outras populações que, embora distantes fisicamente desses dois países, também enfrentam o mesmo desafio são os pernambucanos e os alagoanos. Em junho, enchentes causaram uma das maiores devastações enfrentadas nesses dois Estados. O SOS do governo está demorando a chegar.

http://www.istoe.com.br/assuntos/semana/3

Fenômeno La Ninã provoca chuvas no Nordeste e secas no Sul do Brasil

http://www.jornaldamidia.com.br/noticias/2010/08/13/Mundo/Fenomeno_La_Nina_provo\
ca_chuvas_n.shtml

Brasília - O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aponta que o fenômeno
climático La Niña vai resultar em chuvas acima da média no Nordeste brasileiro e
seca no Sul do país. Além dessas consequências, o instituto relaciona as baixas
temperaturas de inverno registradas este ano nos estados do Sul do Brasil ao
surgimento do fenômeno.

O chefe da divisão de pesquisas aplicadas do Inmet, Expedito Rebello, afirma que
o La Niña não vai alterar totalmente os fatores climáticos no Brasil. O
especialista explica que o fenômeno já ocorreu várias vezes e que não há motivos
para alarde.

"É um fenômeno natural, que é responsável pelo esfriamento das águas do Oceano
Pacífico. Ele modifica o clima em determinado período. Temos registros do seu
aparecimento desde 1886. O fenômeno pode ser benéfico para alguns lugares e ruim
para outros."

Segundo o especialista, o La Niña tem efeito oposto ao El Niño. Enquanto o
primeiro esfria as águas do Pacífico, o segundo aquece. "Essa mudança de
fenômenos altera as correntes na atmosfera. E essas são responsáveis por, em
anos de La Niña, chover mais no Nordeste e menos no Sul e em anos de El Niño
ocorrer o contrário."

De acordo com o Inmet, o La Niña tem duração de nove a doze meses e causa
mudanças de 1 grau Celsius (ºC) a no máximo 4ºC na temperatura das águas no
Pacífico.

"Vale ressaltar, que o efeito do La Niña é global, não só no Brasil. Casos de
enchentes no Paquistão, calor na Europa, por exemplo, também têm relação com o
fenômeno", disse Expedito.

De acordo com o Inmet, a última ocorrência do La Niña foi entre os anos de 2007
e 2008.

avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Seg Ago 16, 2010 6:34 pm

Incêndio prossegue em parque nacional em Portugal
16 de agosto de 2010 • 11h55 • atualizado às 12h00

Um grande incêndio prosseguia nesta seguinda-feira, pelo sexto dia consecutivo, no parque nacional de Peneda-Gerês, norte de Portugal, onde pelo menos 6 mil hectares já foram consumidos pelas chamas.

O incêndio, que teve início em 10 de agosto, tinha vários focos ativos nesta segunda-feira, apesar da presença de 175 bombeiros que são auxiliados por helicópteros.

O comandante do corpo de bombeiros da região, Carlos Ferreira, citado pela agência Lusa, informou que as chamas destruíram 6 mil hectares em uma área acidentada e de difícil acesso do oeste do parque, que se estende ao longo da fronteira com a região espanhola da Galícia.

Outro incêndio, menor, também permanecia ativo na zona leste do parque. Os muitos incêndios registrados em agosto em Portugal já destruíram mais de 50 mil hectares, segundo estimativas com base em imagens de satélite do sistema europeu de informações sobre incêndios florestais (EFFIS, na sigla em inglês).

FONTE --> http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI4625487-EI8142,00.html

--

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

MOSCOU EM CHAMAS

Mensagem  Luiz em Ter Ago 17, 2010 4:56 am

Evito ao máximo sair de casa', conta brasileira que vive em Moscou


Onda de calor na Rússia provoca incêndios; fumaça encobre a capital.
População usa máscaras para diminuir o incômodo com a fuligem.
Fabricio Yuri Vitorino
Da Globo.com, no Rio
imprimir
Faz parte da vida do russo lutar para sobreviver. A fumaça incomoda, mas nós vamos vencer."
Darya Beldinskaya, advogada
A fumaça que atinge cidades da Rússia por causa dos incêndios provocados pela forte onda de calor altera o cotidiano da população. De acordo com brasileiros que moram em Moscou, a situação já passou do nível tolerável.
"Evito ao máximo sair de casa”, relata a jornalista Marina Darmaros, que mora há três anos em Moscou. Ela diz que esse é o pior momento que já viveu na capital russa.
Enquanto as autoridades do país tentam controlar os mais de 500 focos de incêndios ativos, uma mudança no rumo dos ventos trouxe novamente, neste fim de semana, a fumaça e o cheiro de queimado para Moscou. Além da capital, as cidades de Nizhnyi Novogorod, Ryazan e Vladimir também amanheceram cobertas pela nuvem de fuligem.
Os incêndios no país foram provocados por uma onda de calor, que já dura quase dois meses. No total, 54 mortes foram confirmadas em função dos incêndios, em uma área de 200 mil hectares atingida pelas chamas. Embora as autoridades garantam que o pior das queimadas e da onda de calor já ficou para trás, apenas o início das chuvas, esperado para o fim de agosto ou início de setembro, deve pôr fim ao tormento dos russos.
Abaixo, uma foto feita pela brasileira no começo deste mês mostra a situação de quem mora na capital russa.

Marina afirma que os russos estão conformados com a fumaça. “Reclamam, mas sabem que não vai adiantar”, diz. Ela afirma que "a mídia fala sobre o assunto, mas alguns tópicos só estão na imprensa internacional”, diz referindo-se a regiões de Sarov e Bryansk, áreas altamente contaminadas pela radiação de Chernobyl, onde o fogo poderia criar uma nuvem tóxica e se espalhar pelo país.
Poucas casas e prédios têm aparelhos de ar-condicionado ou mesmo ventiladores. Desta forma, a única maneira de fazer o ar circular – e evitar sofrer com a violenta onda de calor que castiga o país – seria abrindo as janelas. E é aí que a fumaça entra. Ou seja, é preciso optar entre ficar trancado em casa e sofrer com o calor, ou suportar a fumaça e o cheiro de queimado e fuligem.

O publicitário brasileiro Luís Eduardo Nogueira, que está há três meses em Moscou, relata que, ao chegar no país, se deparou com um calor impensável. A fumaça, disse ele, piorou as condições.
“Eu ganhei uma máscara cirúrgica de uma colega de trabalho. E como no meu apartamento não tem ar condicionado e a calefação está ligada, era impossível ficar dentro, com as janelas fechadas. Passei muito tempo dentro da agência em que eu trabalho, inclusive o final de semana. E alguns colegas meus de trabalho fizeram o mesmo”, relata.
saiba mais
- Moscovitas lotam lojas e cinemas só pelo ar-condicionado
- Para cientistas, calor na Rússia pode ter relação com mudanças climáticas
- Incêndios na Rússia atingem área contaminada pelo desastre de Chernobyl
-Calor mata 700 pessoas por dia na Rússia
Nogueira também sentiu os efeitos do calor e da fuligem. Além da ardência no nariz e nos olhos, enfrentar a nuvem nas ruas é uma tarefa árdua. “Não usando máscara, ao andar um metro parece que se anda uns três quilômetros. O ar está muito pesado”, conta acrescentando que, quem pode, deixa a cidade nos finais de semana. Mas, mesmo isso não garante uma melhora na qualidade.
A advogada Darya Beldinskaya, que mora na cidade de Vidnoe, a 35 quilômetros de Moscou, na área metropolitana, diz que nas tradicionais “Dachas” – as casas de campo dos russos – a preocupação é constante. “Como estamos mais perto das áreas em chamas, a fumaça é muito densa. E há ainda o medo de que o fogo se espalhe e chegue até nós”, conta.
“Infelizmente, já estamos acostumados. Sempre enfrentamos adversidades, naturais ou não. Frio, neve, calor, enchente, guerras, fome... Faz parte da vida do russo lutar para sobreviver. A fumaça incomoda, mas nós vamos vencer”, diz Beldinskaya.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/08/evito-ao-maximo-sair-de-casa-conta-brasileira-que-vive-em-moscou.html
avatar
Luiz

Sagitário Mensagens : 188
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 59
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Ter Ago 17, 2010 5:21 am

Eita, e o Buscador dando algum sinal de vida no fórum ascensão no meio da problemática telúrico-climática, psíquico-econômica, se for pensar em tudo só falta pirar. Shocked
Está tudo mudando e agente mudando no meio disso tudo, credo! O Buscador tá meio diferente.
Até mais! scratch
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Ter Ago 17, 2010 5:28 am

Médio Oriente teme efeito do embargo russo de trigo

---
Carência de cereais pode aumentar o preço do pão, o que provoca tensões sociais
---


por LUMENA RAPOSO
http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1641924&seccao=M%E9dio%2\
0Oriente



As consequências nefastas dos fogos que assolaram a região de Moscovo vão muito
para além das fronteiras russas: alcançam o Médio Oriente e o mercado
internacional. Em causa, a decisão do primeiro-ministro Vladimir Putin de
proibir a exportação de cereais até ao fim do ano, uma medida que entrou ontem
em vigor e poderá prolongar-se até 2011, caso Moscovo o ache necessário.

Terceiro exportador mundial de trigo, cevada e centeio - entre outros cereiais -
a Rússia é praticamente o "celeiro" do Médio Oriente, sendo o Egipto o seu
principal comprador. Faltando os cereiais russos, o Cairo - como outras capitais
da região - terá de se voltar para outros mercados, provavelmente os dos países
da União Europeia, para dar resposta às necessidades das suas populações.

Analistas revelam que a decisão russa se prende com o desejo de evitar qualquer
risco de conflitos sociais que ocorreriam caso se verificasse um aumento brutal
do preço dos alimentos. Aliás, Putin não o escondeu quando, ao anunciar a
medida, afirmou: "É preciso impedir a inflação dos preços e salvar também o gado
russo" que teria de ser abatido em consequência do aumento do preço dos cereais
no mercado interno.

Mas se Putin resolve os seus problemas internos com a proibição temporária das
exportações, outros há que veem nela a ameaça de crise dentro das suas
fronteiras. Tanto mais que a medida russa já provocou o aumento do preço dos
cereais nos mercados internacionais, em especial no americano.

Uma das consequências desta "especulação" será o aumento do preço do pão, medida
explosiva em países do Médio Oriente onde grande parte da população subsiste
apenas com esse alimento.

O Egipto é um exemplo acabado dessa situação. Aumentar o preço do pão, quando um
quinto dos seus 83 milhões de habitantes vive com menos de um dólar por dia -
segundo dados das Nações Unidas -, é uma receita certa para o fantasma da fome e
a eclosão de violentos conflitos sociais, uma situação que o Cairo quer evitar.
Em 2007, quando o preço dos cereais triplicou nos mercados internacionais, o
Egipto viu-se forçado a reduzir a quantidade do pão subsidiado. Em consequência,
milhares de pessoas entraram em confronto enquanto esperavam junto às padarias
públicas para conseguirem pão, várias pessoas morreram e o Presidente Hosni
Mubarak utilizou os militares para acabar com o conflito.

"Não temos qualquer intenção de aumentar os preços dos artigos subsidiados",
afirmou, há dias, o ministro da Solidariedade Social egípcio, Ali Moseilhi.
Tendo em conta que 2011 é ano de eleições presidenciais, é de crer que o Governo
tudo fará para não alterar o preço do pão ou arrisca-se a que o candidato do
poder - Hosni Mubarak ou o seu filho Gamal - seja derrotado pelo homem forte da
oposição, o ex-chefe da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA),
Mohammed elBaradei.

Entretanto, a Comissão Europeia revelou estar a seguir "atentamente" a evolução
da situação dos mercados de cereais e garante estar pronta para, "se
necessário", intervir com medidas apropriadas.

"Exportadora líquida" da ordem dos 12 a 20 milhões de toneladas de trigo, a UE,
que apenas importava da Rússia uma ínfima parte (entre 0,3 e 0,8 milhões de
toneladas), poderá ser um dos mercados privilegiados para os países afectados
pela decisão de Moscovo.
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

CAUSAS DE 7 DE AGOSTO

Mensagem  Luiz em Ter Ago 17, 2010 5:43 am

BUSCADOR

MEU AMIGO.

NÃO SEI SE FOI ESTE EVENTO DE 7 DE AGOSTO, MAS EU ANDO MEIO NERVOSO, ANDO CHUTANDO BALDE PRA TODO LADO E A PARTE ENGRAÇADA NISSO TUDO, É QUE AO CHUTAR OS BALDES, ESTES, ACABAM INDO PARAR NO LUGAR CERTO, VAI TU ENTENDER UMA MALUQUICE DESSA? rsrsrsrs.
avatar
Luiz

Sagitário Mensagens : 188
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 59
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Gota de Luz em Ter Ago 17, 2010 5:51 am

Buscador escreveu:Eita, e o Buscador dando algum sinal de vida no fórum ascensão no meio da problemática telúrico-climática, psíquico-econômica, se for pensar em tudo só falta pirar. Shocked
Está tudo mudando e agente mudando no meio disso tudo, credo! O Buscador tá meio diferente.
Até mais! scratch

OIEEEEEEEEE novo Buscador! tá sim, meio diferente, como todos nós...
essa nova casa lar Ascensão tem nos proporcionado mais ainda esta mudança...
em meio a chacoalhadas cotidianas do entorno pessoal e planetário com este diferente CLIMA geral,
vamos treinando , exercitando a harmonia física tb, nos adaptando com flexibilidade, confiança e ALEGRIA
de estarmos aqui, unidos, num momento atípico mundial...
AH! ficou diferente sim, sem os ósculos, mais bonito, rs!
bjks no coração!
Gota de Luz
Wink cheers

_________________
flower sunny
avatar
Gota de Luz
MODERADORA
MODERADORA

Aquário Mensagens : 82
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 60
Localização : S.J.B.Vista - SP Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Corais

Mensagem  Luiz em Ter Ago 17, 2010 10:00 pm

TEMOS AQUI ALGO QUE PARECE SIMPLES , PORÉM, É ALTAMENTE PREOCUPANTE E, ( para variar um pouco) É INÉDITO:

Aumento de temperatura causa morte de corais na Indonésia
Só entre abril e maio, média no Mar Andaman saltou 4°C, para 34°C.
Entre algumas espécies de coral, destruição chega a 80%.

Um aumento dramático nas temperaturas do oceano próximo à província de Aceh, na Indonésia, causou a morte de grandes áreas de corais. Cientistas temem que as consequências possam ser muito maiores do que imaginado inicialmente e uma dos piores na história da região.
O branqueamento das corais - por causa da remoção das algas de dentro de seus tecidos por conta de altas temperaturas - foi registrado pela primeira vez em maio depois de um aumento repentino nas temperaturas no Mar Andaman, entre a ponta norte da Ilha de Sumatra até a Tailândia e Mianmar.
Uma equipe internacional de cientistas estudando o processo de branqueamento descobriu que 80% de algumas espécies havia morrido desde a primeira avaliação em maio.
Espera-se que mais colônias de corais morram nos próximos meses, o que poderia ser um desastre para as comunidades locais que dependem dos recifes para alimento e dinheiro proveniente do turismo.
"Minha previsão é que o que estamos observando em Aceh, que é extraordinário, são índices de mortalidade semelhantes ocorrendo em todo o mar Andaman", disse Andrew Baird da University Cook em Townsville, no estado australiano de Queensland.
Caso isso aconteça, seria o pior branqueamento já registrado na região.
O processo também se insere no padrão de condições climáticas extremas, desde ondas de calor a inundações, que atingiram diversas regiões do mundo neste ano.
Entre abril e final de maio, as temperaturas na superfície do mar Andaman aumentaram para 34°C, 4 graus acima da média histórica, segundo o site Coral Hotspots da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera (Noaa) dos EUA.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/08/aumento-em-temperaturas-causa-morte-de-corais-na-indonesia.html
avatar
Luiz

Sagitário Mensagens : 188
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 59
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Ter Ago 17, 2010 11:11 pm

Milhões de desabrigados continuam sem receber ajuda no Paquistão, diz ONU
Atualizado em 17 de agosto, 2010 - 11:20 (Brasília) 14:20 GMT

Agências da ONU advertiram nesta terça-feira que a maioria das pessoas afetadas pelas enchentes no Paquistão ainda não recebeu ajuda, acrescentando que a operação de auxílio sofre com falta de recursos financeiros.

Funcionários das Nações Unidas dizem que a situação humanitária no Paquistão é uma das mais sérias que eles já presenciaram.

Segundo eles, 6 milhões de pessoas precisam de ajuda imediata. Fundos de ajuda emergencial foram prometidos para ajudar cerca de 20 milhões de pessoas desabrigadas pelo desastre.

O Programa Mundial da ONU para a Alimentação até agora só distribuiu alimentos para menos de 1 milhão de pessoas.

De meio milhão de famílias desabrigadas que ainda precisam de barracas, somente 98 mil receberam abrigo.

Segundo a ONU, os obstáculos são financeiros e logísticos, já que pontes foram destruídas pelas águas e estradas foram bloqueadas por deslizamentos de terra.

Milhares de casas e de outros edifícios, incluindo escolas e hospitais, foram destruídos, e cultivos de alimentos para consumo doméstico e para exportação foram perdidos.

Uma das questões-chave agora é se os fazendeiros poderão plantar em setembro para a colheita de trigo no inverno.

(...)

FONTE --> http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2010/08/100817_paquistao_ajuda_demora_rw.shtml

--

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Ter Ago 17, 2010 11:13 pm

Ban pedirá solidariedade com o Paquistão na Assembleia Geral da ONU
17 de agosto de 2010 • 15h57

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, recorrerá na quinta-feira à Assembleia Geral da organização para pedir mais solidariedade com as vítimas das enchentes no Paquistão, diante da lentidão da resposta internacional à catástrofe no país, informou hoje o organismo.

Segundo o porta-voz Farhan Haq, o secretário-geral informará em uma sessão especial da Assembleia Geral o resultado de sua visita no fim de semana passado às zonas afetadas, enquanto pedirá aos países que sejam mais generosos com as vítimas da catástrofe, sem precedentes na história paquistanesa.

"O secretário-geral acredita que a reunião pode servir não só para passar as informações de sua viagem, mas também para encorajar os países a oferecerem o respaldo financeiro e humanitário que o Paquistão precisa", disse Haq, em entrevista coletiva, que confirmou que o próprio Ban solicitou a convocação do encontro.

Ban considera crucial que a ajuda chegue "imediatamente" aos desabrigados, diante do risco de que a contaminação das águas agrave os surtos de epidemia que já foram detectados entre os desabrigados, disse o porta-voz.

FONTE --> http://noticias.terra.com.br/noticias/0,,OI4628028-EI188,00-Ban+pedira+solidariedade+com+o+Paquistao+na+Assembleia+Geral+da+ONU.html

--

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum