COMUNIDADE FAMILIA ASCENSAO
SAUDAÇÕES QUERIDA FAMILIA.
PARA CONHECER OS DEBATES E PARTILHAS ANTERIORES VISITE O LINK
http://nominato.com.br/forum/index.php

ATENÇÃO :
APÓS FAZER O REGISTRO, VÁ NA SUA CAIXA DE EMAIL E "ATIVE" SUA CONTA.
VOLTE AO FÓRUM E CLIQUE "LOGIN" NOME E SENHA "MANTER CONECTADO". PARA FUGIR DAS PROPAGANDAS.


MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Página 2 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Nominato em Ter Ago 17, 2010 11:25 pm

Luiz escreveu:BUSCADOR

MEU AMIGO.

NÃO SEI SE FOI ESTE EVENTO DE 7 DE AGOSTO, MAS EU ANDO MEIO NERVOSO, ANDO CHUTANDO BALDE PRA TODO LADO E A PARTE ENGRAÇADA NISSO TUDO, É QUE AO CHUTAR OS BALDES, ESTES, ACABAM INDO PARAR NO LUGAR CERTO, VAI TU ENTENDER UMA MALUQUICE DESSA? rsrsrsrs.

Percebo, na minha visão , Embarassed que estas mudanças todas, estão trazendo à tona para alguns, AQUILO QUE DE FATO É.
Quando a clareza de algo vem, além do véu, HOJE, nós não sabemos
como lidar com isto e manifestamos exteriormente NO ATO aquilo que pensamos ou vemos naquele momento.
Isto faz com que os outros , acostumados "com uma outra pessoa", ( nossa antiga personalidade) estranhem ou vejam
como atos de rebeldia scratch , ou simplesmente , não entendam nada daquilo que queríamos dizer. confused .

Então, querida familia, não vamos olhar para trás .
Como Jesus, nós também, não vamos conseguir agradar todo mundo.
A verdade que O QUE sentimos e vemos HOJE , agora de maneira interna, deve ser manifestada com MUITA COMPAIXÃO,
pois já de fato, vemos que eles vendo, não vêem e ouvindo não ouvem, nem entendem, de sorte que neles se cumpre o que o Profeta disse
:

Vós ouvireis com os ouvidos e não entendereis; vereis com os olhos e não vereis.
Porque o coração deste povo se fez pesado e os seus ouvidos se fizeram surdos;
e eles fecharam seus olhos para não suceder que vejam com os olhos e ouçam com os ouvidos;
não entendam no coração e se convertam; (...)




Recordo de um passagem no filme "PROFECIA CELESTINA" em que num determinado momento,
os atores principais se envolvem no encanto da natureza e num energia espiritual tão linda que eles,
no filme, entram numa nova dimensão, no mesmo lugar, e conseguem ver e ouvir as pessoas, mas elas
não conseguem ver nem ouvir estes personagens. Muito lindo e muito INTERESSANTE , para pensar !

Vamos em Paz pelo mundo, querida familia .
Saudações na Luz


Nominato

_________________
.............................................

Para acesso ao site Ascensão : http://www.nominato.com.br/

SOBRE O PORTAL 11:11 -

"Um elemento importante do SER ÚNICO EM AÇÃO é o AMOR EM AÇÃO. Isso não é apenas sentar e enviar amor a todos. Trata-se de AMOR prático, AMOR verdadeiro, incorporar o AMOR PURO DO CORAÇÃO onde quer que nós formos e fazer com que ele seja sentido em todo o mundo! "


http://nominato.asiafreeforum.com/comunidade-familia-ascensao-http-nominatocombr-forum-index-f1/abertura-do-nono-portal-1111-em-25-de-outubro-em-bali-t74.htm#3751

Nominato
Admin
Admin

Câncer Mensagens : 205
Data de inscrição : 09/08/2010
Idade : 60

http://nominato.asiafreeforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Paquistão

Mensagem  Luiz em Qua Ago 18, 2010 4:28 am

Milhões de desabrigados continuam sem ajuda no Paquistão, diz ONU

Segundo agência, apenas meio milhão de sobreviventes recebeu comida.
Até 3,5 milhões de crianças estão sob risco de contraírem doenças.


Apenas uma pequena fração dos 6 milhões de paquistaneses desesperados por comida e água potável já recebeu ajuda depois das inundações no país, num momento em que a ONU tenta superar o "cansaço" dos doadores e faz um apelo urgente por mais verbas.
De acordo com a ONU, apenas cerca de meio milhão de sobreviventes recebeu rações alimentares e galões de água potável depois de ficarem desabrigadas pelas enchentes que destruíram aldeias, estradas e pontes em grande parte do Paquistão.
A ONU alerta também que até 3,5 milhões de crianças estão sob risco de contraírem doenças transmitidas por insetos e água contaminada. "Temos um país com diarreia endêmica, cólera endêmica, infecções endêmicas das vias respiratórias superiores, e a situação é propícia a problemas muito maiores", disse Daniel Toole, diretor regional do Unicef para o sul da Ásia, falando a jornalistas.



DE CERTO A HUMANIDADE NÃO EVOLUIU UM MILÍMETRO SEQUER, COM EXCEÇÃO DA TECNOLOGIA, AINDA SOMOS OS MESMOS DE MILHÕES E MILHÕES DE ANOS ATRAZ.

MUITAS ORAÇÕES, MUITAS ORAÇÕES MESMO. AMÉM.


"Minha dor é perceber, que apesar de termos feito tudo que fizemos, ainda somos os mesmos" ( Belchior)

http://www.youtube.com/watch?v=2qqN4cEpPCw&feature=related
avatar
Luiz

Sagitário Mensagens : 188
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 60
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qua Ago 18, 2010 4:43 am

Olá pessoal,

Escolhi bem a foto dessa vez Gota de Luz e sinto uma maior ativação do nosso espírito, a vida superior se manifestando melhor através de nós. Mudança interior(de dentro para fora), bom pelo menos está havendo uma real transformação rumo a nova humanidade no meio de algumas confusões, mas isso faz parte da vida.
Chutar baldes equivalem a tensão do momento atual alien
Até mais!
Buscador

Focos de incêndio se multiplicam pelo interior do Brasil

Os incêndios e as queimadas saíram de controle na parte Centro-oeste e Norte do Brasil nas últimas semanas. A situação é agravada pelo clima seco nas duas Regiões, comum nesta época do ano. Durante o inverno, a chuva é escassa no interior do país o que deixa a vegetação ressecada com o passar dos meses sendo um campo propício para a proliferação do fogo...

http://www.apolo11.com/meio_ambiente.php?posic=dat_20100817-094657.inc
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qua Ago 18, 2010 4:52 am

Terra termina recursos do ano no sábado, calcula ONG

http://noticias.ambientebrasil.com.br/clipping/2010/08/17/59047-terra-termina-re\
cursos-do-ano-no-sabado-calcula-ong.html


No próximo sábado (21), os habitantes da Terra terão esgotado todos os recursos
que o planeta lhes proporciona para o período de um ano, passando a viver dos
créditos relativos ao próximo ano, segundo cálculos efetuados pela ONG Global
Footprint Network (GFN).

De acordo com o estudo, "foram necessários 9 meses para esgotar o total do
período", em termos ecológicos.

A GFN calcula periodicamente o dia em que vão se esgotar os recursos naturais
que o planeta é capaz de fornecer pelo período de um ano, consumidos pela
humanidade, aí incluídos o fornecimento de água doce e matérias-primas, entre
elas as alimentares.

Para 2010, a ONG prevê o "Earth Overshoot Day" (ou Dia do Excesso, em tradução
livre), no próximo sábado, significando que em menos de nove meses esgotamos o
que seria o orçamento ecológico do ano, diz o presidente da GFN, Mathis
Wackernagel.

No ano passado, segundo ele, o limite foi atingido no dia 25 de setembro, mas
não é que o desperdício tenha sido diferente.

"Este ano revisamos os nossos próprios dados, verificando que, até então,
havíamos superestimado a produtividade das florestas e pastos: exageramos a
capacidade da Terra" de se regenerar e absorver nossos excessos.

Para o cálculo, a GFN baseia-se numa equação formada pelo fornecimento de
serviços e de recursos pela natureza e os compara ao consumo humano, aos dejetos
e aos resíduos –as emissões poluentes, como o CO².

"Em 1980, a nossa "pegada ecológica" foi equivalente aos recursos disponíveis da
Terra. Hoje, é de 50 % a mais, explica a ONG.

Orçamento - Assim, "se você gasta seu orçamento anual em nove meses, deve ficar
provavelmente muito preocupado: a situação não é menos grave quando se trata de
nosso orçamento ecológico", explica Wackernagel.

"A mudança climática, a perda da biodiversidade, o desmatamento, a falta de água
e de alimentos são sinais de que não podemos mais continuar a consumir o nosso
crédito", completa.

Para inverter a tendência, é preciso "que a população mundial comece a diminuir"
–um tabu que começa a ser desmistificado pouco a pouco entre os demógrafos e os
defensores do meio ambiente, inclusive no seio das Nações Unidas.

"As pessoas pensam que seria terrível mas, para nós, representaria uma vantagem
econômica. É uma escolha", comenta Wackernagel.
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Baldes chutados

Mensagem  Luiz em Qua Ago 18, 2010 5:01 am

Arcturiano sabiamente postou:

Tenham ciência de que vocês existem e vocês criam, vivam ativamente e não passivamente, não vivam esperando que o outro melhore, não vivam esperando que a Paz prevaleça na terra sem que você tenha feito a sua parte mínima. O comando de Andrômeda paira sobre seu orbe, somente para protegê-los de si mesmos, o que fazemos é extinguir, ou melhor, tentar extinguir ao máximo as ligações que vocês fazem com os seres do negativo, sejam ativos, não tenham medo de serem ativos, não tenham medo de burlarem o sistema que vai contra a atividade de vocês, colocam vocês em passividade esperando tudo!
( Parte sublinhada para comentário)

Isso é chutar baldes.

Obrigado Arcturiano pela vossa postagem que por si só elucida meus baldes chutados rsrsrs.
avatar
Luiz

Sagitário Mensagens : 188
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 60
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qua Ago 18, 2010 5:05 am

Calor pode ter matado milhares em Moscou, dizem cientistas

Por Dmitry Solovyov
http://br.noticias.yahoo.com/s/reuters/100817/mundo/mundo_russia_moscou_mortes



MOSCOU (Reuters) - Alguns milhares de moscovitas teriam morrido em julho em
consequência da onda de calor sem precedentes que atingiu a região e essa cifra
poderia aumentar no mês de agosto, disseram cientistas russos nesta terça-feira.

Moscou, uma metrópole de mais de 10 milhões de habitantes, está sendo afetada
por um calor intenso desde o final de junho, com temperaturas chegando a quase
40 graus Celsius durante o dia.

A crise causou a redução de um terço da plantação de grãos da Rússia, cortando
em bilhões o crescimento anual do país este ano e matando ao menos 54 pessoas
nos incêndios florestais. O calor arrefeceu nesta terça-feira.

Citando um relatório do cartório de registro civil de Moscou, Boris Revich,
pesquisador de demografia e ecologia na Academia de Ciências da Rússia, disse
que em julho morreram 5.840 pessoas a mais em Moscou do que no mesmo mês do ano
passado.

Revich disse acreditar que a grande maioria dessas mortes foi causada pela
violenta onda de calor.

"Essa situação era absolutamente fácil de prever", afirmou ele em entrevista à
imprensa. "A única coisa pela qual eu me culpo... é que a minha estimativa (de
mortes) era muito baixa no início da onda de calor."

"Mas nós nunca tivemos experiência em estimar um calor tão monstruoso,
simplesmente porque nunca tivemos um calor assim."

Um total de 27.724 incêndios, inclusive 1.133 de queimadas de turfeiras, foi
detectado na Rússia desde julho, disse a jornalistas o chefe de departamento do
Ministério de Emergências, Yuri Brazhnikov.

Ele declarou que os incêndios afetaram um total de 134 vilarejos e cidades, e
destruíram mais de 2 mil casas. Cerca de 1.100 pessoas foram deslocadas para
abrigos temporários.

"Os países europeus já acumularam uma vasta experiência em como agir no calor",
disse Revich. "Lamentavelmente, estamos começando agora a caminhar em direção a
um plano nacional."
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qua Ago 18, 2010 5:10 am

17/08/2010
Nuvem de poluição cobre Brasília (DF)



O brasiliense está sofrendo com a baixa umidade e a poluição causada por mais de 50 incêndios florestais registrados desde o último final de semana. Não chove há 82 dias e, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas só deverão voltar em setembro. Mesmo assim, devem chegar em pouca quantidade e de maneira muito irregular, o que aumenta o risco do surgimento de novos focos de incêndio. Uma área de 424.900 m² (equivalente a 10% do Parque da Cidade, o maior de Brasília) foi queimada somente na segunda-feira (16), segundo os bombeiros. Nesta terça-feira (17), o Corpo de Bombeiros registrava até as 12h quatro ocorrências de incêndio. Em junho, foram 483 focos. Em julho, o número aumentou para 640. Em agosto, até esta terça-feira (17), os bombeiros contabilizavam 357 focos. Com tantos incêndios, o céu de Brasília foi tomado por uma camada de micropartículas de gás carbônico. "A última chuva ocorreu no final de maio. Em agosto não temos previsão de chuva, mas talvez, na última semana, algumas pancadas isoladas podem ocorrer. Mesmo em setembro, as chuvas ainda devem voltar de forma irregular", explicou Hamilton Carvalho, meteorologista do Inmet. Segundo a coordenadora do Programa de Combate a Asma da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, a médica alergista Marta Guidacci, o clima seco poderia ajudar no controle das doenças alérgicas, mas com as queimadas, a situação fica agravada. "Com o clima seco, a gente respira menos bactérias e vírus. Entretanto, as baixas temperaturas do inverno e as micropartículas que ficam no ar, por causa das queimadas, agem como fatores irritativos, aumentando os casos de alergia e os atendimentos nos hospitais", explicou a médica.

(Fonte: De olho no tempo, com informações G1)

http://www.deolhonotempo.com.br/?id=81-9481
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Qua Ago 18, 2010 5:11 pm

Pequim critica relatório de defesa americano e Ásia se mantém alerta

1 hora, 6 minutos atrás
PEQUIM (AFP) - A China criticou nesta quarta-feira o departamento de Defesa dos Estados Unidos por afirmar que Pequim "continua incrementando" sua capacidade militar, uma preocupação que encontra eco em outros países da região, como Taiwan e Japão, que acompanham com atenção o fortalecimento de seu poderoso vizinho.

Divulgar este relatório não é benéfico para melhorar nem para avançar as relações militares sino-americanas", alertou Geng Yansheng, porta-voz do ministério da Defesa chinês.

"O desenvolvimento militar da China é razoável e apropriado", argumentou o porta-voz.

Em seu relatório anual apresentado ao Congresso, o Pentágono disse que Pequim "continua incrementando" seu potencial militar, numa preparação para em eventual conflito com Taiwan, apesar da aproximação política entre os dois países.

Pequim considera a ilha como parte de seu território, e nunca escondeu que tem a intenção de recuperá-la.

O relatório também afirma que a China está tentando ampliar seu campo de ação na Ásia para muito além de Taiwan, chegando à ilha americana de Guam, no Pacífico.

O informe se concentra no ano de 2009 - antes, portanto, do anúncio feito em janeiro por Washington de que aumentaria a venda de mísseis Patriot, barcos, submarinos e helicópteros Black Hawk para Taiwan para 6,4 bilhões de dólares.

Comentaristas citados pela imprensa chinesa, por sua vez, qualificaram o documento de "pouco profissional" e "agressivo".

"Este relatório não é muito profissional", escreveu Ni Feng, pesquisador da Academia de Ciências Sociais, citado pelo jornal oficial China Daily.

Zheng Yongmian, diretor do Instituto do Leste Asiático da Universidade Nacional de Cingapura, criticou em entrevista ao Global Times, outro jornal oficial chinês escrito em inglês, "o tom agressivo em excesso" do informe.

No entanto, alguns comentaristas estimaram que o relatório do Pentágono foi "suavizado" este ano.

Segundo o Pentágono, os gastos com defesa da China foram superiores a 150 bilhões de dólares em 2009, levando em conta alguns investimentos que não figuram no orçamento oficial.

Em março, a China indicou que aumentaria em 7,5% seu orçamento de defesa, chegando a 77,9 bilhões de dólares - cifra 10 vezes inferior ao próximo orçamento de defesa dos Estados Unidos, o maior do mundo.

Neste contexto, Taipei estimou que a "China não abandonou a ideia de usar a força contra Taiwan". "Seguimos vigilando atentamente as ações militares da China", acrescentou o ministério da Defesa da ilha.

Taiwan também voltou a pedir aos Estados Unidos que lhes venda armas, apesar das melhors na relação com a China.

Já o Japão afirmou "observar atentamente o desenvolvimento militar da China". O mesmo "terá impacto significativo na região, incluindo o Japão", segundo um porta-voz do minist´rio da Defesa japonês.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Qua Ago 18, 2010 8:00 pm

Papa pede ajuda "concreta" para o Paquistão

18 de agosto de 2010 • 11h39 • atualizado às 12h20

O papa Bento XVI pediu nesta quarta-feira à comunidade internacional um apoio concreto para o Paquistão, devastado por inundações, e manifestou sua solidariedade para com os milhares de desabrigados.
"Penso neste momento na querida população do Paquistão, afetada pelas graves inundações que causaram inúmeras vítimas e deixaram milhares de famílias sem teto", declarou o Papa durante a audiência geral das quartas-feiras.
"Confio a misericórdia de Deus aos que tragicamente desapareceram e envio minha solidaridade espiritual aos familiares e a todos os que sofrem por causa dessa calamidade".
A pior catástrofe da história do Paquistão afetou 20 milhões de pessoas e um quinto da parte do território do país. Cerca de 1,6 mil pessoas morreram.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  suctupac em Qui Ago 19, 2010 3:28 am

Deserto do Atacama, no Chile, vive período florido
Fenômeno climático raro faz desabrochar flores numa das regiões mais áridas do mundo
por Globo Rural Online | Fotos: Martin Bernetti/AFP e Ian Salas/EFE


Em alguns anos, chuvas na região do Atacama provocam o fenômeno conhecido como "deserto florido" (foto: Martin Bernetti/AFP)

O Chile está assistindo a um fenômeno climático que mudou a face do deserto de Atacama, considerado um dos locais mais áridos do mundo. Em alguns anos, entretanto, ocorrem chuvas que resultam no chamado “deserto florido”, fazendo desabrochar variadas espécies de flores entre os meses de julho e agosto, e que podem durar até novembro.

O fenômeno natural está acontecendo desde o mês passado numa área entre as cidades de Copiapó e Vallenar, na região do Atacama. Nas fotos, tiradas ontem, aparece a flor conhecida localmente como pata-de-guanaco, uma referência a um animal da região, parecido com a lhama.


Flor conhecida na região como pata-de-guanaco, em foto tirada em 16/08 (Ian Salas/EFE)

avatar
suctupac

Mensagens : 61
Data de inscrição : 12/08/2010
Localização : serra do mar / pr

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qui Ago 19, 2010 5:19 am



Agosto 15, 2010 flash news

Paquistão, 8 milhões de vidas em risco



As vidas de oito milhões de pessoas correm o risco de inundações que devastaram o Paquistão, há duas semanas, logo a menos que recebam ajuda humanitária, o relatório de hoje nas Nações Unidas.

Baseado em estimativas do governo, cerca de 20 milhões de pessoas foram afetadas em diferentes graus pelas inundações, enquanto cinco milhões estão sem casa e uma área tão grande quanto a Áustria ea Suíça juntos é inundado por causa das chuvas de monção e transbordante rios.

Isso é um desastre de enormes proporções, tanto o tamanho da área, e as necessidades do povo, que são o dobro do terremoto do Haiti, disse o porta-voz da ONU para a ajuda humanitária, que está coordenando os esforços alívio.

Nações Unidas até agora distribuiu tendas e folhas de plástico de cerca de 900 000 pessoas desabrigadas e outras estão alimentando 770 000.

Do ponto de vista logístico da distribuição de material é extremamente difícil ea falta de financiamento suficiente.

Por exemplo, para garantir água potável para 3,5 milhões de crianças que correm o risco de infecção, precisam de pelo menos dois milhões de dólares por dia. "

" el día después de mañana", es hoy

Kristen Neiling
Dirección y Producción
Agencia CPl.News ®
www.thecamino.com.ar
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 4:27 pm

Queimadas causam "cegueira" coletiva em São Félix do Xingu (PA)
19/08/2010 - 08h18

Falta de ar, tontura e dores de cabeça. Nebulizadores funcionando 24 horas por dia nas unidades de saúde. Moradores com lágrimas nos olhos em razão da fuligem. Desde o início de agosto, quando se acirraram as queimadas na região de São Félix do Xingu (1.069 km de Belém), os moradores têm que enfrentar a fumaça no cotidiano. E sofrem duramente.

As crianças são as mais vulneráveis. Na única unidade materno-infantil, o número médio de atendimentos a problemas respiratórios quase quadruplicou. Anteontem, foram mais de 20. "Aqui o inalador não para um segundo. São 24 horas por dia", diz a técnica de enfermagem Lucimar Abreu.

Segundo a diretora clínica da unidade, Rosineire Mariano, os casos mais graves se concentram entre os moradores da zona rural, pela demora em receberem ajuda.

Os adultos também se queixam de problemas respiratórios, irritação nos olhos e dor de cabeça. "De manhã é pior. Você não consegue nem enxergar o Sol. E, na rua, ninguém vê mais do que 200 metros", diz Solange Feitosa, 19.

(...)

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/785402-queimadas-causam-cegueira-coletiva-em-sao-felix-do-xingu-pa.shtml

--


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 5:35 pm

Aquecimento global pode causar escassez de arroz, alerta FAO
19 de agosto de 2010 • 10h53

Um estudo feito com a participação da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) revela que a produção de arroz no mundo está sendo ameaçada pelas alterações climáticas extremas.

Segundo a agência da ONU, cerca de 3 bilhões de pessoas consomem arroz diariamente em todo o mundo. O alimento é importante para garantir segurança alimentar e combater a pobreza.

A pesquisa, que levou seis anos para ser concluída, sugere que a subida constante de temperaturas vai enfraquecer a produção nos arrozais na Ásia.

O estudo é baseado no acompanhamento da produção em 227 arrozais nos maiores produtores asiáticos, que geram mais de 90% do arroz consumido no mundo. Os organizadores da pesquisa acreditam que a queda na produção de arroz possa levar um maior número de pessoas à pobreza e a passar fome.

http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI4631143-EI238,00.html

--

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Qui Ago 19, 2010 5:37 pm

Destruição do ecossistema agrava as inundações no Paquistão
19 de agosto de 2010 • 09h44 • atualizado às 10h54

Inundações como as que devastaram um quinto do território do Paquistão podem ser muito mais graves por causa da destruição dos ecossistemas do que propriamente pela mudança climática, afirmam os especialistas em meio ambiente.

O desmatamento intensivo, a transformação dos pântanos em terra cultivável ou o crescimento urbano e o acúmulo de lixo que causa a obstrução dos sistemas de deságue são algumas das razões que acentuam as consequências das inundações.

"Não podemos nos limitar a jogar a culpa na natureza", declarou Ganesh Pangare, coordenador regional para a água dos pântanos da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), erradicado em Bangcoc. "Os humanos invadiram as zonas inundáveis", explicou.

Para Pangare, uma melhor condução dessas zonas limitaria as consequências humanas e econômicas dos desastres naturais, como as chuvas recordes que atingiram o Paquistão, deixando um saldo de 1,4 mil mortos. "As infraestruturas têm de estar em lugares seguros. Caso contrário, o desenvolvimento da Ásia se torna insustentável", enfatizou.

Para Red Constantino, que dirige em Manila o Instituto do Clima e Cidades Sustentáveis, a mudança climática se converteu num bom pretexto para os dirigentes asiáticos quando ocorrem desastres naturais.

"Quando há inundações de grande amplitude, é só jogar a culpa na mudança climática, quando os problemas poderiam ser solucionados localmente", afirmou Constantino.

"Seja onde for que estejamos, em Jacarta, Bangcoc ou Manila, há coisas óbvias que podem ser feitas, como melhorar a transformação do lixo, o uso da terra ou o gerenciamento do crescimento urbano", acrescentou.
(...)

http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI4631311-EI238,00.html

--

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Sex Ago 20, 2010 5:46 am

Agosto 19, 2010



Una nube se descargó de forma explosiva y barrió con agua un pueblo de desierto



Mientras el mundo entero mira hacia Pakistán una situación muy rara se produjo en la India. Una nube literalmente devastó un pueblo en los Himalaya. Leg in Ladakh en India, es/era una de las regiones más secas de la Tierra.

Pesadas lluvias son comunes en cualquier lugar del Himalaya, pero no en Ladakh. Esta región yace en un cono de total sequía entre las altas montañas, haciendo de este lugar un desierto de gran altitud y muy frío. De acuerdo al Departamento de Meteorología de la India, Ladakah recibe una media de 15 mm de lluvia en Agosto.

Pero entre las 01:30 y 02:00 am del 6 de Agosto literalmente una nube explotó sobre Ladakh. Inundaciones y avalanchas hicieron desaparecer casas, 150 muertos y cientos de personas están desaparecidas. De hecho ninguna casa estaba construida para una lluvia ya que allí no llueve.

La tormenta estaba TAN FOCALIZADA que hasta omitió una estación meteorológica cercana, por lo que la cantidad de lluvia caída se desconoce.

¿Hay que culpar al cambio climático?

El IPCC (Panel Intergubernamental del Cambio Climático) predijo que habría eventos extremos como este, nubes que hacen explosión, van a incrementar la temperatura global en aumento. Esto mismo asevera el científico climático Jayaraman Srinivasan del Instituto de Ciencias de Bangalore.

De todas formas, al no haber otros datos, no hay como probar que la explosión de esta nube no constituye suficiente evidencia para relacionarla al calentamiento global.

Tradução:

19 de agosto de 2010



A nuvem era descarregada explosivamente com água e cidade do deserto varrido



Enquanto o mundo enfrenta uma situação muito estranha Paquistão foi na Índia. Uma nuvem, literalmente, devastou uma aldeia no Himalaia. Leg em Ladakh, na Índia, é / foi um dos mais secos das regiões na Terra.

Chuvas são comuns em qualquer lugar do Himalaia, mas não em Ladakh. Esta região encontra-se em um cone de seca total entre altas montanhas, fazendo deste um deserto de alta altitude e muito frio. Segundo o Departamento Meteorológico da Índia, Ladakah recebe uma média de 15 mm de chuva em agosto.

Mas 1:30-2h00 em 06 de agosto uma nuvem literalmente explodiu sobre Ladakh. Inundações e deslizamentos de terra obliterada casas, 150 mortos e centenas de desaparecidos. Na verdade, nenhuma casa foi construída para um banho, porque não há chuva.

A tempestade estava tão focado que até perdeu uma estação meteorológica próxima, de modo que a quantidade de chuva é desconhecida.

Devemos culpar as mudanças climáticas?

O IPCC (Intergovernmental Panel on Climate Change) previu que haveria eventos extremos como este, as nuvens que fazem a explosão, aumentará o aumento da temperatura global. Esse mesmo clima, diz cientista Jayaraman Srinivasan Instituto de Ciência de Bangalore.

No entanto, a ausência de outros dados, não há maneira de provar que a explosão da nuvem não é evidência suficiente para fazer um link para o aquecimento global.

" el día después de mañana", es hoy

Kristen Neiling
Dirección y Producción
Agencia CPl.News ®
www.thecamino.com.ar
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Sex Ago 20, 2010 5:48 am

Agosto 19, 2010



Hay un pedido urgente de la provincia de Punjab en el norte de Pakistán



Hay una necesidad desesperante de comida para los animales que están sobreviviendo a las inundaciones

Esta inundación, que afecta a 20 millones de personas, este desastre está catalogada por las Naciones Unidas PEOR QUE EL TSUNAMI ASIÁTICO Y EL TERREMOTO DE HAITÍ, JUNTOS

La ONU y otros organismos humanitarios están ayudando a las personas , hay que ayudar a los animales.

Sigue lloviendo, las pocas represas que quedan están sosteniendo el caudal de agua a punto de romperse por lo que los próximos días son cruciales.

Donaciones: http://www.ifaw.org/splash.php





" el día después de mañana", es hoy

Kristen Neiling
Dirección y Producción
Agencia CPl.News ®
www.thecamino.com.ar
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Sex Ago 20, 2010 6:19 am

E deu também um friozinho com vento em Brasília, sô!
Até mais!
Buscador resfriado bounce



Na América Latina, o La Niña sopra o frio até a Amazônia

---
Por causa do fenômeno La Niña foi decretado estado de emergência no Peru, onde
as baixas temperaturas favorecem a multiplicação de pneumonias fatais
---


Le Monde
do UOL Notícias
Chrystelle Barbier
Em Lima (Peru)
Lana Lim
http://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2010/08/19/na-america-latina-o-la-n\
ina-sopra-o-frio-ate-a-amazonia.jhtm


Com seu bebê nas costas, enrolado em sua "manta", um tecido colorido tradicional
dos Andes, Dionisia espera sua vez na clínica de saúde que não esvazia nunca.
"Meu filho está doente dos brônquios", se preocupa a jovem mãe, convencida de
que a enfermidade é consequência das baixas temperaturas que vêm castigando Lima
há várias semanas.

Dionisia vive em Manchay, um município a leste da capital peruana, onde se
estendem a perder de vista casas de madeira compensada e tetos em chapa,
plástico ou papelão, que não resistem bem aos ventos que varrem as colinas.

Em Lima, o termômetro desceu para 8,8 graus no fim de julho, pela primeira vez
em 40 anos. Desde então, estagnou entre 13 e 15 graus. Em Lima, onde as casas
não possuem bom isolamento, "a sensação de frio é acentuada também pela incomum
intensidade dos ventos na região e pela forte umidade do ar que passa dos 80%, e
às vezes chega a 95%", diz o meteorologista Percy Mosca, do serviço peruano de
meteorologia e hidrologia (Senamhi).

"Faz tanto frio que parecemos sentir dor nos ossos", conta Dionisia, certa de
que tem feito "muito mais frio neste ano do que nos invernos anteriores". "Um
inverno rigoroso",confirma o meteorologista. Todo o Peru tem enfrentado uma onda
de frio atípica devido ao La Niña, fenômeno climático cíclico – contrário ao El
Niño - que resulta em um resfriamento do Oceano Pacífico.

Segundo Percy Mosca, a queda das temperaturas também se deve à elevação das
grandes massas de ar frio que vêm do Polo Sul. Esse fenômeno não poupou o Chile,
a Argentina, o Uruguai, o Paraguai e o sul do Brasil, onde a vaga de frio matou
diversas pessoas, mas também milhares de bovinos de criação e destruiu
plantações.

Doenças respiratórias

No Peru, as temperaturas estão abaixo da média sazonal na costa pacífica, mas
também nas montanhas andinas, onde as populações, que às vezes vivem a mais de
quatro mil metros de altitude, estão acostumadas com os invernos severos.

A floresta amazônica também tem passado por um clima inédito. Nos últimos dias,
as mínimas caíram para 10 graus centígrados, ante os 20 a 30 graus de costume.
Os moradores, despreparados para enfrentar esse frio repentino, vêm mudando seus
hábitos, mas continuam expostos às doenças respiratórias.

Preocupado com a extensão, mas também com a duração da onda de frio que deverá
permanecer até o mês de setembro, o governo peruano decretou estado de
emergência em 13 regiões, ou seja, metade do país. "Nós reforçamos os serviços
de saúde e as campanhas de vacinação não só nos Andes, como nos outros anos, mas
também na Amazônia", ressalta Aquiles Vilchez, diretor de epidemiologia do
ministério da Saúde. Ele constata neste inverno um maior número de casos de
pneumonia.

"No entanto, o número de mortes decorrentes dessas doenças respiratórias é menor
que o do ano passado", diz Vilchez, para quem esses resultados mostram que a
experiência adquirida permitiu que o país entendesse melhor a onda de frio.
Desde o início do ano, 250 crianças com menos de cinco anos morreram no Peru
devido a doenças respiratórias causadas pelo frio, especialmente pneumonias, das
quais 64 somente na região altoandina de Puno, onde as temperaturas às vezes
ficam abaixo de -20 graus centígrados.

avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Sab Ago 21, 2010 3:29 am

Gaivotas viram "ameaça" em Londres

Uma associação protetora de aves britânica, a RSPB, advertiu nesta quarta-feira que o número de gaivotas que sobrevoam Londres duplicou desde os anos 80, e que os animais representam uma "nova ameaça urbana" para os moradores e visitantes da capital britânica.

A associação recomenda que as pessoas não se aproximem das aves, nem deem comida, pois cada vez são mais frequentes seus ataques aos transeuntes.

As gaivotas buscam comida em meio ao lixo que há nas ruas e contêineres, sem se importar com as pessoas que passam pela rua. As queixas sobre sua agressividade chegaram até à rede de microblogs Twitter, onde a cantora britânica Lily Allen afirmou que nunca antes tinha visto gaivotas no distrito central de Londres.

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI4628970-EI8142,00-Gaivotas+viram+ameaca+em+Londres+diz+associacao.html
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Sab Ago 21, 2010 5:14 am

Seca russa e do Centro-Oeste vai pesar no seu bolso


O pãozinho francês pode chegar à mesa dos brasileiros, nas próximas semanas, até 6,5% mais caro. Em muitos locais do país, o preço já subiu. E não é só aqui. Em outras partes do mundo também. A vizinha argentina, um dos maiores consumidores de pão em todo o planeta, sofrerá com preços mais altos...

http://www.metsul.com/blog/

avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

China

Mensagem  Luiz em Dom Ago 22, 2010 4:51 am

Rio transborda em cidade chinesa e 50 mil pessoas evacuam a região

Fortes chuvas atingem a cidade de Dandong, ao noroeste da China.
Rio Yalo não suportou a quantidade de água
.

Cerca de 50 mil chineses precisaram deixar suas casas neste sábado (21) devido ao transbordamento do rio Yalo, na cidade de Dandong, ao noroeste do país, de acordo com a agência de notícias France Presse (AFP).
Ao menos três pessoas estão desaparecidas, e cerca de 230 imóveis foram derrubados devido a inundação causada pelas fortes chuvas que atingem a região. Serviços de transporte, energia e comunicação sofreram interrupções, segundo a AFP.
A cidade de Dandong possui aproximadamente 2,5 milhões de habitantes.


http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/08/rio-transborda-em-cidade-chinesa-e-50-mil-pessoas-evacuam-regiao.html
avatar
Luiz

Sagitário Mensagens : 188
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 60
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Dom Ago 22, 2010 6:23 am

Agosto 22, 2010

Máxima urgencia


Cada día que pasa la situación en Pakistán es más dramática. El pasado jueves, la ONU convocó una reunión para volver a insistir en la urgencia de recibir ayuda internacional para combatir los devastadores efectos de las inundaciones.

De los 360 millones de euros que este organismo había solicitado en una cita anterior, hasta ese momento solo se había recaudado la mitad. Mientras tanto, las cifras que resumen la catástrofe crecen de manera alarmante. Una cuarta parte del país está anegada por las aguas, que afectan ya de manera directa a más de 15 de los 170 millones de habitantes de Pakistán.

Hay ocho millones de damnificados y se han quedado sin casa más de cinco millones, de los que cuatro millones no tienen ningún tipo de refugio. Más de tres millones y medio de niños corren peligro de muerte por las epidemias (cólera, disentería, tifus, malaria...) que pueden surgir en cualquier momento. Solo han muerto, sin embargo, unas 2.000 personas.

Quizá ese bajo número de víctimas mortales haya demorado hasta ahora la ayuda internacional. Las inundaciones no tienen la eficacia mediática de otras catástrofes, como los terremotos o los tsunamis, aun cuando su capacidad de destrucción pueda ser a la larga mayor. También influyó en los primeros momentos la falta de liderazgo del presidente Asif Ali Zardari, que decidió no interrumpir una gira que realizaba entonces por Europa.

Pero lo que dificulta de verdad la eficacia de la ayuda es la propia situación de Pakistán, fragmentado en distintas zonas en un reguero de tribus a las que no alcanza autoridad alguna y con un aparato estatal frágil y corrupto. El país, que cuenta con la bomba atómica, tiene permanentes conflictos fronterizos con India, está bajo sospecha de facilitar las cosas a los talibanes en la guerra de Afganistán y suele verse afectado por atentados terroristas.

El primer ministro, Yusuf Razá Guilani, ha anunciado la creación de un organismo independiente para supervisar la transparencia en la gestión y distribución de la ayuda, y el presidente Zardari ha advertido del uso que los talibanes podrían hacer de la tragedia.

Las inundaciones están afectando a un país que, en partes del noroeste, está inmerso en una guerra que Occidente ha desencadenado.

La ayuda tiene que materializarse cuanto antes. EE UU y la UE (y también España) ya han incrementado su colaboración. El desafío es que llegue a los afectados y no se pierda por el camino.



" el día después de mañana", es hoy

Kristen Neiling
Dirección y Producción
Agencia CPl.News ®
www.thecamino.com.ar
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Coreia do Norte

Mensagem  Luiz em Dom Ago 22, 2010 11:44 pm

Coreia do Norte resgata mais de 5 mil pessoas após inundação

País foi atingido na região da fronteira com a China.
Diversas partes da cidade de Shinuiju ficaram submersas.
Da Reuters
imprimir
Mais de 5 mil pessoas foram retiradas de uma cidade da Coreia do Norte que faz fronteira com a China após a inundação de um rio ter levado mais de 94 mil pessoas a abandonar as áreas afetadas na China esta semana.

A agência de notícias oficial da Cereia do Norte informou neste domingo que diversas partes da cidade de Shinuiju ficaram submersas após o rio que divide o país e a China transbordar em decorrência das fortes chuvas que atingiram a região no sábado.
O líder norte-coreano Kim Jong-il enviou unidades militares para resgatar moradores da área atingida e pelo menos 5.150 vítimas foram retiradas pela força aérea e naval, segundo a agência.
Os institutos locais de meteorologia preveem que o intenso volume de chuvas deve continuar atingindo a região nas próximas 24 horas.

COMENTÁRIOS:

A INUNDAÇÃO ACIMA CITADA NÃO FOI MOTIVO PARA COREIA DO NORTE NÃO RETALIAR AS MANOBRAS MILITARES ENTRE OS EUA E A COREIA DO SUL, A NÃO RETALIAÇÃO, COMO EU SEMPRE VENHO DIZENDO, FOI CONTIDA PELO CAPITAL
.


avatar
Luiz

Sagitário Mensagens : 188
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 60
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Seg Ago 23, 2010 1:15 am

Pois é pessoal, hoje em dia ninguém está isento de sofrer as consequências do que acontece
nos demais lugares do planeta.

Quinta-feira passada, quando estava chegando em Santa Maria - RS, vi a cidade toda cinzenta
como aquelas imagens que vemos de São Paulo e cidades grandes quanto a poluição é muito
grande.

Hoje, domingo 22/08/2010 passou todo dia assim, e vi que também estão assim outras cidades
da região central do RS, na reportagem abaixo está escrito que é poluição que vem de outros estados
e até de outros países e está causando problemas respiratórias para algumas pessoas.


Névoa que se formou em Santa Maria é resultado de vento forte e queimadas
Segundo meteorologista da Central da RBS, nome do fenômeno climático é inversão térmica

Moradores da região oeste de Santa Maria acordaram nesta quinta-feira com a presença de uma névoa espessa no ar.
Além disso, havia um cheiro de fumaça que prejudicou a respiração de muitas pessoas, em especial na Cohab Tancredo Neves.

De acordo com Estael Sias, meteorologista da Central RBS de Meteorologia, é provável que as dificuldades
tenham sido provocadas por um fenômeno climático chamado de inversão térmica.

O tempo seco dos últimos dias, aliado ao vento norte que trouxe a poluição de queimadas de outros Estados e países,
como o Paraguai, podem ter contribuído para o fenômeno. Além disso, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)
registrou áreas de forte calor, que podem ser queimadas, na região de Santa Maria.
O Corpo de Bombeiros não tinha registro de fogo em campo na cidade.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Seg Ago 23, 2010 5:02 am

Dias de muito calor e muita fumaça


Não havia uma nuvem e o dia era ensolarado, mas quem olhasse neste sábado para o céu aqui na região da Grande Porto Alegre notava claramente um tom acinzentado, resultado da presença de fumaça de queimadas. Aqui no Vale do Sinos (fotos abaixo de Rivelino Meirelles do Grupo Sinos) em nada a tarde lembrava um dia de céu limpo...

http://www.metsul.com/blog/

avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Seg Ago 23, 2010 5:54 am

Perturbação da vida animal:

Tradução:

Você pode ter notado uma mudança no comportamento da vida selvagem em 2007. As aves migratórias chegaram e , em seguida, tornou-se confuso , alguns dias depois . Alguns estavam voando para o sul em uma semana de chegada , enquanto outros voaram mais ao norte.

Até os pássaros que habitavam determinadas áreas durante anos, desapareceram na mesma semana , no final de abril de 2007. 20-30 espécies, desapareceu da noite para o dia dos seus habitats .

Aves não iniciar ovos até 3 meses de atraso e mesmo assim, abandonaram os seus ovos.

Animais selvagens , tais como coiotes e guaxinins ficou desorientado e perdido longe de áreas que haviam habitado por muitos anos.

Snakes & sapos estão fervilhando em massa , devido à mudança do clima como são os insetos , lagartos e outras espécies.

Todos esses são sinais de que os animais selvagens são perturbados pela mudança do eixo do sol, do ângulo.

http://www.divulgence.net/Wildlife.html
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 45
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum