COMUNIDADE FAMILIA ASCENSAO
SAUDAÇÕES QUERIDA FAMILIA.
PARA CONHECER OS DEBATES E PARTILHAS ANTERIORES VISITE O LINK
http://nominato.com.br/forum/index.php

ATENÇÃO :
APÓS FAZER O REGISTRO, VÁ NA SUA CAIXA DE EMAIL E "ATIVE" SUA CONTA.
VOLTE AO FÓRUM E CLIQUE "LOGIN" NOME E SENHA "MANTER CONECTADO". PARA FUGIR DAS PROPAGANDAS.


MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Página 3 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  luizfbw em Seg Ago 23, 2010 1:07 pm

aqui em palhoça santa catarina perto de florianopolis

tambem vimos a nuvem a cinzetada por toda cidade,um tipo de nevoa estava por tudo no domingo.....

acho que tem algo ocorrendo nos céus...

acho que estamos logo indo entra em contato com nossos irmãos do superiores

luizfbw

Mensagens : 9
Data de inscrição : 23/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Seg Ago 23, 2010 4:10 pm

Pois é Luiz, também penso que algo errado, tendo em vista que quando fui viajar para uma
cidade próxima, vi que até na zona rural o céu estava cinzento, vi um mundo feio e parecia não haver vida nas coisas.

Esta foi a primeira impressão que tive, depois vi minha cidade no horizonte toda cinza igual as grandes cidades poluídas.
Depois fiquei sabendo por pessoas que havia saido algo na imprensa como inversão térmica e ontem domingo, quando viajei
a uma cidade vizinha, tanto na ida pela manhã como na volta pela tardinha, o clima estava quente, abafado e até um pouco
difícil de respirar, vi um sol com o brilho ofuscado por esta névoa.

Isto não é normal na minha região, tendo em vista que aqui não tem grandes fábricas e nem muita poluição.

Uma ótima semana a todos.



Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Ter Ago 24, 2010 5:36 am

23/08/2010
Queimadas na Amazônia espalham fumaça até o Rio Grande do Sul


Consequência das queimadas que atingem as regiões Centro-oeste e Norte do país, o Rio Grande do Sul passou o fim de semana encoberto por uma densa nuvem de fumaça. O céu acinzentado é fruto da combinação do tempo seco com o vento que sopra do sentido Norte para o Sul, que favorece o deslocamento da fumaça para os Estados da Região Sul. A situação foi observada ontem por moradores da maioria dos municípios gaúchos. Em Santa Catarina e no Paraná, a fumaça também foi avistada. Os gases que estão na atmosfera não são apenas produto das queimadas, mas também da própria poluição das cidades. O meteorologista Eduardo Gonçalves explica que, devido ao tempo seco, os poluentes encontram dificuldades para se dissipar, tornando a fumaça ainda mais densa. No fim de semana, havia 1.085 focos de queimadas na América do Sul, sobretudo no Brasil, Bolívia e Paraguai. Devido à situação, a meteorologia não descarta a repetição, amanhã, de um novo registro de chuva ácida no Estado, como a que ocorreu no dia 12, na Capital. O fenômeno ocorre quando as gotas atravessam camadas de fuligem no ar, trazendo as partículas de poluentes para a superfície. A fumaça que toma conta do Estado piora a qualidade do ar, fazendo com que pessoas suscetíveis a doenças respiratórias possam ter seus problemas agravados. O pneumologista José Miguel Chatkin, professor de pneumologia da Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica (PUCRS), explica que as partículas que compõem a fumaça são altamente irritantes.

(Fonte: De olho no tempo, com informações Zero Hora)

http://www.deolhonotempo.com.br/?id=81-9545
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Convidad em Ter Ago 24, 2010 4:35 pm

Olá Buscador!

Pois é, isto acabou afetando até as pessoas na cidade onde moro, até minha filha teve irritações
na pele, isto não foi normal desta vez.

Pelo que me lembro, este foi um dos fenomenos que mais me chamou atenção tendo
em vista que fica evidente que estamos todos no mesmo barco.

Uma ótima terça-feira!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Ter Ago 24, 2010 5:37 pm

Pois é WAM, é muita seca em todo o Brasil e outros países, céus esfumaçados e doenças respiratórias por aqui também(Brasília). Não sei se vai chegar chuva por aí(Santa Maria).
Até mais!
Buscador na secura Suspect
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Donator em Ter Ago 24, 2010 6:13 pm

Caros amigos e amigas

A secura que se encontra o país já é um sinal de como será a primavera, além do próprio o verão. Aqui no Rio, os termômetros continuam a se elevar. Um fato importante a ser notado é a CLARIDADE DO DIA.....muito bonito, sim.....mais muito claro para os olhos, ofuscante.....o que demonstra a atividade solar mais intensa, ou, na pior das hipóteses, que a nossa atmosfera (camada de ozônio, dentre ouras camadas) não está filtrando os raios ultravioletas.

Um dos fatos específicos, dentre tantos outros, que o Luiz Scortecci (da REDE AURORA/AMASOFIA) sempre informou é tomar cuidado com o local onde se encontra (onde se pretenda morar, na transição), para que não seja tão fácil o fogo chegar até lá. E o que vemos no Brasil e em boa parte do mundo: combustão fácil devido a securo, além, é claro, das quiemadas criminosas, onde os ignorantes pensam estar fazendo um bem onde moram.

Como na primavera/verão do ano passo, já falo: CUIDADO COM OS OLHOS (usem chapéu e/ou óculos escuros) E O CORPO COMO UM TODO (cuidado com a hidratação).



avatar
Donator

Mensagens : 51
Data de inscrição : 10/08/2010
Localização : rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Gás hélio existente na atmosfera acabará em 25 (vinte e cinco) anos

Mensagem  ALGOL em Qua Ago 25, 2010 12:12 am

Balões de festa deveriam custar US$100, diz vencedor do Nobel
24 de agosto de 2010 • 12h00

A quantidade de gás hélio disponível, cada vez mais baixa, deveria causar o aumento do custo de balões de festa para US$100, segundo o vencedor do prêmio Nobel de Física de 1996, o físico da Universidade de Cornell, Estados Unidos, Robert Richardson, em entrevista para a revista New Scientist. Sua previsão é de que em 25 anos todo o gás hélio existente na atmosfera acabará. As informações são do site LiveScience.

O valor do hélio mais do que dobrou nos últimos anos. Por suas características únicas, é o gás favorito para experiências com aceleradores atômicos e equipamentos magnéticos usados na medicina, por exemplo.

A Nasa e o Departamento de Defesa Americano usam hélio em explorações espaciais e sistemas de defesa, quantidade que equivale a 25% do hélio usado nos Estados Unidos. O uso em balões de festa significa menos de 5%.

O país possui a Reserva Federal de Gás Hélio, porém, com a privatização do sistema, todo o hélio será vendido até 2015. A quantidade equivale à metade do hélio existente em todo o mundo.

Comentário: por causa da ação humana, em breve não teremos mais um gás importante, que não é renovável. É como petróleo. Uma hora, o gás acaba e não há como ser produzido artificialmente com a tecnologia atual. A reportagem não diz, mas o gás hélio também é utilizado em alguns aparelhos destinados à realização de exames médicos como ressonância magnética, por exemplo. Haveria um retrocesso, caso esse gás não possa ser substituído por outro elemento ou material.

avatar
ALGOL

Aquário Mensagens : 101
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 47
Localização : RIO DE JANEIRO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avanço do mar está reduzindo faixa de areia no Brasil

Mensagem  ALGOL em Qua Ago 25, 2010 3:30 am

Alerta: avanço do mar já está reduzindo faixa de areia no Brasil

Um estudo apresentado durante a 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), realizado no fim de julho no Rio Grande do Norte, trouxe dados que mais uma vez evidenciam os efeitos do aquecimento global sobre o planeta.




O estudo confirma aquilo que os moradores da orla marítima já sabem há muito tempo: a areia das praias do litoral brasileiro está perdendo espaço com o avanço do mar.

Para o geólogo e geógrafo Dieter Muehe as mudanças climáticas estão provocando tempestades em ritmo acelerado e a elevação acelerada do nível do mar na costa brasileira já é uma realidade. Alguns exemplos recentes como as ressacas que ocorreram na Praia da Armação, em Florianópolis, SC, ou na Praia da Caueira, em Itaporanga d’Ajuda, em Sergipe, mostraram a vulnerabilidade das faixas de areia que correm o risco de desaparecer das praias do Brasil.

“As regiões urbanas são as que correm mais risco. Isso está acontecendo em várias praias do Rio de Janeiro, como Piratininga, Ipanema e Cabo Frio”, disse Muehe.



Ao lado das mudanças no clima, a ação direta do homem também contribui de forma significativa para a resposta do mar. Construções muito próximas da praia que invadem a faixa de areia são as primeiras a serem atingidas pela maré alta, obrigando no futuro a desocupação da região.

Segundo Muehe, a situação pode ser revertida por meio de dragagens com areias idênticas às da praia ou mais grossas. Segundo o especialista, é preciso fazer valer a lei e respeitar a distância prevista para as construções ao longo da orla, que variam de 50 a 200 metros do mar. Em grande parte da orla brasileira essa distância não é respeitada e os impactos do mar são visíveis a cada ano que passa.

Muehe acrescentou em seu estudo que já existem algumas praias no mundo em que a areia é reposta anualmente. No entender do pesquisador, no Brasil essas ações precisam ser intensificadas e coordenadas de forma mais eficiente e objetiva e pouca coisa está sendo feita nesse sentido.


Fotos: Os efeitos do avanço do mar são notáveis nestas duas imagens. O hotel mostrado, localizado na Orla de João Pessoa, na Paraíba, ainda não sofria com a elevação do nível do oceano quando foi concluído em 1971. Com o passar dos anos, o avanço do mar atingiu a construção e pode no futuro obrigar a desativação do local ou até mesmo sua remoção.

Crédito: Apolo11.com

avatar
ALGOL

Aquário Mensagens : 101
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 47
Localização : RIO DE JANEIRO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qua Ago 25, 2010 4:54 am

ONU considera urgente estudar correntes atmosféricas

Os especialistas do clima devem se dedicar o mais rápido possível a estudar as mudanças constatadas nas correntes atmosféricas ligadas às grandes inundações no Paquistão e à onda de calor sem precedentes na Rússia, considerou nesta quarta-feira um especialista climático da ONU e a OMM.

O verão foi particularmente conturbado com as chuvas de monção excepcionais que atingem o Paquistão há várias semanas, com uma onda de calor que provocou gigantescos incêndios florestais na Rússia, além de deslizamentos de terra causados pelas chuvas torrenciais na China e da divisão de um gigantesco Iceberg na Groenlêndia.

De acordo com a Organização Meteorológica Mundial, esses eventos são excepcionais mesmo para as condições climáticas extremas de algumas regiões.

Trata-se "de uma sequência sem precedentes de eventos" que "supera em intensidade, duração e extensão geográfica todos os eventos históricos anteriores".

POR :
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/08/onu-considera-urgente-estudar-correntes-atmosfericas.html
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qua Ago 25, 2010 6:06 am

É Fogo !
Ibiza: bombeiros lutam contra incêndio que já evacuou 1,2 mil

De acordo com as primeiras estimativas, cerca de 100 hectares de vegetação já foram destruídos em áreas consideradas de alta biodiversidade. O incêndio começou no domingo.

Pelo menos 1,2 mil pessoas, foram evacuadas na tarde de domingo, principalmente pelo mar em embarcações privadas. De acordo com as autoridades, houve "alguns feridos leves".

Todos os bombeiros de Ibiza estão mobilizados no combate às chamas, enquanto esperam por reforços da ilha vizinha de Mallorca.

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI4637307-EI8142,00-Ibiza+bombeiros+lutam+contra+incendio+que+ja+evacuou+mil.html

É Fogo !
Estado de emergência é declarado em ilha grega, devido a incêndio florestal

O forte incêndio florestal, espalhado por fortes ventos e altas temperaturas, que afeta o sul da ilha grega de Evia obrigou a Defesa Civil a declarar estado de emergência nessa região e a evacuar um camping de turistas.

Segundo explicaram hoje as autoridades gregas, este fogo é a frente oriental de um grande incêndio que começou durante o fim de semana e que se reavivou agora.

Fortes rajadas de vento alimentam as chamas que há mais de 24 horas estão queimando áreas florestais nos barrancos que rodeiam a localidade de Aetos, perto da cidade de Karystos.

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2010/08/23/estado-de-emergencia-e-declarado-em-ilha-grega-devido-a-incendio-florestal.jhtm

Segue o Seco !
Estiagem seca cachoeiras e afeta turismo no interior de SP

A estiagem que já dura quase três meses em Altinópolis, a 333 km de São Paulo, deixou as mais de 30 cachoeiras da cidade secas e afeta o turismo do município. No verão, mais de 3 mil pessoas vão à cidade por mês para praticar esportes de aventura. Com a seca, o movimento caiu 70%.

As plantações de café também estão sofrendo com a seca.

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2010/08/estiagem-deixa-cachoeiras-secas-e-afeta-turismo-no-interior-de-sp.html
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qua Ago 25, 2010 6:12 am

24/08/2010
Diretor do Ibama: "Queimadas vão fazer do Brasil um inferno"


Ou os agricultores e pecuaristas interrompem imediatamente as queimadas, ou "eles vão fazer do Brasil um inferno". Este é o apelo do diretor de Proteção Ambiental do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), Luciano Evaristo. Nos últimos meses, o Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE) vem registrando sucessivos recordes de incêndios florestais no Brasil. Só nesta segunda-feira, 23, havia 12.551 focos espalhados pelo país. Comparado ao mesmo período de 2009, as queimadas na Amazônia cresceram 276% este ano. E mais do que duplicaram em todo o território nacional. Como diretor de Proteção Ambiental, Evaristo coordena as ações do PrevFogo, (Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais) responsável por prevenir e combater os incêndios florestais no Brasil:
- A fiscalização do Ibama está toda em campo, quem nós pegarmos tocando fogo será autuado, embargado e conduzido à delegacia de polícia para responder por crime ambiental. O diretor do Ibama reconhece a dificuldade de identificar os culpados pelos incêndios, mas alerta: "O Ibama não quer saber, vamos autuar e vamos multar quem tiver fogo dentro da sua propriedade".

(Fonte: De olho no tempo, com informações O Documento)

http://www.deolhonotempo.com.br/?id=81-9560

avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qui Ago 26, 2010 5:53 am

Inundações no Paquistão



A quebra de várias barragens, eo transbordamento do majestoso rio Indus, cujos bancos têm agora chegou a três quilômetros de largura em alguns lugares, ameaçando deixar com água quase todo sul do Paquistão.

Segundo as autoridades da província de Sindh, Hyderabad e outras cidades localizadas na zona sul poderia ser inundada nos próximos dias.

Centenas de trabalhadores do Ministério da Irrigação foram enviados à área para construção de barragens, mas o perigo de que a cidade em dois milhões e meio de pessoas ainda latente, advertiu o ministro Jam Saifullah Dharejo.

O serviço de meteorologia disse que o Paquistão, por sua vez, as chances de chuva continuam a ser elevados no sul, embora a situação começou a melhorar para o centro e noroeste.

A pior enchente da história do Paquistão, até agora, deixou cerca de 1.500 mortos e 17.000 mil pessoas afetadas, de acordo com estimativas do governo e das Nações Unidas.

Fontes do Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários, advertiu ontem que cerca de 800 000 pessoas continuam totalmente isolados em algumas partes do país.

Ele disse que precisava dos serviços de pelo menos 40 helicópteros para resgatar os feridos, em perigo de morrer de fome ou de doenças como cólera e gastroenterites, que começaram a aparecer nas áreas inundadas.

O primeiro-ministro Yousuf Raza Gilani, disse, entretanto, que cerca de três milhões de crianças estão ameaçadas por focos da doença.

A ONU, que fez um apelo urgente à comunidade internacional, disse que a promessa após uma reunião de emergência realizada na semana passada em Nova York, mais de 700 milhões de dólares, mas a ajuda continua a chegar a conta-gotas os afetados.

Embora a magnitude real da tragédia só será conhecido quando a água recua, as estimativas preliminares falam de mais de um milhão de casas destruídas ou danificadas, quatro milhões de hectares de culturas inundadas e dezenas de milhares de cabeças de gado morreram.



"O Dia Depois de Amanhã é hoje

Kristen Neiling
Dirección y Producción
Agencia CPl.News ®
www.thecamino.com.ar
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qui Ago 26, 2010 5:56 am

Agosto 25, 2010 FLASH NEWS



Tornados de fuego en Sao Paulo, Brasil




Como consecuencia de las sequías y el calor de los incendios forestales se originaron en San Pablo tornados de fuego. Causaron pánico y caos en el tráfico de la ciudad a causa del humo. La sequía, combinada con el calor de los incendios forestales, originó remolinos ardientes que se desplazan extendiendo las llamas .




Tornados de fuego sorprendieron a los vecinos de San Pablo, Brasil. Causaron pánico y caos en el tráfico de la ciudad. Según expertos, los niveles de calor y humedad que se registran son similares a los del desierto del Sahara. Las cenizas de los numerosos incendios también han provocado graves problemas de tráfico




" el día después de mañana", es hoy

Kristen Neiling
Dirección y Producción
Agencia CPl.News ®
www.thecamino.com.ar
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qui Ago 26, 2010 5:59 am

Mudança climática surpreende e assusta

Por Thelma Mejía, da IPS
http://www.envolverde.com.br/#


Tegucigalpa, Honduras, 25/8/2010 – O inverno apenas começa e os efeitos da
mudança climática novamente se fazem sentir em Honduras, com os primeiros
aguaceiros que provocam inundações, afundamentos e deslizamentos de terra em
áreas antes consideradas improváveis, sendo a capital do país a mais afetada.
Chuvas intensas de meia hora, que recordam a passagem do devastador Furacão
Mitch, há 12 anos, foram suficientes para expor a fragilidade hondurenha,
deixando pelo menos oito mortos, centenas de desabrigados e registros de danos
na costa norte e também no centro, sul e leste do país.

Na capital, as chuvas curtas e intensas, associadas à tempestade tropical Frank,
causaram o afundamento de um trecho da principal via que liga Tegucigalpa à
estrada que leva ao norte do país. O surgimento do buraco, com mais de sete
metros, forçou a criação de corredores alternativos de trânsito, causando
engarrafamentos maiores do que os normalmente registrados. Contudo, os
deslizamentos em áreas consideradas seguras, de classes média e alta, estão
sendo a surpresa.

"Parece que a cidade está caindo aos pedaços e que hoje tudo está vulnerável. Os
deslizamentos já não são privilégio dos bairros pobres e da periferia, também
atingem o resto da sociedade da capital e estamos surpresos com tanta
fragilidade e vulnerabilidade", disse à IPS o prefeito de Tegucigalpa, Ricardo
Álvarez. Há duas semanas, as autoridades locais preparam abrigos temporários e
visitam os locais de desastres de onde são evacuadas as famílias em risco.

Na exclusiva colônia Lomas Del Guijarro, onde moram pessoas ricas e famosas, um
muro perimetral ruiu e soterrou pelo menos uma dúzia de veículos, diante da
angústia e surpresa dos ricos inquilinos, que foram alertados pelas autoridades
municipais sobre a necessidade de se retirarem, por haver a possibilidade de
novos deslizamentos.

Dino Rietti, presidente do Colégio de Arquitetos de Honduras, disse à IPS que a
situação é preocupante porque "respondemos a uma mitigação temporária ou
momentânea, mas ainda não encontramos soluções definitivas. Aqui é necessária
muita vontade política para deixar de dar autorizações ambientais em áreas de
risco". "Tudo isto é produto do aquecimento global, são os impactos da mudança
climática. Alertamos, mas ninguém quis levar o problema a sério, preferindo
vê-lo como algo temporário, como fizeram até agora", advertiu Dino.

Randolfo Fúnez, da Comissão Permanente de Contingências (Copeco), afirmou à IPS
que "as chuvas de 28 minutos que caem são pequenos furacões Mitch, que aparecem
a cada uma ou duas semanas, e o solo está tão impermeabilizado de água que já
não aguenta mais, daí os desastres". Isto explica o ocorrido no final de semana
na cidade de Danlí, no departamento de El Paraíso, onde duas horas de chuva
deixaram pelo menos 800 desabrigados, quatro mortos, mais de 40 casas destruídas
e várias localidades incomunicáveis.

"Os aguaceiros e as enormes cheias destruíram represas, cortaram redes de água e
entupiram tubulações secundárias em pelo menos nove bairros. Não há morador de
Danlí que não tenha sido afetado", disse o subgerente do serviço de água potável
na região, Ricardo Velásquez. Durante a passagem do Furacão Mitch, a região
leste foi das menos afetadas pelo fenômeno, por isso a surpresa de seus
habitantes e das autoridades, que calculam perdas em torno de US$ 200 mil. A
cidade tem 50 mil habitantes.

Os informes dos efeitos da mudança climática também chegam do sul do país, outra
das áreas mais atingidas, depois de Tegucigalpa. Próximo da fronteira com El
Salvador, na localidade de Costa de los Amates, seus moradores estão novamente
incomunicáveis e as pessoas tiveram que se abrigar no telhado das casas para
escapar das inundações causadas pelo transbordamento do Rio Goascorán, uma
fronteira natural entre Honduras e El Salvador.

Choluteca e Valle são os departamentos da região sul que começam a registrar
danos, enquanto na costa norte as embravecidas águas do Rio Ulúa começam a
inundar plantações e forçam a retirada das pessoas que vivem nas margens de um
dos maiores afluentes do país. Pelo menos nove dos 18 departamentos de Honduras,
de quase oito milhões de habitantes, se mantêm em alerta amarelo, enquanto na
capital segue o alerta vermelho, há uma semana.

Gines Suárez, geólogo especialista da Organização das Nações Unidas, recomenda
um reordenamento territorial da capital e aplicação das leis que punem as obras
mal construídas. "As autorizações de construção deve ser mais rígidas, e devem
estar acompanhadas de um estudo de risco, por existirem ao menos três falhas
geológicas detectadas e próximo delas estar uma grande concentração
populacional", afirmou.

Três meses depois que o país viveu a tempestade tropical Agatha, que obrigou as
autoridades a declararem emergência nacional devido aos danos causados,
novamente fica demonstrado que Honduras continua sendo uma nação com alto índice
de risco climático. Por sua vez, o governo anunciou que busca recursos no valor
de US$ 19 milhões para ações de mitigação.
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qui Ago 26, 2010 6:01 am

18 países, cobrindo 19% do planeta, têm recordes de calor em 2010


http://noticias.ambientebrasil.com.br/clipping/2010/08/25/59438-18-paises-cobrin\
do-19-do-planeta-tem-recordes-de-calor-em-2010.html


Há neste momento 18 países sofrendo com calor recorde. Seu território, somado,
cobre 19% da área da Terra. É a maior porção da superfície do planeta
enfrentando extremos de temperatura em um único ano já registrada.

O período de janeiro a julho de 2010 é o mais quente da história, sendo que
maio, junho e julho concentram as maiores altas, segundo o National Climatic
Data Center, dos EUA.

Área inundada no Paquistão já é o maior lago de água doce do mundo, diz ONG

http://br.noticias.yahoo.com/s/25082010/40/mundo-area-inundada-no-paquistao-ja.h\
tml

Bruxelas, 25 ago (EFE).- A área afetada pelas inundações no Paquistão constitui
o maior lago de água doce do mundo, alertou hoje a ONG Oxfam, que pediu à União
Europeia (UE) para que intensifique sua ajuda ao país asiático.

"Isto está se transformando rapidamente no maior lago de água doce do mundo,
cobrindo uma área equivalente ao tamanho da Bélgica, Áustria e Suíça. E continua
aumentando", advertiu em comunicado Neva Khan, diretor da Oxfam no Paquistão,
por ocasião da visita ao Paquistão da responsável de ajuda humanitária da UE,
Kristalina Georgieva.

"O plano original de emergência para o Paquistão se baseava nas necessidades de
seus milhões de pessoas que precisavam de assistência direta. Agora, há dez
milhões que precisam urgentemente de nossa ajuda", disse.

Georgieva anunciou hoje que a UE estudará a ampliação de sua ajuda para acima
dos 210 milhões de euros já concedidos.

avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qui Ago 26, 2010 6:04 am

Estamos queimando o Brasil: Estado de Emergência Climática

Por Dal Marcondes, da Envolverde
http://www.envolverde.com.br/#


Tem 26.500 focos de incêndios em quase todos os Estados brasileiros, Na Amazônia
o Arco do Desmatamento, que vai do Pará a Rondônia é como uma flecha flamejante
no coração da Amazônia. As emissoras de TV se aproveitam das imagens dramáticas
de animais mortos e tufos enormes de fumaça subindo aos céus. No entanto, pouco
se vai a fundo em quem são os responsáveis, a quem interessa esta sandice
criminosa não apenas com a Amazônia, mas com todos os biomas brasileiros. O
Cerrado também está em chamas. É preciso ir atrás dos criminosos e os expor à
execração pública. Mas não, o tema é tratado quase como uma fatalidade. Um
acontecimento sazonam previsível e inexorável.

O Brasil está em um Estado de Emergência Climática. Estamos emitindo milhares de
toneladas de gases de efeito estufa sem nenhum controle e sem que isso sirva à
sociedade brasileira. Quando ligamos uma termelétrica e emitimos CO², é ruim,
mas ao menos estamos gerando eletricidade para acender lâmpadas, ligar
geladeiras ou ouvir música. Mas o que ligamos ao queimar a floresta? Na verdade,
desligamos. Desconectamos o bom senso, deixamos de lado os compromissos com o
amanhã e passamos por cima do esforço de milhares de brasileiros e empresas que
estão investindo na redução de sua "pegada de carbono". Damos um tapa na cara
das pessoas que deixam seus carros em casa e vão ao trabalho no transporte
público, a pé ou de bicicleta. Desligamos o Brasil de seus compromissos
internacionais de redução de emissão de gases estufa.

O que mais será preciso para que acordemos dessa letargia em berço esplêndido?
Estamos em pleno processo eleitoral e não há comícios, debates, discussões
acaloradas sobre o país que queremos, o modelo de desenvolvimento ou como deve
ser a gestão disso ou daquilo. As pessoas se recolheram à vida privada e
abandonaram os interesses públicos. As queimadas no Brasil são um escândalo
ambiental tão grande ou maior do que o desastre da BP no Golfo do México.
Milhões de indivíduos da flora e fauna estão morrendo. Não apenas ameaçados, mas
morrendo pelo descaso de uma espécie suicida. As cidades no caminho da fumaça
estão vivendo dramas humanos de fazer chorar. Crianças morrem sem conseguir
respirar. Idosos que poderiam curtir netos por muito tempo estão morrendo por
puro descaso não apenas dos governos, mas da sociedade brasileira com a vida.

O Brasil e sua cidadania precisam dar um basta a isso. É preciso parar de
queimar o futuro não apenas do País, mas do Planeta em uma atitude absolutamente
mesquinha de alguns e da incompetência de outros. Se há um momento em que o
Exército deve sair dos quartéis e travar uma guerra é agora. É preciso combater
o fogo onde quer que ele esteja. Não é possível continuar a assistir o fogo no
Jornal Nacional e, em seguida, passar para a cotação do dólar e para o caso de
amor da celebridade de plantão. Como se o incêndio que se alastra pelo País
fosse apenas uma notícia de jornal.

Queimar a floresta leva a um profundo desequilíbrio do cliclo hidrológico
brasileiro e nos atira em um circulo vicioso onde queima porque não chove e não
chove porque queima.

É tempo de eleição. Vamos acordar e votar de forma correta, analisando o Brasil
que temos e o Brasil que queremos. É tempo de indignação. Estamos queimando o
Brasil. Temos de fazer protestos sobre isso, Grandes protestos que arranquem
governantes e políticos de suas mesquinhas agendas eleitorais e os façam se
dedicar a resolver esta emergência nacional.
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qui Ago 26, 2010 6:11 am

O vento da baleia e o tornado de fogo


A terça-feira foi um dia interessante sob o ângulo meteorológico no Rio Grande do Sul. A chegada de frente fria de fraca atividade trouxe mudança na direção do vento e grandes variações de temperatura entre regiões e em poucas horas. Na Capital, a manhã de vento Norte foi quente com máxima de 29,8ºC na zona Norte, mas à tarde, quando passou a ventar de Sul, a temperatura caiu para 19ºC e a umidade disparou. No Aeroporto Salgado Filho, a queda foi de 9ºC em uma hora e sem chuva, pura viração, que fez o pessoal se encolher devido ao vento no Centro da Capital (foto de Tarsila Pereira/Correio do Povo)...

http://www.metsul.com/blog/

avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Chico em Qui Ago 26, 2010 8:09 am

Quando na primeira parte da década de 2000 o Sol estava em seu mínimo, não tivemos temperaturas baixas no planeta como seria lógico de se esperar. Ao contrário, tivemos anos quentes, não de pico, mas quentes.

Agora que o Sol entrou em maior ritmo de emissão de calor, começamos a sofrer com altas temperaturas localizadas em várias partes do mundo, não importando o hemisfério.

E ainda tem gente que ignora os gases de efeito-estufa que espalhamos na atmosfera... E a coisa vai piorar.

Abraço.

Chico

Mensagens : 17
Data de inscrição : 11/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Temporada de furacões continua fraca no hemisfério norte

Mensagem  ALGOL em Qui Ago 26, 2010 7:47 pm

Temporada de furacões continua fraca no hemisfério norte

Há quase três meses desde o início oficial da temporada de furacões no Atlântico Norte, poucos fenômenos se formam e ganharam intensidade até o momento. O Centro de Previsão Climática da NOAA, Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, estimou uma das temporadas mais ativas para este ano com a provável formação de 14 a 23 tempestades tropicais sobre as águas quentes que banham os Estados Unidos, o Caribe, a América Central e o Golfo do México. Desse total, entre 8 e 14 tempestades terão potencial para virar um furacão.



Esta semana dois furacões chamam a atenção. O primeiro batizado de Danielle é o segundo da temporada no Oceano Atlântico e se intensificou na terça-feira (24) com ventos que chegaram a 160 km/h. De acordo com Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos, Danielle está agora com ventos sustentados de 140 km/h e é classificado na categoria 1, na escala Sáffir-Simpson.



O sistema está cerca de 1.800 quilômetros ao leste das Antilhas Menores, no Caribe. O furacão move-se com direção oeste-noroeste a uma velocidade de 28 km/h e deve passar pelo leste das Bermudas no próximo fim de semana.

O outro furacão em atividade no lado oeste do México, no Oceano Pacífico, é o Frank que ganhou força nos últimos dois dias. As chuvas provocadas pela tormenta deixaram pelo menos 4 mortos e 2 desaparecidos no Estado de Oaxaca.



De acordo com o NHC, Frank alcançou a categoria 1 na escala Sáffir-Simpson com ventos de 120 km/h. Sua trajetória mantém a direção oeste-noroeste a uma velocidade de 20 km/h se afastando da costa mexicana. Uma redução na velocidade do fenômeno deve ocorrer nesta sexta-feira (27).

A temporada de furacões deve entrar no ponto mais alto entre setembro e outubro. Neste ano, segundo a meteorologia, o El Niño enfraquece e a La Niña deverá influenciar os próximos meses aumentando o risco da formação de grandes sistemas.

Legenda: No topo a imagem de satélite mostra a formação do furacão Danielle, o segundo da temporada 2010 do Atlântico Norte. Na sequência, os gráficos mostram a previsão da trajetória dos sistemas, Danielle e Frank, nos próximos 5 dias. Crédito: Nasa/NHC.
avatar
ALGOL

Aquário Mensagens : 101
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 47
Localização : RIO DE JANEIRO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Sex Ago 27, 2010 5:41 am

Chico escreveu:Quando na primeira parte da década de 2000 o Sol estava em seu mínimo, não tivemos temperaturas baixas no planeta como seria lógico de se esperar. Ao contrário, tivemos anos quentes, não de pico, mas quentes.

Agora que o Sol entrou em maior ritmo de emissão de calor, começamos a sofrer com altas temperaturas localizadas em várias partes do mundo, não importando o hemisfério.

E ainda tem gente que ignora os gases de efeito-estufa que espalhamos na atmosfera... E a coisa vai piorar.

Abraço.

É isso mesmo Chico, é isso mesmo Chico, tem até climatologistas russos ignorando o efeito estufa, olha só:

Tradução:

Os climatologistas descartam relação entre a onda de calor na Rússia e aquecimento global
Os cientistas do clima de NOAA realizado um estudo para determinar as causas dessa onda de calor insuportável, concluindo que era devido a um bloqueio atmosférico responsável por muitos dias não havia nuvens nem vento.
Segundo os pesquisadores , este é um fenómeno meteorológico invulgar para esta área geográfica , porém, poderão voltar a ser líder , juntamente com o aumento da temperatura média, os episódios de calor ainda mais forte neste verão.
Por sua parte, especialistas russos Serviço Federal de Meteorologia ( Rosguidromet ) acreditam que não há nenhuma ameaça de ondas de calor muita repetição na Rússia, ea estimativa da próxima vez será apenas dentro de 5.000 anos.
meteorologistas russos , a última onda de calor foi causado por um anticiclone sobre a Rússia central bloqueou o acesso ao ar fresco ea umidade do Atlântico e em vez disso, deixe as massas de ar quente proveniente do Mar Cáspio e da Ásia Central.
Desde meados de Junho e durante mais de dois meses, uma onda de calor anormal atingiu as regiões centrais da Rússia. Em Moscou, só havia registros de mais de vinte calor , incluindo a alta recorde de 38,2 graus Celsius.
Além do calor sufocante , Moscou teve que suportar a fumaça dos incêndios florestais diversos , na província e em algumas regiões adjacentes.

http://www.thecamino.com.ar/
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Sex Ago 27, 2010 5:45 am



Tradução:

Peru se ressente pela mudança climática

A lenta mas contínua redução dos glaciares tropicais , diminuição da precipitação, subida do nível do mar, o aumento da temperatura da superfície do mar e envolvimento na execução das terras agrícolas são alguns dos impactos negativos causados pela mudança climática no Peru.O diretor do Centro de Previsão Numérica do Serviço Nacional de Meteorologia e Hidrologia ( SENAMHI ) engenheiro Grini Avalos , disse em uma entrevista que " a mudança climática afeta integradas na vida de uma sociedade , urbana ou rural , bem como diferentes ecossistemas.Nos países pobres , a mudança climática produz uma diminuição gradual dos níveis de desenvolvimento, como agravada variações climáticas (aumento / redução das chuvas , ondas de calor ou frio) , resulta, entre outras coisas, um declínio na produção agrícola e uma redução dos níveis de segurança alimentar , bem como problemas ambientais e de saneamento, disse a Xinhua.No Peru, nesta temporada de inverno, o comportamento do clima tem sido estranho : Em Lima , por exemplo, fechar uma média de 100 por cento de umidade e vento frio em alguns momentos, chegou a 8 graus Celsius , embora Os termômetros de 14 graus .No planalto, nas montanhas, foi apoiada a -20 graus , e na região amazônica , a onda de frio tinha 16 graus , enquanto a média mínima é de 22 graus." As mudanças na temperatura , os ciclos biológicos eo clima vai fazer a biodiversidade na Terra parece mais virado, e ameaçou ", disse ele .Avalos e deu uma resposta genérica , por exemplo, no calor no Hemisfério Norte (na China chegou a 45 graus em julho) e as cheias que recentemente assolaram grandes partes do Paquistão.A este respeito , note que a característica permanente do clima é a sua variabilidade : " As flutuações do clima em escala de tempo relativamente curto, a escala pode ser mensal, interseasonal interanual, interdecadal . Entretanto, existem variações ou mudanças no tempo, com conotações diferentes em termos de intensidade e freqüência. "Sua causa ", pode ser devido às mudanças nos padrões climáticos atribuíveis ao aquecimento global ", explicou o oficial da SENAMHI .Os cientistas prevêem um aquecimento gradual do planeta , com base no aumento das temperaturas eo efeito estufa causado pelo dióxido de carbono aumentado (CO2 ) ea diminuição da camada de ozônio , que poderia levar a Terra em uma situação atmosfera semelhante à de Vénus.Outros pesquisadores centraram os seus comentários sobre as alterações nas correntes do oceano , o sol diminuir manchas e aumento da precipitação sobre o hemisfério norte.Neste contexto , os governos em todo o mundo estão começando a se preocupar e interessados na questão das alterações climáticas , na medida em que desorganiza a economia e como os desastres são cada vez mais causando perdas humanas , afetando o habitat e tornar a luta mais crucial pobreza e extrema pobreza .Questionado sobre as medidas a serem tomadas para compensar os efeitos das alterações climáticas , o perito respondeu que "são basicamente duas opções e estão relacionados ao desenvolvimento de políticas em matéria de " mitigação " e " adaptação ".Com relação à precipitação , há uma tendência de redução nos totais anuais , um aumento de dias secos consecutivos , o maior aquecimento da atmosfera tropical provoca a redução das geleiras, relacionados com a fase positiva do El Niño Oscilação Sul ( Enso, uma sigla em Inglês ), que identifica a relação da água quente do fenômeno El Niño , com a fase negativa da Oscilação do Sul .A fase positiva da Oscilação Sul " ou " caso frio " , porque, ao contrário do " El Niño "é caracterizada pela chegada de águas anomalamente frio , a costa da América do Sul , por isso é também conhecido como "Anti -El Niño , El Viejo, ou mais, caracterizado por seu nome atual , "La Niña ".Além disso , as condições meteorológicas que afectam o clima global , agindo sobre os recursos hídricos e agricultura, como mudanças na direção e velocidade dos ventos e circulação de áreas de chuvas na região tropical , que traz a seca, a erosão costeira , inundações e tempestades tropicais.Ela também afeta a pesca, porque muda a salinidade da água, de modo a fauna marinha e no Chile, "El Niño produz um aumento na quantidade de chuvas na área central no inverno, e "La Niña " seca ocorre no norte do Chile e central.Hoje, o ENSO termo é usado não só para identificar a união de "A Criança ", com a fase negativa da " Oscilação Sul ", mas para descrever o conjunto de alterações ao sistema em condições normais oceano-atmosfera no Pacífico tropical , no qual pode-se distinguir dois fenômenos : El Niño ou fase quente do ENOS e La Niña ou fase fria do ENOS .O SENAMHI prepara um relatório sobre o cenário hipotético clima que enfrentará o Peru, em 2035, com destaque para o recuo da massa glacial ea função de novas estações para previsão do tempo para se estabelecer em áreas acima de 5.000 metros de altitude nos departamentos andinos Cusco e Junín, projetado para monitorar em detalhe a evolução dos acontecimentos atmosféricos.Assim, o país terá uma base que faz com que seja mais fácil de ajustar as previsões de tomar.

http://www.thecamino.com.ar/
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  suctupac em Seg Ago 30, 2010 12:33 am

Furacão earl

http://www.accuweather.com/video/90659509001/earl-a-hurricane.asp
avatar
suctupac

Mensagens : 61
Data de inscrição : 12/08/2010
Localização : serra do mar / pr

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Antonio(Mago) em Seg Ago 30, 2010 12:43 am

Rsrsrs realmente foi quase um tornado!
Rsrsrsrs Se de vento e chuva é tão perigoso, imagina de fogo!
Rsrsrsrs Ave Maria!
No Brasil tudo parece ser diferente.
avatar
Antonio(Mago)

Sagitário Mensagens : 276
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 61
Localização : Recife - Pernambuco

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qua Set 01, 2010 4:04 am

Rússia admite alta de mortalidade de 50% em Moscou por calor


http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI4649605-EI8142,00-Russia+admite\
+alta+de+mortalidade+de+em+Moscou+por+calor.html

O ministério russo da Saúde admitiu nesta segunda-feira uma alta da mortalidade
de 50% em Moscou e de 8,6% em todo o país em consequência da onda de calor de
julho, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

"A maior alta da mortalidade - 50,7% - foi registrada em Moscou", destaca um
comunicado do ministério, que se recusava até o momento a estabelecer um balanço
de vítimas da onda de calor, que afetou o oeste e o centro da Rússia durante
dois meses.

"O mês de julho de 2010 na Rússia se caracterizou por um calor anormal, o que se
traduziu em um aumento dos óbitos", completa a nota, sem divulgar no entanto o
número de mortes.

A alta da mortalidade registrada em Moscou anunciada nesta segunda-feira pelo
ministério coincide com as informações obtidas pela AFP no início de agosto nos
registros civis da capital russa.

"Foram registradas 14.340 mortes em Moscou em julho, 4.824 a mais que em julho
de 2009, uma alta de 50%", afirmou na ocasião o diretor dos serviços de registro
civil da capital, Evguenia Smirnova.

O ministério não divulgou até o momento dados sobre agosto, quando - além da
onda de calor - Moscou foi tomada durante dias pela fumaça dos incêndios que
aconteceram perto da capital.
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Buscador em Qua Set 01, 2010 4:12 am

Governo dá resposta lenta às inundações no Paquistão

El País
do UOL Notícias
Ángeles Espinosa
No Paquistão
Luiz Roberto Mendes Gonçalves
http://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2010/08/30/governo-da-resposta-lent\
a-as-inundacoes-no-paquistao.jhtm


É difícil imaginar que aqui havia 500 casas. Suas paredes de barro desmoronadas
se confundem com a lama deixada pelas enxurradas que arrasaram há três semanas o
Paquistão. Como milhares de povoados ao longo do Indo e seus afluentes, os
habitantes de Adam Zai se refugiaram sob tendas de campanha improvisadas e
toldos de plástico junto à estrada. Perderam tudo: ferramentas, gado, colheitas.
Só a confiança em Deus parece sustentar sua esperança diante da lentidão da
resposta oficial e das ajudas internacionais à catástrofe.

O temor agora é que, junto com as doenças, devido à falta de água potável e de
serviços sanitários, também se propague o vírus do radicalismo religioso. Os
islâmicos se apressam a ocupar o papel que corresponderia ao Estado.

"Não recebemos nada do governo, nem ninguém veio se interessar por nossa
situação", afirma Hayi Banaras Khan, o magnata local, diante dos restos de sua
loja de compra e venda de carros. Adam Zai não se situa em uma dessas áreas
remotas de montanha que ficaram isoladas e às quais só se pode chegar de
helicóptero. A aldeia encontra-se a duas horas de Islamabad, no caminho de
Peshawar pela velha estrada conhecida como Grand Trunk Road, um dos eixos de
comunicação do subcontinente indiano...
avatar
Buscador

Libra Mensagens : 265
Data de inscrição : 11/08/2010
Idade : 44
Localização : Brasília

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MUDANÇAS CLIMATICAS - CHINA - COMPORTAMENTO ANIMAIS

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum